Página 104 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 24 de Julho de 1958

Diário Oficial da União
há 61 anos

Tesoureiro, Comercial e Técnico e 20%- (vinte por cento) em partes iguais entre os Diretores Adjuntas; 89 ) Criar mais um capitulo nos Estatutos, com a seguinte redação: — Capítulo IX — Do Conselho Consultivo: — Art. 23°.— O Conselho Consultivo compor-se-á de três a onze ¡membros, sempre

em número ímpar,

residentes no pais, acion

i stas ou não,

eleitos pela Assembléia Geral por um período de um ano, e escolhidos entre pessoas de reconhecida honorab i lidade e competência. O Conselho Consultivo designará o

próprio presidente cabendo-lhe coordenar os trabalhos do Conselho. Parágrafo 1 9 — As reuniões do Conselho Consultivo sômente poderão ser instaladas com a presença no mínimo de três memb r

os, cabendo ao seu presidente o voto de nualidade nos caaos de emp

ate. Parégrafo 2.° — Com pete ao Conselho Consultivo aconselhar e oulnar sôbre os assuntos relitivos

obieto da soc i edade q

ue lhes forem

submetidos p ela diretoria, podendo solicitar desta tôdas as

informações

necessárias à fundamentação dos seus relatórios. Paré grafo 3 9 — Os membros do Conselho Consultivo serão remunerados por sessão a que comparecerem nela forma determinada nela Assembléia Geal Que iulgar as contas de cada exercício. Parágrafo 49 — Em caso de vaga, a primeira Assembléia Geral elegerá o substituto, oue servirá pelo tempo restante do mandato do substituído. A Assembléia Geral de acionistas poderá

deixar de preencher q uaisquer dos lugares do Conselho Consultivo, quando julgar conveniente. Parágrafo 5 9 —

Conselho Consultivo será convocado pela Diretoria da Sociedade. sempre que esta julgar necessário por meio de carta enviada ao seu Presidente .que por sua vez, também por meio de carta convocará os demais conselheiros, designando o dia, hora e lugar da reunião; e deliberará semp

re co ma presença da maioria absoluta de seus membros, podendo qualquer dos diretores da sociedade assistir as reuniões. Rio de Janeiro, 2 de maio de 1958. — Decio Geraldo Branco Lefèvre, 'Joa

q uim de Oliveira

Sampaio, Eugenio Lefèvre Neto, Antonio Saad, Heitor Silva. Eurico Octavio S i lveira Fontes. William Monachesi, Diretores." "Os membros do Conselho Fiscal da JADE S. A. — Engenharia. Indústria, Comércio e Administração, abaixo assinado, depois

de examinarem detalhadamente a pronosta da Diretoria de 2 de maio de 1958 para aumento do capital social de Cr$ 1.000.000,00 (hum milhão de cruzeiros), já integralmente realizado, para Cr$ 10.000.000.00 (dez milhões de cruzeiros) e reforma dos Estatutos, são de parecer que a mesma proposta deve ser aprovada pela Assembléia Geral. Rio de Janeiro, 12 de maio de 1958. Emilio Thomsen Junior, Maria má Medeiros Véras e Alberto Pinto Ferreira Junior." O

susecretário /eu a seguinte lista de

bscritores cias ações do aumento de capital: "Lista dos subscritores das 18.000 (dezoito mil) ações correspondentes à Cr$ 9.000.000.00 (nove milhõe.s de cruzeiros) com

que a JADE

S. A. — Engenharia Indústria, Comércio e Administração aumenta seu cap ital de Cr$ 1.000.000,00 (hum milhão de cruzeiros) para Cr$

10.000.000.00 (dez milhões de cruzeiros) — Decio Geraldo Branco Lefèvre, brasileiro, casado, corretor de Imóveis, residente à Rua João Lyra n9 74. Apartamento 303, com 4.425 (quatro mil quatrocentos e vinte e cinco) ações, no valor total de Cr$ 2.212.500 00 (dois milhões duzentos e doze mil e quinhentos cruzeiros); Antonio Saad, brasileiro, casado, corretor de imóveis, residente à Rua Barão da Torre, 376 com 4.425 (quatro mil quatrocentos e vinte e cinco) acres no valor total de Cr$ 2.212.500,00 (dois milhões duzentos e doze mil e

quinhentos cruzeiros); Eugenio Eefèvre Neto, brasileiro, casado, economista, residente à Rua João Lyra n9

74, Abortamento 103, com 4.525 (quatro mil quinhentas e vinte e cinco) ações, no valor total de Cr$

2.262.500,0 (dois milhões ¡duzentos e sessenta e dois mil e quinhentos

cruzeiros); Joaquim de Oliveira Sampaio, brasileiro, desquitado, engenheiro, residente à Rua Toneleiros n°301, apartamento 601 com 4.425 (quatro mil quatrocentas e vinte e cinco) ações no valor total de Cr$ 2.212.500,00 (dois

milhões duzentos e doze mil e q

uinhentos cruzeiros);

William Monachesi, brasileiro, casado, en g

enheiro, residente à Rua São Braz n

9 414, com 100 (cem) ações, no valor total de Cr$ 50.000.00 (cinoitenta mil cruzeiros); e Wolgrand de Mourão Mattos. brasileiro, casado, contador, residente à Rua Senador Vergueiro n 9

215, apartamento 702, com 100 (cem) ações, no valor total de Cr

5 50.000 00 (cinotienta mil cruzeiros)". Finda a leitura, o senhor presidente pós em d

i scussão e votação a proposta da diretoria e mais documentos lidos, tendo se verificado. de

pois de apuradas

as cédulas, a

sua ap-ovação por unanimidade, tendo a Assembléia por unanimidade autorizado o aumento de capital, aprovada a reforma estatutária constante dos itens 2

9 à 89 da proposta

da Diretoria e a lista de subscritores anreseo tada. Com

a palavra o acionista Dr. Joaquim de Oliveira

Sam-Paio propôs

que a Assembléia se

reunisse

novamente no dia 23 de junho de 1958 às 13 horas, quando então

Diretoria apresentaria o recibo do depósito de 10% (dez por cento) do aumento do capital, e

êste seria aprovado em definitivo. Posta em

discussão

e votação a proposta, esta foi aprovada por unanimidade. Após, o senhor presidente ponderou

q ue se

deveria proceder a nova eleição da diretoria, para preenchimento dos carros criados. Posta em votação 'e eleição da diretoria verificou-se terem sido eleitos, unanimemente, os seguintes diretores: — Diretor Superintendente — Decio Geraldo Branco Lefèvre: Diretor Tesoureiro — Eugenio Lefèvre Neto; Diretor Comercial — Antonio Gaad; Diretor Técnico — Joaquim de Oliveira Sam

paio e Diretores Adjuntos — Heitor Silva, Eurico Octavio Silveira Fontes, Wolgrand de Mourão Mattos e William Monachesi, todos brasileiros. casados com exceção do quarto, quinto e sexto que

são

respectivamente. desquitado e solte1. ro.s. todos domiciliados nesta cidade. deixando a Assembléia de eleger o Diretor Presidente para fazê-lo em data mais oportuna. Ainda com a palavra, o Senhor Presidente propôs que se estabelecesse a remuneração da nova diretoria. Posta em votação e discussão verificou-se ter a Assembléia fixado a remuneração mensal de Cr$ 10.000.00 (dez mil cruzeiros) p ara cada um cios diretoras. Lembrou, ainda,

o Senhor Presidente a necessidade do preenchimento das vagas do Conselho Consultivo e determinação da remuneração de cada conselheiro. Posta em discussão e votação verificou-se ter a assembléia eleito os se guintes conselheiros: Adauto Miranda, brasileiro, casado, comerciante; Mario Salles, brasileiro, casado fazendeiro; Witold Adem Korsak. brasileiro, naturalizado, casado. comerciante; Cliinério Venoso de Oliveira, brasileiro, casado, eng. civil civil; Alfredo da Cruz Machado. brasileiro, casado proprietário; Decio Abreu brasileiro, casado, comerciante: Oswaldo Moura Brasil do Amaral, brasileiro, desquitado,médico; Hilton Beiruti Au gusto Moreira, brasileiro, casado, oficial da marinha: Jorge Adayme, brasileiro, casado, comerciante; Adauto Goes de Campos Barros, bra.sileim, casado, fazendeiro; Francisco Saturnino Braga, brasileiro, casado engenheiro civil, todos re

2Qrnie é assinada pelos preaer.aas. — T1r. João Garcia, Presidente Iracy 52rra, Secretária Când:da Ferra:Garcia — José Dias é0rrêa Sobrinh.) — Paulo Garcia — Silvio Botelho Duarte e Francisco Diogo F. Vasconcel.s.

DIVISÃO DE REGISTRO DO

COMÉRCIO

zERTIDÃO

PrOCCESz; n.° 22.970-58.

Certiiico que a Companhia Imobi-Watt. Scgalança arouivou nesIa

sob o n.° 58.511 por despula. •

de 27 de junim de 1958, cópia aufakIica da ata te sua as,:emi.:leia geral c.aira_fainária realizada em 10 c13 janciro de 1957 que aprovou a propcsia da Dire:aria no sentido de ser anmentatda o capital social para Cr$ -aI).CC2.529,50 mediante sub"crição partamlar em dinheiro; 16 de janeiro de 1'253 que efetivou o aumento do capital s_cial para Cr$ 2G.000.000,00 de 10. de janeiro de 1957, supracitada

alterou os estatutos. arquivando, e

ainda, lista de subscritores do aumento do capital, recibo do pagamento do sélo por verba e recibo do de.-pósito de Cr$ 1.900.0(10.00 efetuado

o Banco Comercial de Minas Gerais n

5. . do que dou fé. Departamento Nacional da Indústria e Ccmércio.

stro do Comércio, em Divisão de Reg i

30 de junho de 1958. Eu, Alcy V. França, Aux. Adm. escrevi, conferi

França. Eu. Ruo assi ro Alcv \T.

' da S.R.E., subsbem Lima, Chefe

crevo e assino Rubem Lima.

Selada cem Cr$ 7,50.

(.N.° 22.573 — 8-7-58 — Cr$ 489,60)

JADE S. A. — ENGENHARIA, IN-nesTRIA, COMÉRCIO E ADMINISTRAÇÃO.

Ata de Assembléia Geral Extraordino das 23 de maio À nária realizada

de 1958.

As quatorze horas do dia 23 de maio de 1958, na sede social da JADE G. A. — Engenharia, Indústria, Comércio e Administração, à Avenida

9 andar

Almirante Barroso n 9 81, 2

nesta cidade, compareceram os acionistas abaixo assinados representando a totalidade do capital social, conforme lista de presenças por todos assinada. A sessão foi aberta pelo diretor Superintendente Sr. Decio Geraldo Branco Lefèvre que, •aclamado para presidi-la, zonvidou para secretário Dona Maria Iria Medeiro.s Veras que fêz a conferência da lista de presenças d eacionistas, verificando a sua concordância. O secretário

o da convocação pui

:?az lêr o anúnc

blicado nos dias 15, 16 e 17 de maio

e *nos mesde 1958 no Diário Oficial

mos dias no "Jornal do Comércio" e que é dêsse teor: — "JADE S. A.

Engenharia Indústria, Comércio Administração — Assembléia Geral Extraordinária — Ficam conviacionistas a comparedados os VellS

cerem a Assembléia Geral Extraor-Iginária que se realizara às quatorze lioras do dia 23 de maio de 1958, na

JADE S. A. — Enge-.

sedo social da

nharia, Indústria, Comércio e Administração, à Avenida Almirante Bar- andar, nesta cidade, a :roso n 9 81. 29

fim de deliberarem sôbre as seguin-Aumento de ti

tes ordem do — a

— Reforma Estatutária; 9

capital; 2

— Eleiçã'?) de nova Diretoria e 49 39

,— Assuntos Gerais. Rio de Janeiro,

13 de maio de 1958. Decio Geraldo 13ranco Lefèvre. — Diretor Superin-..endente." A seguir o Secretário féz 5`

o paa„

Iêa a proposta da diretoria

recer do Conselho Fiscal, que são dâste teor: — "A Diretoria do JADE El. A. Engenharia, Indústria, Comércio e Administração. tendo em vista a grande desenvolvimento das ativi-Assemeadas sociais, vem propôr à

bléia Geral Extraordinária: o aumento do capital social e a Reforma dos Estatutos, a saber: 1 v ) — Aumentar o capital social de

Cr$ 1.000.000.00 (hum milhão de cruzeiros), já integralmente realizado, para Cr$ 10.000.000.00 (dez milhões de cruzeiros), com emissão de mais dezoito mil ações nominativas ou ao portar'or, do valor de Cr$ 500,00 (quinhentos cruzeiros) cada uma, a serem interralizadas na forma do Capitulo VIII, dos Estautos; 2°) — Dar ao artigo 8° dos Estatutos a seguinte redação: — Art. 8 9 — A sociedade será administrada por uma diretoria composta de nove diretores sendo um Diretor — Presidente. um Diretor — Superintendente, um Diretor — Comercial. um Diretor — Tesoureiro. um Diretor — Técnico e quatro Diretores Adjuntos. Parágrafo único — A Assembléia poderá deixar de preencher aualquer vaga da Diretoria, quando julgar conveniente; 3°) — Dar ao Art. 9

9 e seus paragrafeis, a seguinte redação: Art. 99 — O mandato dos Diretores é por um ano, a terminar na Assembléia que julgar as contas da Diretoria de cada exercício. .Parágrafo 1 9 — Compete ao Diretor Presidente, especialmente, cumprir e fazer cumprir as resoluções da Assembléia Geral, presidir as reuniões da Diretoria e as reuniões conjuntas desta e do Conselho Fiscal e coordenar as atividades dos outros diretores; Parágrafo 29 — Compete* ao Diretor Superintendente, especialmente, suprevisionar e superintender todos os setores de atividade da Companhia. Parágrafo 3 9 — 'Ao Diretor Tesoureiro compete, especialmente, organizar, dirigir e controlar os serviços de contabilidade, assim como a administração interna da Sociedade. Parágrafo 49 — Ao Diretor Comercial com pete, especialmente. dirigir, controlar e promover os negóc0s de indústria e comércio de materiais de construções. Parágrafo 5 9 — Ao Diretor Técnico compete, es pecialmente, dirigir e controlar os serviços de engenharia, a importação e a exportacã'o. Parágrafo 69 — Aos Diretores Adjuntos compete, especialmente, diri gir conjuntamente com nualouer dos Diretores acima os negócios da Sociedade, nos setores que a Diretoria determinar especificamente para cada um daqueles: 59) — Dar ao artigo 10 9 dos Estatutos a seguinte redação: — Art. 109 — A representação ativa e passiva da Sociedade será exercida em Juízo ou fóra dêle e em tôdas as suas relações p

ara com terceiros. pelos Diretores Presidente, Superintendente, Tesoureiro, Comercial e Técnico, agindo. sempre dois dos mesmos em conjunto em quaisquer negócios, inclusive para assinatura de contratos, emissão e endosso de cheques, notas promissórias e outros títulos, recibos de quitações, transações, acôrdos e em geral na assinatura de todos os demais atos e documentos em que a Sociedade seja.

par crua/ q uer modo. Interessada. Parágrafo único — Nos po deres destes diretores representando a Sociedade na fórma dêsse

artigo.

incluem-se os de hipotecar, alienar empenhar ou por outro modo qualquer onerar bens sociais, móveis ou imóveis e praticar todos os atos que excedam da administração ordinária; 69

) — Dar ao artigo 11 9 dos Estatutos a seguinte redação: Art. 11 9 — Os Diretores nos impedimentos ocasionais, serão substituídos uns pelos outros, sucessivamente, na ordem em que estão indicados no artigo 9°, salvo o Diretor Técnico que será substituído pelo Diretor Superintendente; 79

) — Dar ao parágrafo único do artigo 21 9

dos Estatutos a seguinte redacão: — Parágrafo único — A gratificação que couber a

Diretoria

será distribuída entre os Diretores, na p

roporção de 80% (oitenta por cento) em partes iguais entro os

Diretores

Presidente, SuperinUndente,

Tesoureiro, Comercial e Técnico e 20%- (vinte por cento) em partes iguais entre os Diretores Adjuntas; 89 ) Criar mais um capitulo nos Estatutos, com a seguinte redação: — Capítulo IX — Do Conselho Consultivo: — Art. 23°.— O Conselho Consultivo compor-se-á de três a onze ¡membros, sempre

em número ímpar,

residentes no pais, acion

i stas ou não,

eleitos pela Assembléia Geral por um período de um ano, e escolhidos entre pessoas de reconhecida honorab i lidade e competência. O Conselho Consultivo designará o

próprio presidente cabendo-lhe coordenar os trabalhos do Conselho. Parágrafo 1 9 — As reuniões do Conselho Consultivo sômente poderão ser instaladas com a presença no mínimo de três memb r

os, cabendo ao seu presidente o voto de nualidade nos caaos de emp

ate. Parégrafo 2.° — Com pete ao Conselho Consultivo aconselhar e oulnar sôbre os assuntos relitivos

obieto da soc i edade q

ue lhes forem

submetidos p ela diretoria, podendo solicitar desta tôdas as

informações

necessárias à fundamentação dos seus relatórios. Paré grafo 3 9 — Os membros do Conselho Consultivo serão remunerados por sessão a que comparecerem nela forma determinada nela Assembléia Geal Que iulgar as contas de cada exercício. Parágrafo 49 — Em caso de vaga, a primeira Assembléia Geral elegerá o substituto, oue servirá pelo tempo restante do mandato do substituído. A Assembléia Geral de acionistas poderá

deixar de preencher q uaisquer dos lugares do Conselho Consultivo, quando julgar conveniente. Parágrafo 5 9 —

Conselho Consultivo será convocado pela Diretoria da Sociedade. sempre que esta julgar necessário por meio de carta enviada ao seu Presidente .que por sua vez, também por meio de carta convocará os demais conselheiros, designando o dia, hora e lugar da reunião; e deliberará semp

re co ma presença da maioria absoluta de seus membros, podendo qualquer dos diretores da sociedade assistir as reuniões. Rio de Janeiro, 2 de maio de 1958. — Decio Geraldo Branco Lefèvre, 'Joa

q uim de Oliveira

Sampaio, Eugenio Lefèvre Neto, Antonio Saad, Heitor Silva. Eurico Octavio S i lveira Fontes. William Monachesi, Diretores." "Os membros do Conselho Fiscal da JADE S. A. — Engenharia. Indústria, Comércio e Administração, abaixo assinado, depois

de examinarem detalhadamente a pronosta da Diretoria de 2 de maio de 1958 para aumento do capital social de Cr$ 1.000.000,00 (hum milhão de cruzeiros), já integralmente realizado, para Cr$ 10.000.000.00 (dez milhões de cruzeiros) e reforma dos Estatutos, são de parecer que a mesma proposta deve ser aprovada pela Assembléia Geral. Rio de Janeiro, 12 de maio de 1958. Emilio Thomsen Junior, Maria má Medeiros Véras e Alberto Pinto Ferreira Junior." O

susecretário /eu a seguinte lista de

bscritores cias ações do aumento de capital: "Lista dos subscritores das 18.000 (dezoito mil) ações correspondentes à Cr$ 9.000.000.00 (nove milhõe.s de cruzeiros) com

que a JADE

S. A. — Engenharia Indústria, Comércio e Administração aumenta seu cap ital de Cr$ 1.000.000,00 (hum milhão de cruzeiros) para Cr$

10.000.000.00 (dez milhões de cruzei

quinhentos cruzeiros); Eugenio Eefèvre Neto, brasileiro, casado, economista, residente à Rua João Lyra n9

74, Abortamento 103, com 4.525 (quatro mil quinhentas e vinte e cinco) ações, no valor total de Cr$

2.262.500,0 (dois milhões ¡duzentos e sessenta e dois mil e quinhentos

cruzeiros); Joaquim de Oliveira Sampaio, brasileiro, desquitado, engenheiro, residente à Rua Toneleiros n°301, apartamento 601 com 4.425 (quatro mil quatrocentas e vinte e cinco) ações no valor total de Cr$ 2.212.500,00 (dois

milhões duzentos e doze mil e q

uinhentos cruzeiros);

William Monachesi, brasileiro, casado, en g

enheiro, residente à Rua São Braz n

9 414, com 100 (cem) ações, no valor total de Cr$ 50.000.00 (cinoitenta mil cruzeiros); e Wolgrand de Mourão Mattos. brasileiro, casado, contador, residente à Rua Senador Vergueiro n 9

215, apartamento 702, com 100 (cem) ações, no valor total de Cr

5 50.000 00 (cinotienta mil cruzeiros)". Finda a leitura, o senhor presidente pós em d

i scussão e votação a proposta da diretoria e mais documentos lidos, tendo se verificado. de

pois de apuradas

as cédulas, a

sua ap-ovação por unanimidade, tendo a Assembléia por unanimidade autorizado o aumento de capital, aprovada a reforma estatutária constante dos itens 2

9 à 89 da proposta

da Diretoria e a lista de subscritores anreseo tada. Com

a palavra o acionista Dr. Joaquim de Oliveira

Sam-Paio propôs

que a Assembléia se

reunisse

novamente no dia 23 de junho de 1958 às 13 horas, quando então

Diretoria apresentaria o recibo do depósito de 10% (dez por cento) do aumento do capital, e

êste seria aprovado em definitivo. Posta em

discussão

e votação a proposta, esta foi aprovada por unanimidade. Após, o senhor presidente ponderou

q ue se

deveria proceder a nova eleição da diretoria, para preenchimento dos carros criados. Posta em votação 'e eleição da diretoria verificou-se terem sido eleitos, unanimemente, os seguintes diretores: — Diretor Superintendente — Decio Geraldo Branco Lefèvre: Diretor Tesoureiro — Eugenio Lefèvre Neto; Diretor Comercial — Antonio Gaad; Diretor Técnico — Joaquim de Oliveira Sam

paio e Diretores Adjuntos — Heitor Silva, Eurico Octavio Silveira Fontes, Wolgrand de Mourão Mattos e William Monachesi, todos brasileiros. casados com exceção do quarto, quinto e sexto que

são

respectivamente. desquitado e solte1. ro.s. todos domiciliados nesta cidade. deixando a Assembléia de eleger o Diretor Presidente para fazê-lo em data mais oportuna. Ainda com a palavra, o Senhor Presidente propôs que se estabelecesse a remuneração da nova diretoria. Posta em votação e discussão verificou-se ter a Assembléia fixado a remuneração mensal de Cr$ 10.000.00 (dez mil cruzeiros) p ara cada um cios diretoras. Lembrou, ainda,

o Senhor Presidente a necessidade do preenchimento das vagas do Conselho Consultivo e determinação da remuneração de cada conselheiro. Posta em discussão e votação verificou-se ter a assembléia eleito os se guintes conselheiros: Adauto Miranda, brasileiro, casado, comerciante; Mario Salles, brasileiro, casado fazendeiro; Witold Adem Korsak. brasileiro, naturalizado, ca

10.000.000.00 (dez milhões de cruzeisado. comerciante; Cliinério Venoso ros) — Decio Geraldo Branco Lefède Oliveira, brasileiro, casado, eng. civil vre, brasileiro, casado, corretor de

civil; Alfredo da Cruz Machado. bra-Imóveis, residente à Rua João Lyra

sileiro, casado proprietário; Decio

n9 74. Apartamento 303, com 4.425

Abreu brasileiro, casado, comercian-(quatro mil quatrocentos e vinte e

te: Oswaldo Moura Brasil do Amacinco) ações, no valor total de Cr$

ral, brasileiro, desquitado,médico;

2.212.500 00 (dois milhões duzentos e

Hilton Beiruti Au gusto Moreira, bradoze mil e quinhentos cruzeiros);

sileiro, casado, oficial da marinha: Antonio Saad, brasileiro, casado, cor-Jorge Adayme, brasileiro, casado, coretor de imóveis, residente à Rua Bamerciante; Adauto Goes de Campos rão da Torre, 376 com 4.425 (quatro

Barros, bra.sileim, casado, fazendeiro; mil quatrocentos e vinte e cinco)

Francisco Saturnino Braga, brasileiacres no valor total de Cr$ 2.212.500,00

ro, casado engenheiro civil, todos re-(dois milhões duzentos e doze mil e