Página 17 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 29 de Julho de 2011

Diário Oficial da União
há 10 anos
Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

e, como conseqüência, causam a queda prematura de folhas e de flores e abortamento de vagens, resultando, em redução do rendimento de grãos.

A soja adapta-se melhor à temperaturas do ar entre 20ºC e 30ºC. A temperatura ideal para seu crescimento e desenvolvimento está em torno de 30ºC. A faixa de temperatura do solo adequada para semeadura varia de 20ºC a 30ºC, sendo 25ºC a temperatura ideal para uma emergência rápida e uniforme.

O crescimento vegetativo da soja é pequeno ou nulo a temperaturas menores ou iguais a 10ºC. Temperaturas acima de 40ºC têm efeito adverso na taxa de crescimento. A floração da soja somente é induzida quando ocorrem temperaturas acima de 13ºC. A floração precoce ocorre, principalmente, em decorrência de temperaturas mais altas, podendo acarretar diminuição na altura de planta. A soja, sendo basicamente uma planta de dias curtos é influenciada pelas condições fotoperíódicas próprias de cada latitude, especialmente na duração do período de emergência à floração.

Objetivou-se, com o zoneamento agrícola, identificar os municípios aptos e os períodos de plantio com menor risco climático para o cultivo do milho no Estado.

Essa identificação foi realizada com base em um modelo de balanço hídrico da cultura.

O balanço hídrico foi estimado com o uso das seguintes variáveis climáticas e agronômicas:

a) precipitação pluvial e temperatura - utilizadas séries históricas com média de 15 anos de registros de 466 estações pluviométricas disponíveis;

b) evapotranspiração potencial - estimadas médias decendiais pelo método de Pennam-Monteith nas 32 estações climatológicas disponíveis;

c) ciclo e fase fenológica da cultura - Para efeito de simulação foram consideradas as fases de germinação/emergência, crescimento/desenvolvimento, floração/enchimento de grãos e maturação fisiológica. As cultivares foram classificadas em três grupos de características homogêneas: Grupo I (n < 115 dias); Grupo II (115 dias ≤ n ≤ 135 dias); e Grupo III (n >135 dias), onde n expressa o número de dias da emergência à maturação fisiológica.

d) coeficiente de cultura - utilizados dados obtidos experimentalmente e disponibilizados através da literatura reconhecida pela comunidade científica; e

e) disponibilidade máxima de água no solo - estimada em função da profundidade efetiva das raízes e da capacidade de água disponível dos solos. Consideraram-se os solos Tipo 1, 2 e 3, com capacidade de armazenamento de água de 30, 50 e 75 mm, respectivamente.

As simulações do balanço hídrico foram realizadas para períodos decendiais. Consideraram-se os valores médios do Índice de Satisfação de Necessidade de Água - ISNA (expresso pela relação entre evapotranspiração real e evapotranspiração máxima - ETr/ETm), por data de semeadura, fase fenológica e localização geográfica das estações pluviométricas e climáticas utilizadas. Considerou-se a fase de floração/enchimento de grãos, como a mais critica em relação ao déficit hídrico.

Foram considerados aptos os municípios que apresentaram em, no mínimo, 20% de seu território, ISNA maior ou igual a 0,60 em 80% dos anos avaliados.

NOTA: Visando a prevenção e controle da ferrugem asiática, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, devem ser observadas as determinações relativas ao vazio sanitário, estabelecidas na resolução nº 120, de 10 de outubro de 2007, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Estado do Paraná, publicada no D.O.E nº 7579 de 17 de outubro de 2007.

2. TIPOS DE SOLOS APTOS AO CULTIVO

São aptos ao cultivo de soja no Estado os solos dos tipos 1, 2 e 3, observadas as especificações e recomendações contidas na Instrução Normativa nº 2, de 9 de outubro de 2008.

Não são indicadas para o cultivo:

- áreas de preservação obrigatória, de acordo com a Lei 4.771/65 (Código Florestal) e alterações;

- áreas com solos que apresentam profundidade inferior a 50 cm ou com solos muito pedregosos, isto é, solos nos quais calhaus e matacões ocupem mais de 15% da massa e/ou da superfície do terreno.

3. TABELA DE PERÍODOS DE SEMEADURA




Períodos 

123456789  
                
1 0  

1 1  

1 2  

Datas 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 


a
10 

11
a
20 

21
a 28 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 


a
10 

11
a
20 

21
a
30 

Meses 

Janeiro 
    
Fevereiro 
    
Março 
      
Abril 
  




Períodos 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

Datas 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 


a
10 

11
a
20 

21
a
30 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 

Meses 
  
Maio 
  
Junho 
      
Julho 
  
Agosto 
    




Períodos 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

Datas 


a 10 

11
a
20 

21
a
30 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 


a
10 

11
a
20 

21
a
30 


a
10 

11
a
20 

21
a
31 

Meses 

Setembro 
    
Outubro 
    
Novembro 
    
Dezembro 
    

4. CULTIVARES INDICADAS

Para efeito de indicação dos períodos de plantio, os cultivares indicados pelos obtentores /mantenedores para o Estado do Paraná foram agrupadas conforme a seguir especificado.

GRUPO I

CENTRO EDUCACIONAL INTEGRADO-CEI: INT 6100,

INT 6201, INT 6502 e INT 6603.

COODETEC: CD 212 RR, CD 215, CD 216, CD 233RR,

CD 235RR, CD 236RR e CD 250RR STS.

FTS SEMENTES S.A: FTS 4157, FTS 4174, FTS ÁGUIA, FTS ARAPOTY RR, FTS CAFELÂNDIA RR, FTS CAMPO MOURÃO RR, FTS CASCAVEL RR, FTS CAXIAS RR, FTS DIANA, FTS FÊNIX, FTS IPIRANGA RR, FTS REALEZA RR e FTS ROLÂNDIA RR.

FUNDACEP FECOTRIGO: FUNDACEP 63RR.

IAC: IAC-100, IAC FOSCARIN-31, IAC HOLAMBRASTWART-1, IAC PL-1, IAC-17, IAC-18, IAC-19, IAC-22, IAC-23 e IAC-24.

MONSOY: BT3248M003.

NIDERA SEMENTES LTDA: A 4725 RG, NA 4990 RG e NS 4823.

SYNGENTA SEEDS LTDA: NK 2555, NK 8350 e SYN1049 RR.

TROPICAL MELHORAMENTO E GENÉTICA LTDA:

TMG 1161 RR e TMG 7161 RR.

GRUPO II

BR GENÉTICA LTDA.: RA 516, RA 518, RA 626, RA 628

e RA 728.

BRASMAX GENÉTICA: AFS 110 RR, BMX ATIVA RR, BMX ENERGIA RR, BMX FORÇA RR, BMX POTÊNCIA RR, BMX TITAN RR, BMX TURBO RR, DON MARIO 5.8i RR, DON MARIO 6200 RR, DON MARIO 7.0i RR, FPS JUPITER RR, FPS NETUNO RR, ROOS AVANCE RR e ROOS CAMINO RR.

COODETEC: 5D660RR, 5D688RR, 5D690RR, 5D711RR, CD 201, CD 202, CD 202RR, CD 205, CD 206, CD 206RR, CD 208, CD 213 RR, CD 214 RR, CD 215RR, CD 217, CD 218, CD 219 RR, CD 221, CD 223 AP, CD 224, CD 225 RR, CD 226 RR, CD 231RR, CD 234RR, CD 237RR, CD 238RR, CD 239RR, CD 241RR, CD

248RR, CD 249RR STS, CD 252 e CD/FAPA 220.

DU PONT DO BRASIL S/A: P98Y11.

EMBRAPA: BRS 133, BRS 184, BRS 185, BRS 213, BRS 216, BRS 230, BRS 232, BRS 243RR, BRS 245RR, BRS 246RR, BRS 247RR, BRS 255RR, BRS 257, BRS 258, BRS 259, BRS 260, BRS 262, BRS 268, BRS 282, BRS 283, BRS 284, BRS 294RR, BRS 295RR, BRS 316RR, BRS 317, BRS Estância RR, BRS Invernada, BRS Macota, BRS Taura RR, BRS Tertúlia RR, BRS Tordilha RR e Embrapa 48.

FEPAGRO: FEPAGRO 37RR.

FTS SEMENTES S.A: FTS MAMBORÊ RR e FTS MAUÁ RR.

FUNDACEP FECOTRIGO: FUNDACEP 53RR, FUNDACEP 55RR, FUNDACEP 57RR, FUNDACEP 58RR, FUNDACEP 60RR, FUNDACEP 61RR, FUNDACEP 62RR, FUNDACEP 64RR,

FUNDACEP 65RR e FUNDACEP 66RR.

LUIZ ALBERTO BENSO: Benso 1 RR.

MONSOY: BT3247M226, BT3247M288, BT3247M571, BT4227M083, BT4230M420, JB-101, M6009RR, M6707RR, M7210RR, M-SOY 2002, M-SOY 5942 e M-SOY 6101.

NIDERA SEMENTES LTDA: A 6411 RG, A 7321 RG, NA

5909 RG, NS 7100, NS5858, NS6262 e NS6636.

SYNGENTA SEEDS LTDA: NK 3363 , NK 412113, NK 7054 RR, NK 7059 RR, NK2561, SYN1059 RR, Syn1060ap, SYN3358 RR e SYN9053 RR.

TROPICAL MELHORAMENTO E GENÉTICA LTDA: TMG 1066 RR, TMG 1067 RR, TMG 4001RR e Tropical RR.

GRUPO III

BRASMAX GENÉTICA: FPS URANO RR.

DU PONT DO BRASIL S/A: 98Y30, P98R31, P98Y51 e P98Y70.

EMBRAPA: BRS 256RR e BRS 267.

FEPAGRO: FEPAGRO 36RR.

FUNDACEP FECOTRIGO: FUNDACEP 54RR e FUNDACEP 59RR.

NATURALLE AGRO MERCANTIL LTDA: NT12 e NT2. SYNGENTA SEEDS LTDA: NK 7074 RR, SYN9070 RR e SYN9074 RR.

1) Informações específicas sobre as cultivares indicadas devem ser obtidas junto aos respectivos obtentores/mantenedores.

2) Devem ser utilizadas no plantio sementes produzidas em conformidade com a legislação brasileira sobre sementes e mudas (Lei nº 10.711, de 5 de agosto de 2003, e Decreto nº 5.153, de 23 de agosto de 2004).

5. RELAÇÃO DOS MUNICÍPIOS APTOS AO CULTIVO E PERÍODOS INDICADOS PARA SEMEADURA


MUNICÍPIOS 

PERÍODOS DE SEMEADURA P 

ARA CUL
GRUPO I 

TIVARES DO 
  
SOLOS TIPO 1 

SOLOS TIPO 2 

SOLOS TIPO 3 

Abatiá 
  
28 a 36 

28 a 36 

Adrianópolis 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Agudos do Sul 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Almirante Tamandaré 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Altamira do Paraná 
  
28 a 36 

28 a 36 

Alto Paraíso 
    
28 a 36 

Alto Paraná 
  
28 a 33 

28 a 36 

Alto Piquiri 
  
28 a 33 

28 a 36 

Altônia 
    
28 a 36 

Alvorada do Sul 
  
28 a 33 

28 a 36 

Amaporã 
  
33 

28 a 36 

Ampére 
  
28 a 36 

28 a 36 

Anahy 
  
28 a 36 

28 a 36 

Andirá 
  
28 a 33 

28 a 36 

Ângulo 
  
28 a 33 

28 a 36 

Antonina 
  
28 a 36 

28 a 36 

Antônio Olinto 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Apucarana 
  
28 a 36 

28 a 36 




Arapongas 
  
28 a 36 

28 a 36 

Arapoti 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Arapuã 
  
28 a 36 

28 a 36 

Araruna 
  
28 a 33 

28 a 36 

Araucária 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Ariranha do Ivaí 
  
28 a 36 

28 a 36 

Assaí 
  
28 a 33 

28 a 36 

Assis Chateaubriand 
  
28 a 33 

28 a 36 

Astorga 
  
28 a 33 

28 a 36 

Atalaia 
  
28 a 33 

28 a 36 

Balsa Nova 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Bandeirantes 
  
28 a 33 

28 a 36 

Barbosa Ferraz 
  
28 a 33 

28 a 36 

Barra do Jacaré 
  
28 a 33 

28 a 36 

Barracão 
  
28 a 36 

28 a 36 

Bela Vista da Caroba 
  
28 a 36 

28 a 36 

Bela Vista do Paraíso 
  
28 a 33 

28 a 36 

Bituruna 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Boa Esperança 
  
28 a 33 

28 a 36 

Boa Esperança do Iguaçu 
  
28 a 36 

28 a 36 

Boa Ventura de São Roque 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Boa Vista da Aparecida 
  
28 a 36 

28 a 36 

Bocaiúva do Sul 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Bom Jesus do Sul 
  
28 a 36 

28 a 36 

Bom Sucesso 
  
28 a 33 

28 a 36 

Bom Sucesso do Sul 
  
28 a 36 

28 a 36 

Borrazópolis 
  
28 a 33 

28 a 36 

Braganey 
  
28 a 36 

28 a 36 

Brasilândia do Sul 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cafeara 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cafelândia 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cafezal do Sul 
  
28 a 33 

28 a 36 

Califórnia 
  
28 a 36 

28 a 36 

Cambará 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cambé 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cambira 
  
28 a 36 

28 a 36 

Campina da Lagoa 
  
28 a 36 

28 a 36 

Campina do Simão 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Campina Grande do Sul 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Campo Bonito 
  
28 a 36 

28 a 36 

Campo do Tenente 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Campo Largo 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Campo Magro 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Campo Mourão 
  
28 a 36 

28 a 36 

Cândido de Abreu 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Candói 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Cantagalo 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Capanema 
  
28 a 36 

28 a 36 

Capitão Leônidas Marques 
  
28 a 36 

28 a 36 

Carambeí 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Carlópolis 
  
28 a 36 

28 a 36 

Cascavel 
  
28 a 36 

28 a 36 

Castro 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Catanduvas 
  
28 a 36 

28 a 36 

Centenário do Sul 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cerro Azul 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Céu Azul 
  
28 a 36 

28 a 36 

Chopinzinho 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Cianorte 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cidade Gaúcha 
  
28 a 33 

28 a 36 

Clevelândia 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Colombo 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Colorado 
  
28 a 33 

28 a 36 

Congonhinhas 
  
28 a 36 

28 a 36 

Conselheiro Mairinck 
  
28 a 36 

28 a 36 

Contenda 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Corbélia 
  
28 a 36 

28 a 36 

Cornélio Procópio 
  
28 a 33 

28 a 36 

Coronel Domingos Soares 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Coronel Vivida 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Corumbataí do Sul 
  
28 a 36 

28 a 36 

Cruz Machado 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Cruzeiro do Iguaçu 
  
28 a 36 

28 a 36 

Cruzeiro do Oeste 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cruzeiro do Sul 
  
28 a 33 

28 a 36 

Cruzmaltina 
  
28 a 36 

28 a 36 

Curitiba 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Curiúva 
  
28 a 36 

28 a 36 

Diamante do Norte 
    
28 a 36 

Diamante do Sul 
  
28 a 36 

28 a 36 

Diamante D'Oeste 
  
28 a 33 

28 a 36 

Dois Vizinhos 
  
28 a 36 

28 a 36 

Douradina 
    
28 a 36 

Doutor Camargo 
  
28 a 33 

28 a 36 

Doutor Ulysses 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Enéas Marques 
  
28 a 36 

28 a 36 

Engenheiro Beltrão 
  
28 a 33 

28 a 36 

Entre Rios do Oeste 
  
28 a 33 

28 a 36 

Esperança Nova 
    
28 a 36 

Espigão Alto do Iguaçu 
  
28 a 36 

28 a 36 

Farol 
  
28 a 33 

28 a 36 

Faxinal 
  
28 a 36 

28 a 36 

Fazenda Rio Grande 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Fênix 
  
28 a 33 

28 a 36 

Fernandes Pinheiro 

30 a 36 

30 a 36 

30 a 36 

Figueira 
  
28 a 36 

28 a 36 

Flor da Serra do Sul 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Floraí 
  
28 a 33 

28 a 36 

Floresta 
  
28 a 33 

28 a 36 

Florestópolis 
  
28 a 33 

28 a 36 

Flórida 
  
28 a 33 

28 a 36 

Formosa do Oeste 
  
28 a 33 

28 a 36 

Foz do Iguaçu 
  
28 a 33 

28 a 36 

Foz do Jordão 

29 a 36 

29 a 36 

29 a 36 

Francisco Alves 
  
28 a 33 

28 a 36 

Francisco Beltrão 
  
28 a 36 

28 a 36