Página 3530 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) de 12 de Setembro de 2019

RECLAMADO MPE MONTAGENS E PROJETOS ESPECIAIS S/A

ADVOGADO JORGE ELIAS SUAID (OAB: 4095/DF)

ADVOGADO WELLINGTON LESSA DO NASCIMENTO (OAB: 75710/RJ)

RECLAMADO COMPANHIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL DO DISTRITO FEDERAL

ADVOGADO ANA CECILIA DE FREITAS SANTOS (OAB: 26751/DF)

Intimado (s)/Citado (s):

- OSMAR GONCALVES DE SOUZA

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 10ª REGIÃO CEJUSC-JT-BRASILIA

SEPN 513 BLOCO B, lotes 2/3, FORO TRABALHISTA DE

BRASILIA, ASA NORTE, BRASILIA - DF - CEP: 70760-522

e-mail: cejusc.bsb[email protected] - Telefone:(61) 33481669

Atendimento ao público das 9 às 18 horas

PROCESSO Nº 0000734-11.2014.5.10.0016 - AÇÃO TRABALHISTA - RITO ORDINÁRIO (985)

AUTOR: OSMAR GONCALVES DE SOUZA

RÉU : MPE MONTAGENS E PROJETOS ESPECIAIS S/A e outros (4)

DATA E HORA DA AUDIÊNCIA: 19/09/2019 10:04 DESTINATÁRIO : OSMAR GONCALVES DE SOUZAnull

NOTIFICAÇÃO AUDIÊNCIA TENTATIVA CONCILIATÓRIA - RITO ORDINÁRIO

É deverdoJuizvelarpelacélere soluçãodoprocesso

(art. , LXXVIII, da Constituição), direito fundamental, cláusula pétrea inderrogável, bem comopromovertodos os esforços em direção à conciliação, solução pacífica dos conflitos (art. , VII, da Constituição), princípio da República Federativa do Brasil.

A Justiça do Trabalho é culturalmente vocacionada à conciliação, competindo às Varas do Trabalho o ofício de conciliar, que precede a missão de julgar, inteligência do art. 652 a da CLT, ofício desenvolvido hoje com o auxílio deste CENTRO JUDICIÁRIO DE MÉTODOS CONSENSUAIS DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS -CEJUSC.

Desse modo, fica Vossa Senhoria NOTIFICADO (A) a comparecer pessoalmente ou designar PREPOSTO LEGALMENTE HABILITADO, perante a CEJUSC-JT-BRASILIA, situada no endereço acima, sala 405, 4º andar, no dia 19/09/2019 10:04 min . para a audiência de tentativa conciliatória.

A ausênciainjustificada das partespoderáimplicarnaimposiçãodemultaporato atentatórioàdignidadedajustiça,naformadoartigo 774 do CPC c/c 769 da CLT, além de multa por litigância de má-fé, o que esta magistrada tem a absoluta certeza não acontecerá nos presentes autos, uma vez que autor e réu estão patrocinados por nobres advogados militantes e conscientes de seus deveres Constitucionais, art. 133 da Constituição.

Publique-se para ciência de partes e advogados.

Em caso de dúvidas a parte poderá consultar a Portaria PRE/SGJUD Nº 1/2012, do TRT 10ª Região. http://www.trt10.jus.br.