Página 5 do Associação Goiana de Municípios (AGM) de 14 de Fevereiro de 2020

há 4 meses
Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

organizando seu currículo próprio a partir do Documento Curricular de Goiás, garantindo as especificidades e identidades locais, regionais ou outras;

III - investir na competência pedagógica das equipes de currículo e das escolas, em relação à gestão do ensino e da aprendizagem;

IV - assegurar recursos humanos, físicos, materiais e pedagógicos para viabilizar a implantação do Documento Curricular;

V - garantir formação continuada para professores, gestores e técnicos;

VI - expedir orientações complementares a esta Resolução, se e quando necessário.

Art. 7º - À instituição educacional caberá:

I - adequar o Projeto Político-Pedagógico ao Documento Curricular de Goiás, conforme aprovado por esta Resolução;

II - assegurar a transposição didática entre o antigo e o novo currículo;

III - assegurar a transição entre os grupos etários da educação infantil e desta para o ensino fundamental e entre os anos iniciais e finais do ensino fundamental;

IV - assegurar, promover e incentivar os professores a participarem de ações de formação continuada desenvolvidas pela rede municipal de ensino, mantenedoras e instituições escolares;

V - garantir aos professores autonomia didática e de planejamento integrado por áreas, componentes curriculares e etapas de ensino;

VI - assegurar ambiente e materiais pedagógicos adequados e suficientes ao desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem.

Art. 8º - São de responsabilidade dos professores:

I - participar efetivamente da revisão e adequação do Projeto Político Pedagógico da instituição escolar;

II - participar das ações de formação e aperfeiçoamento e do planejamento integrado das áreas e componentes curriculares;

III - selecionar e utilizar metodologias e estratégias pedagógicas diversificadas para trabalhar com as necessidades, ritmos e diferenças individuais de aprendizagem dos alunos;

IV – assegurar processos de avaliação formativa, continuada e diagnóstica, garantindo a todos os estudantes sucesso na aprendizagem;

V – recorrer a estratégias e competências e habilidades para sanar dificuldades, necessidades específicas e ou lacunas de aprendizagem, assim como garantir aos estudantes com deficiências, Transtornos do Espectro Autista, TEA, e altas habilidades, recursos e materiais para seu pleno desenvolvimento.

.

Art. 9º - São responsabilidades dos pais e do Conselho Escolar:

I - acompanhar e avaliar a implantação do Documento Curricular de Goiás na instituição escolar;

II - participar da elaboração do Projeto Político Pedagógico da instituição escolar e acompanhar seu desenvolvimento;

III - participar efetivamente das reuniões de planejamento e avaliação.

Art. 10 - O Documento Curricular de Goiás, com primeira versão elaborada por uma equipe de currículo composta de representantes da Secretaria de Estado da Educação de Goiás e Secretarias Municipais de Educação, acompanhada pela Comissão Estadual de Implementação da Base Nacional Comum Curricular composta por representantes do Conselho de Secretários Estaduais de EducaçãoCONSED, União de Dirigentes Municipais de Educação - UNDIME, Conselho Estadual de Educação, União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação de Goiás – UNCME-GOIÁS, Instituições de Ensino Superior do Estado, Ministério Público, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC, Serviço Social do Comércio -SESC, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI, Serviço Social da Indústria - SESI e Conselho Regional do SENAI, Sindicatos de Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado, Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás - SINTEGO, Sindicato dos Professores do Estado de Goiás - SINPRO GOIÁS, Superintendência da Juventude, da Secretaria de Governo, articuladores do Fórum Nacional de Conselhos Estaduais de Educação – FNCE e UNCME-GOIÁS recebeu contribuições de professores e da comunidade educativa do estado por meio de consultas e audiências públicas e deve ser adotado por todas as escolas públicas e privadas que fazem parte do Sistema Municipal de Educação de .Buriti Alegre , Goiás.

Art. 11 - Esta Resolução entra em vigor na data de sua aprovação.

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE BURITI ALEGRE, em Buriti Alegre - Go, aos 10 dias do mês de Fevereiro de 2020.

LILISSANE ALVES FERREIRA

Presidente

LUCIANA VAZ VIEIRA

Vice-Presidente

Conselheiros

CAMILA MARTINS MANZAN

CIRO GOMES MACHADO NETO

EDIMARIA PEREIRA GOMES

LUCIANA VAZ VIEIRA

MARIA LUISA DE LIMA

MATHEUS ALVES DE MORAIS

NEIDA RAQUEL DE SANTANA

ODORICO REIS VÊNCIO FERREIRA

SAMANTHA SALES VAZ

SEBASTIANA ELEIDE OLIVEIRA MENDONÇA

SELMA MARQUES PEREIRA

SORAYA DE FÁTIMA INÁCIO NASCIMENTO

Publicado por: Gabriela Afonso Faria Código Identificador:6A4E8FA1

SECRETARIA DE EDUCAÇAO

PREFEITURA MUNICIPAL DE BURITI ALEGRE/GO

EXTRATO DE NOTA DE EMPENHO 39740

EXTRATO DE NOTA DE EMPENHO

(ARTIGO 61 - § ÚNICO DA LEI DE LICITAÇÕES N.º 8.666/93)

NOTA DE EMPENHO: N.º 39740/2020

PROCESSO: Nº 703/2020

CONTRATADA: GOIASPAPER DISTRIBUIDORA LTDA - EPP

REFERÊNCIA: Pregão Presencial n.º 020/2019, ARP 012/2019

OBJETO: Despesa proveniente de aquisição de material de expediente para manutenção das atividades das Creches Municipais, conforme Pregão Presencial nº 020/2019 e Ata de Registro de Preço nº 012/2019 VALOR: R$ 1.586,13

AUTORIZAÇÃO: André de Sousa Chaves

Nota de Empenho substituindo o Contrato

Publicado por: Gabriela Afonso Faria Código Identificador:6FD110B7

SECRETARIA DE EDUCAÇAO

PREFEITURA MUNICIPAL DE BURITI ALEGRE/GO

EXTRATO DE NOTA DE EMPENHO Nº 39767

EXTRATO DE NOTA DE EMPENHO

(ARTIGO 61 - § ÚNICO DA LEI DE LICITAÇÕES N.º 8.666/93)

NOTA DE EMPENHO: N.º 39767/2020

PROCESSO: Nº 616/2020