Página 20 da Empresarial do Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 25 de Maio de 2019

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

Fibra Brookfield FM Empreendimentos Imobiliários Ltda.

CNPJ 11.661.809/0001-80

Relatório da Administração

Senhores quotistas, atendendo disposições legais e estatutárias, a administração da Fibra Brookfield FM Empreendimentos Imobiliários Ltda. tem a honra de submeter à apreciação de V.Sas., as Demonstrações Financeiras, referentes aos exercícios encerrados em 31 de dezembro de 2017 e 2016. Os valores apresentados revelam os resultados alcançados no período, bem como a posição patrimonial da Sociedade. Colocamo-nos à disposição para prestar-lhes quaisquer esclarecimentos que julgarem necessários.

Balanços Patrimoniais (Em milhares de reais)

Ativo 2017 2016

Ativos Circulantes 8.410 35.727

Caixa e equivalentes de caixa 1.499 2.383

Antecipação de dividendos – 8.903

Contas a receber de clientes 6.156 16.277

Estoque de imóveis a comercializar 755 7.443

Outros ativos – 721

Ativos não Circulantes 1.605 21.926

Contas a receber de clientes 560 21.586

Estoque de imóveis a comercializar 165 180

Outros ativos 880 160

Total dos Ativos 10.015 57.653

Passivo

Passivos Circulantes 211 6.449

Empréstimos e financiamentos – 1.372

Contas a pagar a fornecedores e outras – 1.328

Outros passivos financeiros 112 415

Provisões 99 100

Dividendos a pagar – 3.234

Passivos não Circulantes 4.804 16.196

Empréstimos com partes relacionadas – 1.367

Outros passivos financeiros 304 1.719

Provisões 4.500 –

Adiantamento para futuro aumento de capital – 13.110

Patrimônio Líquido 5.000 35.008

Total do Passivo e Patrimônio Líquido 10.015 57.653

Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras

Contexto Operacional - a Sociedade tem por objetivo o planejamento, a promoção, o desenvolvimento sob o regime de incorporação imobiliária, a venda e entrega de unidades autônomas, integrantes do empreendimento imobiliário que será realizado nos Imóveis e o custeio e recebimento integral de todas as parcelas decorrentes da alienação das unidades imobiliárias integrantes deste empreendimento. Podendo atuar no ramo de incorporação,

A Administração

Demonstrações dos Resultados (Em milhares de reais)

Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido

2017 2016

(Em milhares de reais)

Receita operacional líquida 5.322 43.730

Reservas de Lucro

Custos operacionais (6.174) (29.596)

Reserva de

Lucro Bruto (852) 14.134

Capi- Reser- Investi- Lucros

(Despesas) Receitas Operacionais

tal va mento e (Prejuízos)

Despesas de vendas (1.111) (2.437)

So- Le- Capital Acumu-

Despesas gerais e administrativas – –

cial gal de Giro lados Total

Outras receitas (despesas), líquidas (8.019) (3.377)

Saldos em 31/12/2015 14.388 2.688 16.668 – 33.744

Resultado de equivalência patrimonial – –

Resultado financeiro, líquido (1.810) (2.805) Lucro do exercício – – – 4.499 4.499

Resultado antes do IR e CS (11.792) 5.515

Reserva legal – 190 – (190) –

Imposto de renda e contribuição social (234) (1.016)

Reserva para investi-

Lucro (prejuízo) Líquido do Exercício (12.026) 4.499

mento e capital de giro – – 1.074 (1.074) – Dividendos propostos – – – (3.235) (3.235)

compra e venda de imóveis residenciais ou comerciais, terrenos e frações

ideais; locação; bem como participar em outras sociedades e realizar Saldos em 31/12/2016 14.388 2.878 17.742 – 35.008 negócios compatíveis com suas atividades. Apresentação das

Aumento de capital 500 – – – 500

Demonstrações Financeiras - as demonstrações financeiras foram

Prejuízo do exercício – – – (12.026) (12.026)

elaboradas de acordo com a legislação societária brasileira e os

Absorção de prejuízo

Pronunciamentos, as Orientações e as Intrerpretações emitidas pelo Comitê

pelo saldo de

de Pronunciamentos Contábeis (“CPC”) e aprovados pela Comissão de

reserva legal – (2.138) – 2.138 –

Valores Mobiliários (“CVM”). Caixa e Equivalentes de Caixa - são avaliados

Dividendos suplementares – (740) (17.742) – (18.482)

ao valor justo na mensuração inicial e compreendem depósitos bancários à

Saldos em 31/12/2017 14.888 – – (9.888) 5.000

vista. Contas a Receber - São avaliadas e registradas pelo valor presente

mensurados pelo valor de custo amortizado utilizando o método de juros na data de transação sendo deduzida a provisão para créditos de liquidação

efetivo. Provisões - são reconhecidas para obrigações presentes (legal ou duvidosa, que é constituida com base na análise individual dos recebíveis e

presumida) resultante de eventos passados, em que seja possível estimar

de provisão para potenciais distratos. Estoque - são registrados nesta

os valores de forma confiável e cuja liquidação seja provável. O valor rubrica os custos de aquisição de terreno, de construção e outros custos

reconhecido como provisão é a melhor estimativa dos recursos financeiros relacionados aos projetos em construção e concluídos cujas unidades ainda

requeridos para liquidar a obrigação no final de cada exercício, considerandonão foram vendidas. O custo de terrenos mantidos para desenvolvimento

inclui o preço de compra, bem como os custos incorridos para a aquisição e se os riscos e as incertezas relativas à obrigação. Capital Social - o capital do desenvolvimento do terreno, que não excede o valor de mercado. social subscrito e integralizado está representado por 14.887.910 quotas, Empréstimos e Financiamentos - os empréstimos e financiamentos são nominativas avaliadas em R$ 1 (um real) cada uma.

Luiz Gustavo Rodrigues P

Pinhalense S/A Máquinas Agrícolas

CNPJ 54.224.423/0001-14 – NIRE 353 0006926 9

Sumário da Ata das AGO/AGE Realizadas no dia 26 de abril de 2019

Data, Hora e Local: Assembleias realizadas em 26.04.2019 às 18:00 horas, na sede social à Rua Honório Soares, nº 80 em Espírito Santo do

Pinhal, neste Estado. Presença: Acionistas representando o quórum legal,

de no mínimo 2/3, conforme assinaturas no Livro de Registro de Presença de Acionistas, em cumprimento aos editais de convocação publicados.

Mesa: Presidente: Carlos Henrique Jorge Brando, Secretária: Daniele

Agostini Ribeiro. Declarando iniciado os trabalhos o Sr. Presidente fez a

leitura dos Relatório e Propostas da Diretoria. Foi lido também o Edital de

Convocação. O Sr. Presidente comunicou aos presentes que se encontravam sobre a mesa de trabalhos, o Balanço Patrimonial e demais Demons-31.12.2018, todos publicados e arquivados na JUCESP. Deliberações:

Colocado em discussão os itens (i) e (ii), da ordem do dia da Assembleia

Ordinária acima citada. Após discussão e votação, foi aprovado por unanimidade o item (i) Prestação de Contas dos Administradores, Demonsfoi aprovado por maioria com voto contrario do Acionista José Ronaldo de

Carvalho Mendes Filho, o item (ii) Na forma do Artigo 25º do Estatuto Sorios, creditado a cada acionista em 31/12/2018 com o titulo de Juros sobre

o Capital Próprio, nos termos do Artigo § 7º da Lei 9249/95, legislação e

regulamentos pertinentes, o valor total de R$ 3.200.000,00, que deduzido

do IRRF, tributado exclusivamente na fonte, no valor de R$ 480.000,00,

com o valor liquido de R$ 2.720.000,00, a serem distribuídos aos acionistas da seguinte forma: O valor mensal de R$ 209.230,77 , já pagos nos

R$ 174.576,92 , a

pagar no período de maio a dezembro de 2019, em 9 parcelas. O saldo

remanescente na conta de cada acionista, totalizando R$ 311.884,65 será

pago até o dia 31/12/2019. Integrando estes valores os dividendos distribuídos pela companhia para todos os efeitos legais. Comunica ainda,

que foi transferido da conta de "Resultado do Exercício", a importância

de R$ 305.636,48, para formação da "Reserva Legal", em cumprimento

à legislação e estatuto social vigente, também foi transferido para a conta

de “Reserva de Retenções de Lucros”, o saldo líquido da conta de “Lucros

do Exercício”. Colocando em discussão e votação o item (iii) da Ordem do

dia da Assembleia Geral Ordinária acima citada, tendo sido deliberado por

unanimidade de votos: a) Eleger a diretoria para um mandato de 2 anos,

com inicio em 01/06/2019 e término em 31/05/2.021, tendo sido eleitos os

Srs.: Reymar Coutinho de Andrade, RG 20.822.882-2 SSP/SP, CPF/MF

Jardini Del Guerra, RG nº 28.658.927-8 SSP/SP, CPF/MF nº 221.275.088-nº 33.874.219-0 SSP/SP, CPF/MF nº 304.377.868-54, para o cargo de

CPF/MF nº 290.589.698-19, para o cargo de Diretor Financeiro / Recursos

b) Fixado os Honorários da Diretoria a partir de 01/06/2019.

Colocando em discussão os itens (i) e (ii) , da Ordem do dia da Assembleia

Extraordinária acima citada, com o comparecimento de acionistas represinaturas constantes do Livro de Registro de Presença de Acionistas, após

discussão e votação foram aprovadas, o seguinte: item (i) Por unanimidade, a elevação do capital social da companhia de R$ 22.000.000,00, para

R$ 23.000.000,00, cujo aumento ora proposto de R$ 1.000.000,00, será

integralizado mediante utilização de parte do saldo da conta de "Reserva

de Retenções de Lucros". Item (ii) Por unanimidade, alterar o Artigo 5º. do

Estatuto Social, que passará a vigorar com a seguinte redação: Artigo 5º. -O Capital Social é de R$ 23.000.000,00, dividido em 23.000.000 de ações

ordinárias e nominativas, no valor nominal de R$ 1,00 cada uma, podendo

ser emitidos títulos múltiplos ou cautelas que as representem, nos termos

deste Estatuto Social. As novas ações decorrentes do aumento que ora

porção das ações de que são os mesmos possuidores”. No item (iii) da

Ordem do dia da Assembleia Extraordinária acima citada, “outros assuntos de interesse social”, o Sr. Presidente Acionista Carlos Henrique Jorge

Brando, fez uso da palavra, considerando a não reeleição dos Diretores

Paulo Renato Pedroso e Mauro Del Guerra Filho, impedidos pelo Estatuto

Social da Cia de serem propostos em virtude do limite de idade, relatou

da palavra os Acionistas: Carlos Eduardo Jardini Del Guerra, José Adolfo Cipoli, Evaldo José Bizachi Rodrigues, Reymar Coutinho de Andrade,

Paulo Renato Pedroso e Mauro Del Guerra Filho. O Acionista José Adolfo

30/04/2014, onde foi aprovado por unanimidade, a criação de uma agenda

viabilizar assuntos diversos de interesse geral, facilitando assim a comudos seguintes meses: fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro.

Finalizando o Sr. Presidente, agradeceu os Diretores que terminarão seus

mandatos em 31 de maio, pelos longos anos de dedicação a Empresa e

desejou sucesso aos Diretores eleitos, com um futuro de grandes realizações. Em seguida, ofereceu a palavra aos presentes, e como ninguém

mais dela quisesse fazer uso, agradeceu a presença de todos, declarou

suspensa a Assembleia para a lavratura da presente ata, que achada de

acordo, consoante ao deliberado, vai assinada por mim Daniele Agostini

Ribeiro, Secretária e pelo Sr. Carlos Henrique Jorge Brando, Presidente.

Espírito Santo do Pinhal -SP, 26/04/2019. Confere com o original lavrado

no Livro Próprio. (a) Carlos Henrique Jorge Brando – Presidente, (a) Daniele Agostini Ribeiro – Secretária (a) Paulo Renato Pedroso – Advogado

OAB–SP. 49.970. Registro JUCESP sob nº 269.961/19-7 em 22/05/2019.

(a) Gisela Simiema Ceschin – Secretária Geral.

ereira - Diretor Carlos Augusto Moreira Bor

Shopping Center Ibirapuera S.A.

CNPJ/MF: 58.579.467/0001-18 - NIRE: 35.3.001.185-02

Ata da Assembleia Geral Ordinária (“Assembleia”)

da Shopping Center Ibirapuera S.A. (“Companhia”),

Realizada em 26 de Abril de 2019 às 9h30min

1. Data, Hora e Local: Aos 26 dias do mês de abril de 2019, às 09 horas

e 30 minutos, no auditório localizado no Piso C 4 - 1/2, com acesso pelo

hall dos elevadores nºs 5 e 6, do Shopping Center Ibirapuera, localizado

na sede da Companhia, na Avenida Ibirapuera, nº 3.103, CEP 04.029-200, Moema, na Cidade e Estado de São Paulo. 2. Convocação: Edital

de convocação publicado no Diário Oficial Empresarial do Estado de São

Paulo, nos dias: 11 de abril de 2019, página 64, 12 de abril de 2019, página 85, e 13 de abril de 2019, página 44, e no jornal “Diário Comércio

Indústria & Serviços”, nos dias: 11 de abril de 2019, página B11, 12 de

abril de 2019, página B17, 13, 14 e 15 de abril de 2019, página B5.

3. Presenças: Acionistas representando o quórum mínimo de instalação

da Assembleia, nos termos do artigo 125, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 (“LSA”), conforme se verifica das assinaturas no “Livro

de Presença de Acionistas”. Presente, também, o representante dos auditores independentes Sr. Vagner Alves de Lira, CT CRC 1SP222941/0-8.

4. Mesa: Presidente, o Sr. Armando de Angelis Filho, e Secretário, o Sr.

Alexandre Couto Silva. 5. Deliberações: Os acionistas da Companhia

presentes à Assembleia, com abstenção dos legalmente impedidos, por

maioria absoluta, tomaram as seguintes deliberações: 5.1. Autorizar a

lavratura da ata a que se refere esta Assembleia em forma de sumário,

bem como sua publicação com omissão das assinaturas dos acionistas

presentes, nos termos do § 1º, do artigo 130, da LSA. 5.2. Aprovar, depois de examinados e discutidos, o relatório anual e as contas da administração, bem como as demonstrações financeiras referentes ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2018, acompanhados do

parecer emitido pelos auditores independentes, os quais foram publicados no Diário Oficial Empresarial do Estado de São Paulo, no dia 05 de

abril de 2019, páginas 49-50, e no jornal Diário Comércio Indústria &

Serviços, no dia 05 de abril de 2019, página B7, tendo os anúncios a que

se refere o artigo 133, da LSA sido publicados no Diário Oficial Empresarial do Estado de São Paulo, nos dias: 20 de março de 2019, página 45;

21 de março de 2019, página 117; e 22 de março de 2019, página 159; e

no jornal Diário Comércio Indústria & Serviços, nos dias: 20 de março de

2019, página B9; 21 de março de 2019, página B21; e 22 de março de

2019, página B3. 5.3. Aprovar a destinação do resultado do exercício

social de 2018, constante das demonstrações financeiras aprovadas,

correspondente a R$8.955.563,04 (oito milhões, novecentos e cinquenta

e cinco mil, quinhentos e sessenta e três reais e quatro centavos), destinando-se o montante de: (i) R$447.778,15 (quatrocentos e quarenta e

sete mil, setecentos e setenta e oito reais e quinze centavos) para a

Reserva Legal, correspondente a 5% do resultado do exercício de 2018;

(ii) R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) para o pagamento de dividendo, a serem pagos da seguinte forma: (a) R$4.000.000,00 (quatro

milhões) em maio de 2019, (b) R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais)

em outubro de 2019, o que equivale a R$ 0,06 (seis centavos) por ação

de emissão da Companhia, correspondente a 66,99% do lucro líquido do

exercício de 2018, ajustado na forma do artigo 202, da Lei nº 6.404/76; e

(iii) R$ 2.507.784,89 (dois milhões, quinhentos e sete mil, setecentos e

oitenta e quatro reais e oitenta e nove centavos) para Retenção de Lucros, conforme o Orçamento de Capital proposto pela administração da

Companhia, nos termos do Anexo I; 5.4. Não instalar o Conselho Fiscal

da Companhia para o exercício de 2019. 6. Aprovação e Encerramento: Nada mais havendo a tratar, foi a presente ata lavrada, e depois lida,

aprovada e assinada pelos membros da mesa e pelos acionistas representantes da maioria necessária para as deliberações tomadas nesta

Assembleia. São Paulo, 26 de abril de 2019. Salim Haddad Netto - Presidente; Alexandre Couto Silva - Secretário. JUCESP nº 282.319/19-0 em

22/05/2019. Gisela Simiema Ceschin - Secretária Geral. Anexo I - Proposta de Orçamento de Capital: Senhores Acionistas, O Conselho de

Administração da Shopping Center Ibirapuera S.A. (“Companhia”) submete à apreciação de Vossas Senhorias, na Assembleia Geral Ordinária

a ser realizada no dia 26/04/2019, proposta de orçamento de capital para

o exercício social de 2019 e da destinação do lucro líquido da Companhia relativo ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2018.

Foi apurado, com base nas demonstrações financeiras elaboradas, o

resultado líquido no valor de R$ 8.955.563,04 (oito milhões, novecentos

e cinquenta e cinco mil, quinhentos e sessenta e três reais e quatro centavos), sendo que o Conselho de Administração da Companhia propõe

que a destinação do resultado se dê da seguinte forma: (i) R$447.778,15

(quatrocentos e quarenta e sete mil, setecentos e setenta e oito reais e

quinze centavos) para a Reserva Legal, correspondente a 5% do resultado do exercício de 2018, nos termos do artigo 21, do Estatuto Social da

Companhia; (ii) R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) para o pagamento de dividendo aos acionistas, a serem pagos da seguinte

forma: (a) R$4.000.000,00 (quatro milhões) em maio de 2019,

(b) R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) em outubro de 2019, o que

equivale a R$ 0,06 (seis centavos) por ação de emissão da Companhia,

correspondente a 66,99% do lucro líquido do exercício de 2018, ajustado

na forma do artigo 202, da Lei nº 6.404/76; e (iii) R$ 2.507.784,89 (dois

milhões, quinhentos e sete mil, setecentos e oitenta e quatro reais e oitenta e nove centavos) para Retenção de Lucros. O valor da Retenção de

Lucros de R$ 2.507.784,89 (dois milhões, quinhentos e sete mil, setecentos e oitenta e quatro reais e oitenta e nove centavos) será utilizado

para financiar o Orçamento de Capital da Companhia para o exercício de

2019 que incluirá: (i) projetos de expansão, (ii) projeto de reformas na

infraestrutura da Shopping Center Ibirapuera S.A.; e (iii) projetos de desenvolvimento, manutenção e modernização da tecnologia da informação da Companhia. Conselho de Administração da Shopping Center

Ibirapuera S.A.

ges - Contador - CRC/RJ 110711/O

Highline do Brasil II Infraestrutura de

Telecomunicações S.A.

RCA em 10/04/2019

1. Data, Hora e Local: Realizada aos 10/04/2019, às 9h, na sede social da Highline do Brasil II Infraestrutura de Telecomunicações S.A. (“Companhia”), localizada em São Paulo/SP, na Avenida Nove de Julho, nº 5.229 e 5.257, 4º andar, conjuntos 41-A e 42-B,Jardim Paulista, CEP 01407-20. 2. Convocação e Presença: Dispensadas as formalidades de convocação em face da presença da totalidade dos membros do conselho de administração da Companhia, nos termos do artigo 17, § 4º do Estatuto Social da Companhia. 3. Mesa: Presidente - André Franco Sales e Secretária Cristina Corrêa Vergueiro Antun. 4. Ordem do Dia: Deliberar sobre (i) a consignação da renúncia apresentada pelo Diretor de Operações da Companhia; (ii) a eleição da nova Diretora Comercial da Companhia; (iii) constituição de uma sociedade controlada pela Companhia para a armação em negócios imobiliários; (ív) aprovar a aquisição da totalidade das quotas da sociedade LocSite Locação e Desenvolvimento de Sites Ltda. e (v) apreciar e manifestar-se sobre o Relatório da Administração, as contas da Administração e as Demonstrações Financeiras da Companhia, acompanhadas do parecer dos auditores independentes, referentes ao exercíà aprovação da Assembleia

Geral Ordinária da Companhia. 5. Deliberações: Após a discussão das matérias objetos da ordem do dia, os membros do conselho de administração presentes deliberaram, por unanimidade de votos e sem quaisquer restrições ou ressalvas: 5.1. Consignar a renúncia apresentada à Companhia pelo Diretor de Operações: Claudio Vasconcelos Barbosa, brasileiro, casado, engenheiro, CPF/MF nº.

(IFP/RJ), residente e domiciliado no Rio de Janeiro/RJ, na Rua Monte Carmelo, nº. 220, bairro Bento Ribeiro, CEP 21555-120. 5.1.1. Aprovar a eleição da seguinte pessoa para compor a Diretoria da Companhia, com mandato de 2 anos contado a partir de 21/11/2017, a se expirar junto com o mandato do diretor remanescente da Companhia: Carolina de Farias Vilela,

em São Paulo/SP,

com endereço comercial na Avenida Nove de Julho, n.º 5.229 e 5.257, 4º. andar, conjuntos 41-A e 42-B, Jardim Paulista, CEP 01.407.200, que ocupará o cargo de Diretora Comercial. 5.1.2. A Diretora ora eleita tomou posse mediante assinatura do respectivo termo de posse lavrado no Livro de Registro de Atas de Reuniões da Diretoria da Companhia na forma da legislação aplicável, e aceitou o cargo para a qual foi eleita, declarando expressamente, sob as penas da lei, que não está impedida, por lei especial, de exercer a administração de sociedades, e nem condenada ou sob efeitos de condenação, a pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato; ou contra a economia popular, contra

cia, contra as relações de consumo, a fé pública ou a propriedade. 5.1.3. Consignar que, em razão das deliberações tomadas acima, a Diretoria da Companhia passará a ser composta pelos seguintes membros, todos com mandato de 2 anos, contados a partir de 21/11/2017: (i) Fernando Diez Viotti, brasileiro, casado, engenheiro, RG nº.

em São Paulo/SP, com endereço comercial na Avenida Nove de Julho, 5229, 4º. Andar, CEP 01407-200, no cargo de Diretor Presidente; (ii) Daniel Lafer Matandos,

Paulo/SP, com endereço comercial na Avenida Nove de Julho, n.º 5.229 e 5.257, 4º andar, conjuntos 41-A e 42-B, Jardim Paulista, CEP 01.407.200, no cargo de Diretor Financeiro; e (iii) Carolina de Farias Vilela, brasiendereço comercial na Avenida Nove de Julho, n.º 5.229 e 5.257, 4º andar, conjuntos 41-A e 42-B, Jardim Paulista, CEP 01.407.200, no cargo de Diretora Comercial. 5.2. Aprovar a constituição, pela Companhia, de uma empresa individual de responsabilidade limitada com denominação social de Highline II Negócios Imobiliários Eireli ., com 100% do capital social total e votante detido pela Companhia e que tenha por objeto o desenvolvimento de negócios imobiliários tais como a compra, venda, locação, arrendamento e administração de imóveis próprios, exceto a in-Diretoria a praticar todos os

atos necessários para a constituição da referida empresa, determinando o valor do capital social necessário ao desenvolvimento de suas atividades (“Sociedade”). 5.3. Aproveitar a aquisição da totalidade das quotas da sociedade LocSite Locação e Desenvolvimento de Sites Ltda., autorizando a Diretoria a celebrar o contrato de compra e venda, e adotar as medidas necessárias a implementação da Operação. 5.4. Manifestar-se favoravelmente à aprovação do Relatório da Administração, das contas da Administração e das Demonstrações Financeiras da Companhia, acompanhadas do parecer dos auditores independentes, referentes ao exercíci

selho de Administração, os quais serão submetidos à aprovação da AGO da Companhia e permanecerão arquivados na sede da Companhia. 6. Encerramento: Nada mais havendo a ser tratado, foi encerrada a reunião, da qual se lavrou a presente ata que, lida e achada conforme, foi por todos aprovada e assinada por todos os presentes. Local e data: São Paulo, 10 de abril de 2019. Mesa: Presidente - Andre Franco Sales;

Secretária: Cristina Corrêa Vergueiro Antun. Conselheiros Presentes: Andre Franco Sales, Cristina Corrêa Vergueiro Antun e Felipe Andrade Pinto.

de 2019. Mesa: Cristina Corrêa Vergueiro Antun – Secretária. JUCESP