Página 58 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 5 de Outubro de 1949

Diário Oficial da União
há 69 anos

THE BRITISH BANK OF SOUTH AMERICA LTD,

sembléia tinha por fim preencher o cargo de diretor-presidente, vago com o falecimento do Senhor Othon L. (Em liquidação)

Bezerra de Mello, ocorrido a 9 de

funcionar no Brasil conforme Carta-Patente n.o

Autorizado ta

1.031, Junho último. Continuando, disse o de 7 de novembro de 1932

presidente que a empresa navia sido fundada pelo Senhor Othon L. Be-Casa Matriz: Londres

zerra de Melo que dedicara sempre DE miamo DE

M 30 1949

BALANCETE E especial atenção à capacidade técnica

da Fábrien. ao

bem estar dos seas (Filial do Rio de Janeiro)

empregados e ainda ao progresso da 4tivo

cidade de Curvela, onde está lccali-

Cr$ vr;

zada R

Fábrica. Executando se n pro-

Disponível grama, o Senher Othon L. Bezerra de

Caixa :

Meio equipoif a Fábrica com maqui-

39.049.10 jo

Em nuyeda corrente nismos m

atiernas e tt, ele efeaen-Em depósito no Banco tio Brasil .. 2. 823.908,20 2.8-62.957,60 cia, conatruiu

.

ania v.1 °ecrã:ai

n tetada de toda conforto, edificou um Realizável:

grupo escolar, instalou armazéns de

9 . 941.400,00 abastecimento, centro recreativo, cam-

Agendas no Exterior

8. 067.968,80 po de esporte, proporcionando por

Outros erditos

I

êsse modo ina;:, elevado uivei de vida a taian.ts aII tra

Títulos e Valores Mobiliários: palleina Pressegum-

547.500,00 18.558.868,80 de, atsse o presidente achar que a Apólices e Obrigações Federais

asse:c-lb:ela deveria homenagear o me -Resultados Pendentes

mória do Senhor Othon L, Bezerra 6. 754.978,10

Perdes em diversos exercidos

de Mello e deu a palavra a quem 82.619,00

Impostas

dela quisesst fazer uso. Cern a palavra 14.050,60

Despesas Gerais e outras contas

6.851.641,70 o acionista Senhor Artur FrederiJc

1

Fearnley esse poder afirma:

q ue a 28.271.468,10

totalidade dos acionistas se associára às manifestações promovidas pela Di -Passivo

retoria da Companhia e pela Gerên-

Cr$ Cr$

cia tia Fábrica por ocasião do fale -Ngo Exigível:

cimento do Senhor Mon L. Bezerra 20.000.000,00

Capital

de Mello, mas pensava, como o presi-5.625.463,40

Fundo Previsão

dente,

que a assembléia deveria tam-2.610.245,60 28. 235.709,00

Outras Reservas

bém er1 eriorlear seu profundo pesar, e

assim prepuel/a, que na ata dos Resultados Pendentes

35.759,10 trabalhos fõsse consignado um veto cie Contes de Resultados

saudade e, memória do inesquecível

sembléia tinha por fim preencher o

COMPANHIA FIAÇÃO E TECELÃS

cargo de diretor-presidente, vago com

GEM BEZERRA DE MELLO

o falecimento do Senhor Othon L.

Bezerra de Mello, ocorrido a 9 de

Ata da Assembléia Geral Extraordi. n.o

1.031, Junho último. Continuando, disse o

etária

da Companhia Fia çâo e Tepresidente que a empresa navia sido

celagem Bezerra de Melo realizada

fundada pelo Senhor Othon L. Beem 8 de setembro de

1949.

zerra de Melo que dedicara sempre

especial atenção à capacidade técnica

Aos oito dias do mês de setembro da Fábrien. ao

bem estar dos seas

de mil novecentos e quarenta e nove, empregados e ainda ao progresso da

peias quatorze horas, na sede social, cidade de Curvela, onde está lccaliir, Rua Teófilo Otoni n.° 15, 11.° andar, vr;

zada R

Fábrica. Executando se n pronesta cidade do Rio de Janeiro, reugrama, o Senher Othon L. Bezerra de

nidos em primeira convocação acio-Meio equipoif a Fábrica com maquinistas da Companhia Fiadin e Tejo

nismos m

atiernas e tt, ele efeaen-. celagem Bezerra de Melo .epresen-2.8-62.957,60 cia, conatruiu

.

ania v.1 °ecrã:ai

n tetendo mais de vinte e cinco por tada de toda conforto, edificou um

cento do capital social, coeferme se grupo escolar, instalou armazéns de

verificou no Livro de Pre.sença, que abastecimento, centro recreativo, cam-!estava devidamente assinado e com po de esporte, proporcionando por

I

las declarações exigidas pela lei, assuêsse modo ina;:, elevado uivei de vida

miu a presidência. por indicarão dos a taian.ts aII tra

palleina Pressegumpresentes, o acionista Senhor Artur

18.558.868,80 de, atsse o presidente achar que a

Brito Bezerra de lido que, inicianasse:c-lb:ela deveria homenagear o medo os trabalhos, convidou o aciomória do Senhor Othon L, Bezerra

nista Senhor Luis Brito Bezerra de de Mello e deu a palavra a quem

mim. Othon Lynch Bezer -Melo e a

dela quisesst fazer uso. Cern a palavra

ra de Melo Júnior, para desempe-6.851.641,70 o acionista Senhor Artur FrederiJc

funções de primeiro e nharmos as

1

Fearnley esse poder afirma:

q ue a

undo secretários. respectivamente. seg

28.271.468,10

totalidade dos acionistas se associára Declarou em seguida o presidente que às manifestações promovidas pela Dihavia sido fielmente observado o disretoria da Companhia e pela Gerên- posto na parte final do Art. 6.° dos Cr$

cia tia Fábrica por ocasião do fale- estatutos, e nue de acôrdo com a con-Oficial

cimento do Senhor Mon L. Bezerra vocação publicada no Diário

de Mello, mas pensava, como o presi- no "Jornal do Comércio" dos dias

e

dente,

que a assembléia deveria tam- 31 de agõsto próximo passado e 1 C 28. 235.709,00

bém er1 eriorlear seu profundo pesar, 2 de setembro corrente, A preseate e

assim prepuel/a, que na ata dos Assembléia tinha por fim preencher

cargo de Diretor-Gerente vasto com

35.759,10 trabalhos fõsse consignado um veto cie

falecimento do Senhor Othun L.

saudade e, memória do inesquecível

COMPANHIA FIAÇÃO E TECELÃS

GEM BEZERRA DE MELLO

Ata da Assembléia Geral Extraordi.

etária

da Companhia Fia çâo e Tecelagem Bezerra de Melo realizada em 8 de setembro de

1949.

Aos oito dias do mês de setembro de mil novecentos e quarenta e nove, peias quatorze horas, na sede social, ir, Rua Teófilo Otoni n.° 15, 11.° andar, nesta cidade do Rio de Janeiro, reunidos em primeira convocação acionistas da Companhia Fiadin e Te-. celagem Bezerra de Melo .epresentendo mais de vinte e cinco por cento do capital social, coeferme se verificou no Livro de Pre.sença, que !estava devidamente assinado e com las declarações exigidas pela lei, assumiu a presidência. por indicarão dos presentes, o acionista Senhor Artur Brito Bezerra de lido que, iniciando os trabalhos, convidou o acionista Senhor Luis Brito Bezerra de

mim. Othon Lynch Bezer -Melo e a

ra de Melo Júnior, para desempefunções de primeiro e nharmos as

undo secretários. respectivamente. seg

Declarou em seguida o presidente que havia sido fielmente observado o disposto na parte final do Art. 6.° dos estatutos, e nue de acôrdo com a con-Oficial

vocação publicada no Diário

no "Jornal do Comércio" dos dias e

31 de agõsto próximo passado e 1 C 2 de setembro corrente, A preseate Assembléia tinha por fim preencher

cargo de Diretor-Gerente vasto com

falecimento do Senhor Othun L. Bezerra de Melo, infausto acontecimento verificado a 9 de funho últiuindo, disse o Presidenmo. Prosse g

te aue o Senhor Othon L. Bezerra de Melo não fora anemias o rendado; da Cornnanhia, porém o seu grande animador, o seu orientador. tendo dado a ela o melhor das seus esfor-RS irasces. renovando nume tódas

talacões da Fábrica, construindo uma nova vila operária, prédio escolar, neesto médico. armazéns de abastecimento. cinema e centro recreativo, eleveneo Dor ésse modo não só a capacidade industrial da erimiésa como também o nivel de vida de todos os

empregados. Pensava. em-est:enseus

teie nue a Assembléia deverei presà memória do

tar urna homenag em

Senhor Othon L. Bezerra de Melo e dava por is:o a palavra a quem dela quisesse fazer uso. Cora a palavra. o acionista Senhor Arthur Frederick Fe trnlev disse que tendo a Diretoria da Comuanhia e a Gerência da Febriea prestado ao Senhor Othon L. Bezerra de Melo, por

as

ocasião de seu falecimento. lõdas

rontinha que

homenagens cabíveis. p

nado na ata dos trabalhos fliese consig

um voto de saudade à memória do inolvidável extinto. Aprovada por

osta feita pelo p

unanimidade a Pro

Senhor Arthur Frederick Fearnlev,

à 3rderg lio

n p residente. passando

secretád i a, designou o Primeiro

r , C

ara servir de escru t inndo

rio p

eleição, verifico ...se haarocerlida R

ver sido eleito o acionista Senhor Paul() Brito Bezerra de Melo, brasiresileiro. industrial. domiciliado e

dente neste cidade. à Rua Cosme

VARO de

Velho 11. 0 92. para o cara°

niretor-Gerente. pelo prazo que faltar ao substituído. na forma do Artiro 13 dos estatutos. Proelamendo

ultado. declarou o Psesidento o res

me no Livro de Atas das rtelmiões e

da Diretoria seria lavrado o teatino de

nO. Çe do Tecem-eleito loan nue nreetada a reeneetiva eaue ree e corno nada mais houvesse a trotar deu a nalav se e miem dela eniseRse fazer

g

uso. Nenhum dos ac ionistas oro en f PS sol icitarias) a palavra. o Presidente sus e eral eu a sessão Del temee ata.

"o necessário à leso-atura. des

Reaberta a sessão. lida e ealenetida h discussão e votação foi unânimemente anroveda a nresente ata que ei? •

othon Tiunch Bezerra ire MeTo Júnior, se

gundo secretário. redi e i. fiz lev

r

arno Livro de Atas AQÇÇMI-blélas

Gerais, e assino com o Presa-

28.271.468,10

Rio de Janeiro, 3 de outubro de 1949. — Pelo The British Bank of

Trapaud. — R. C. Wats"

em Liqui t.,a tjára -- C. L. P.

eouth America, Ltd.,

C.R.C. /1.0 4.068.

Watson, Contador — Reg. e

p.p. Ligaidantes. -- R. C.

extinto. A

p rovada por unanimidade a proposta len t

a pelo Senhor Artur Frederick Fcarniey, o presidente, passando à ordem do (lia, designou o prie melro secretário para servir de escrutinacier e procedeu-se à eleição, sendo eleito o acionista Senhor Artur 13:ito Bezerra d.e Melo, brasileiro. ireinsrcial domiciliado e residente nesta

cidade,

à rua Seu i r Vergueiro número 92, aa-anementa 1 203, pam, o cargo de liret)r-a E.ac ente pelo prazo que falar ao tidstruido, na forna do artigo 13 dos intatutos. Proclamado o resultado, o Senhor Artur Brio Bezrr

e ce Mc'e agradeteu confiança

a

que a assem .

4ea nele de positava .riegenda-o diretai-presidente da si:empanb s

e, e em-escutou sua renúncia ao cargo de diretor-gerente que exeicie. Declarou então o presidente que, tendo sido a presente assembleia convocada para o preenchimento de vaga aberta na Diretoria, ia proccdea-sel à eleição cara o p r

eenchimento do cargo

de direi^r-gerenta vaao com a eráncia do Senhor Artur i3rito Bezerra de Melo, P rocedi( a eleição, ve.iiicou-,

e haver sido rareie o reionista Senhor Renato Brite Bezerra de Meio, brasileiro, industrial, domiciliado e reeidente nesta cidade à rua Cosmo Velho ndmero 92, para o cargo cie diretor-gerente, peio nreza que faltar ao renunciante, de acórdo com o art. 13 dos Estatutos. Declarou a seguir o presidente que os termos de posse dos reeem-eleitos seriam lavrados no Livro da ata. Reaberta a sessão, lida, submeque prestadas as respectivas cauções, e como nada mais houvesse a tratar, nem nenhum Senhor acionista quisesse usar da palavra, suspendeu a seesão pelo tem

po necessário à lavra tura ata. Reaberta

a sessão, lida, submetida à discussão e à votação, foi unanimemente aprovada

a ureeente ata,

n ue eu, Othon Lynch Bezerra de Mello Jún i

or, redigi, fiz lavrar no Livro de Atas das Assembléias Gerais, e arsino com o presidente . o primeiro secretário e demais ac i

onislas presentes. —

Othon Landi Bezerra de Mello Jilniôr. — Luiz Brito Bezerra de Mello. — Arthur Brito Bezerra de Mello. — Arthur Frederick Fearnley.

p.o. Olho» L. Bezerra de Mello 8./ Cia. Ltda., Otto K. Porstein, Paul Wodtke. —

p.p. Cotonificio Othon Bezerra de Mello. S. A., Otto K. Poreteia, Paul Wodtke.

(N.* 17.995 — 3-10-49 — Cr$ 367,20)

(N.° 17.933 — 3-10-49 -- Cr$ 306,00)

COMPANHIA IMOBILIÁRIA

ASTORIA, S. A.

WINISTÉRIO DO TRABALHO,

INDUSTRIA E COMÉRCIO

DIVISÃO DE REGISTRO DO ;;OMÉRCIO

Certidda

Certifico que a Ccinpanhia tinobinária Astória S. A. arquivou nesta

Divisão sob o n.° 13.248, por despacho de 23 de setembro de 1949,

seguintes documentos: a) atas das

assembléias gerais extraordinárias,

realizadas em 25 de julho e 2 de setembro de 1949, que aprovaram e efetivaram o aumento do capital social de

Cr* 30.000.000.00 para Cr$ 50.000.000,00

e alteração dos estatutos; b) estatutos; c) lista dos subscritores do aumento de capital; (1) recibo do depósito da importância correspondente ao

referido aumento, efetuado no Banco

Financial Novo Mundo S. A . ; e)

guia com o pagamento do selo proporcional ao mesmo aumento, do que

dou fé.

Departamento Nacional da Indile-Iria e Comércio. Divisão de Registro

setembro de

do comércio, em 24 de

1949. Eu, Laura Martins, escriturário

E, escrevi, conferi e assino. — Laura

Martins. — Eu, Carmen da Veiga Euler, Chefe Substituto cia F. R. E.,

eubserevo e assino. — Carmen da

Veiga Euler, Substituto.

Selada com Cr$ 5,80.

Processo n.0 22.499-49.

(N. 0

18.014 — 3-10-49 — Cr$ 100,00)

EXPORTADORA SIEGRIST

MA SELLI, S. A.

MINISTÉRIO DO TRABALHO,

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

DIVISÃO DE REGISTRO DO COMÉRCIO

Certidão

Certifico que a Exportadora Siegriet Mescle S. A. arquivou nesta Divisão sob o n.° 13.287, por despacho

de 30 de setembro de 1949, a ata da

assembléia geral, realizada em 17 de dezembro de 1947, que elegeu a Diretoria, fixando-lhes os honorários, do que dou fé.

Departamento Nacional da Indústria e Comércio, Divisão de Registro do Comércio, em 1 de outubro de 1949. Eu, Laura Martins, escriturário E, escrevi, conferi e assírio. — Laica Martins. —

Eu. Carmen da Veiga Euler, Chefe Substituto da S. R. E., subscrevo e assino. — Carmen da Veiga Euler,

Substituto.

Selada com Cr$ 4,80.

Processo n.° 23.250-49.

(1,

1,' 18.009 -- 3-10-49 -- Cr$ 91,80

COMPANHIA TEXTIL OTHON BEZERRA DE MELLO

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA,

REALIZADA EM

8 DE sETEMBRO DE 1949

Ao s oito dias do mês de setembro de mil novecentos e quarenta e nove, pelas quinze horas, na sede social à rua Teófiba

Otoni número 15, 11.0 lindar,

nesta cidade do Rio de Janeiro, reunidos em primeira convocação acio_ instas da Companhia Têxtil Mon Bezerra de Mello representando mais de vinte e eir.co por cento do capital social, conforme se verificou no Livro de Presença, que estava devidamente assinado e com as declarações exigidas pela lei assumiu a presidência. por indicação dos presentes, o acionista Senhor Luis

Bezerra de Melo.

que iniciando os trabalhos, convidou o acionista Senhor Artur Brito Bezerra de Melo e a mim, Othon Lynch Bezerra de Meio

Júnior, para desempenharmos as funções de primeiro e segundo secretários, respectivamente. Declariai a seguir, o presidente q ,e hav'a sido fielmente cumprido o das • posto na parte finai do artigo 6. 0 das estatutos, e que de acórclo com a convocação publicada no

Diário Oficiei

e co -Jornal do Comércio", das alas 31 da agõsto páxiina passado e 1 e 2 de Sete/libro Cerrente, a presente as