Página 40 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 21 de Dezembro de 1954

Diário Oficial da União
há 66 anos
Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

• CAPITULO VITI

DA CLASSIFICAÇÃO

Art. 40. A classificação será obtida pela totalização das médias alcançadas pelos candidatos nas diversas sezões.

Art. 41. Em caso de empate na totalização ias médias, a ordem de preferência será sucessivamente:

para o candidato que °Uivar a)

melhor resultado nas provas práticoorais:

dato que obtiver

b) para o candi

melhor resultado na prova escrita;

ara o candidato que tenha puc) p

blicado trabalhos científicos considevalor pela Comissão Examios (ff'

mina/1-1-a:

para o candidato militar;

d)

para o candidato mais idoso.

e)

Art. 42. O Diretor Geral de Sande da Marinha encaminhaá à Diretoria do P-ssoal da Armada a relacão

provados e claasifidos candidatos a

andes, na ordem rigorosa do merecimento anuracio arn concurso.

ublicidade da classi-Art. 42 A p

ficacão de que trata o art. 42, assim como os atos necessários para a nomeac n o dos candidatos aorovadcka na ordem ri nrosa do merecimento amarado no concurso, comnetem à Diretp-4 -p?sspal da Marinha

CAPITULO rx

DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 44. As nomeações para os preench i mentos das vagas existentes serão feitas na ordem da classificação dos candidatos, obedecendo as demais disposições em vigor.

Art. 45. Não serão permitidos recursos de qualquer espécie no c.p.so de exclusão dos candidatos por algum

e

dos motives constantes do art. 39 ruas letras.

Art. 46. O DOS tomará as necessárias providências para que os concursos se processem normalmenas presentes inste de acôrtio com

truções, assim como providenciará

ara mie não baia interrupção na p

eqüência dos exames, atrasos ou des

moras na realização e correção das provas.

Art. 47. Os concursos serão válidos até um ano depois de publicam4-das no Boletim do Ministério da

rinha as resn activas classificações.

Art. 48. Ficará efeito a no sem

rneacão do candidato que não se aoresentar dentro do prazo de trinta di as arió.s sua nomeacão."

Pará grafo único - No caso de uri nu main Médicos. Farmacê.uticos ou Cirureiões-Dentistas nomeados não se ap

resentarem, ser ão nomeados os que s e o

nirem na nrdem da classificacêo. Art. 49 Os casos omissos nestas vi arsosi e

Ões serão resolvidos nein Diretor

Geral de Saúde da Marinha. 4 entro da esfera de suas atribuições. ou Pelo Min i ntro da Marinha.

Art. 50 Acom panha as presentes Instruções uma súmula

dos reauisitos f i

ís cas rea-u/amentares para admissão

nfici

o i ntn

da ativa no Corno de Paúde (l'a

Marinha, que servirá de o

ori "m+a

gpra; para o -candidato.

giene, na Fisiologia, na Psicologia e na Especulação Médico-Cientifica. Cooperação do meteorologista e do médico na integração cósmo-psicoorgânica. Meteoropatia e Climatologia. Indivíduos normais e sensibilizados em face das condições otmosférima: organismo sãos; organismos sensíveis; organismos meloprágicos: organismos sensibilizados pela doença. Meteoropa tias. Estação Meteorológica e Laboratório de Meteoropatolcgia: boletim meteorológico diário; meteorograma mensal; estudos e pesquisas meteoro-clinièo-labbratoriais.

3. 0 ) Medicina Psico-Somática (Noções Gerais. Importância diagnostica e terapêutica em medicina como concepção unitária, evolutiva, nluridimensional e compreensiva do homem em

p

sua vida e ersonalidade, e na compreensão totalizada em seu modo de existir).

4• 0

) Doutrina ou Conceito do "Stress" ou da "Síndrome Geral de Adaptação (8.0.A.) e Enfermidades de Adaptação" (Generalidad"s e oefinições. Evolução histórica; Meia interno de Claude Bernard. 'Homenstasis" de Cannon e "Stress" de Selye. Conceito de "Sistema do Stresa" como sistema biológico unificado de base exp

erimental. Am plitude coma "teoria médica" e como "esnecialidade médica"; asneei/11172CM em Stress. Classificação de Bana SeIve das enfermidades de adaotacão por hiperfunção, disfuncão e hipof unção, primárias e secundárias).

5. 0) Doenças difusas do coláeeno (conceito. Sinonimia. Definições. Pr i ncip

ais entidades mórbidas do colá.geno).

6. 0) Hibernação artificial de Labor

it-Fuzuenant (Conceito. Sinomía. Denificõas. Fundamentos. Aplicação em Clinica, em Cirurgia e em Anestesia).

APARELHO CIRCULATÓRIO

PROVA PRÁTICO-ORAS.

1.°) Insuficiência cardíaca.

2.°) Cardiopatias valvulares cronicas (Afecções orovalvulares, especialmente Insuficiência ~fica e lor(ite; Insuficiência e Estenose Mitral -Doença Mitral.

3. 0 ) Cardite reumática.

4. 0

1 Miocardites e Miocard iSes (Conceito. Definições. Classificação geral). Estudo particular da Miocardite da Doenga de Chagas.

5.°) El

ndocardite barteriana (Especia lmente a Endocardite Bacteriana Sub-aguda) .

6. 0) Síndromes de Insuficiência coronária amda (Conceito patogênico: dip

rinuicão do débito coronário e aumento das necessidades miocániicas. Conceito anátomo-natológico; esclerose: trombose; embolia; espasmo. Conceito clinico-eletrofisioló

gico: a) "ang

ina de peito: b) "Infarto do tniocárdto": c) síndrome "intermédio ou intermediário", síndrome de 'injuria miocardica", síndrome de "esonernialesão", síndrome de insuficiência Cororariana aTuda inespecificadal -Estudo particular da An gina Pectoris e do Infarto do Miocardio.

7.°) Sífilis cárdio-vascular.

8.

0 ) Arteriosclerose.

9, 0

1 Doença cardiovascular hipertensiva -Hipertensão Arterial e

Cardiopatia Hipertensiva.

io. 0) Tromboambolismo (Conceito de tromboembolia, enfermidade ou

APARELHO RESPIRATORIO

Intova Palmo-ORAL

1.°) Bronquites (Aguda e crônica; primária e secundária ou sintomática; fibrinosa: bronquite fibrinosa ou plástica, fibrosa; bronquiolite fibrosa obli-Estudo particular da Bronterante).

quite Crônica,

quite Aguda e da Bron

2. 0) Asma.

Bronquiectasias (difusas e cir-3 0)

cunscritas; primárias e secundárias; congênites e adquiridas).

0

4. ) Pneumotorax (Conceito. Defi-Estudo

nições. Classificação geral).

particular do Pneumotorax Expontâneo.

50) Pneumonias (Conceito das inflamações pulmonares parenquimatosas unicèntricas ou pneumonias; das Inflamações pulmonares intersticiais interlobares e Interlobulares; e das enfermidades inflamatórias agudas destrutivas do parenquima pulmonar ou

e

abcesso e gangrena pulmonar. Tipos variedades etiológicas de pneumonia). Estudo particular da Pneumonia Franfilainotípica. cravai,

ca (pneumonia

ou sero-fibrinosp aguda).

sa

) Tuberculose pulmonar

6. 0

7.°) Câncer de pulmão (Especialmente; Câncer primário ou nrimitivo do pulmão).

APARELHO DIGESTIVO

PROVA PRÁTICO-ORAL

) Gastrites,

1. 0

2.°) Úlcera péptica. (Conceito de

LIceenfermidade sistemica: doença

rosa. Etiopatogenia: fator geral comtitucional-Psicogênico-metakólico e fator local neuro-vegetativo, neuro-secretor, neuro-muscular e neuro-vascular; teorias etiopatogênicas Relações com a Medicina Psico-^omática e com a Teoria Geral de 1.daptação. Classificação anatômica ou de sede). Estudo particular da Úlcera Péptica Gástro-Duodenal.

0

3. ) Câncer do estômago.

) Enterocolites (Conce:to. Defi-4. 0

&tudo parnições. Classificação) -ticular da Colo patia Muco-Are-min-anosa e da Colite Ulcerativa Inzspecifica-(Colite ulcerosa primária ou Colite da

ulcerosa grave).

6.°) - Esquistosomose intestinal.

Doença (4 c/a

Estudo particular

Manion-Piraji da Silva.

0

er (Ge-) - Tumores do Int

7.

neralidades. Classificação: neoplásmas benignos e malignzs do intestie do

o, do intestino giôsso

no delgael

Estudo particular do Carresto) -da Colon.

cinoma

0) - Hepatites e Hematoses 8.

de hepatite e hepat,ose. p

(Oonoei

Conceito de fibrose e cirr3se hepáticas. (3eneralidades. C1.-ssifi,;ticãa

particu-Estud)

e Estudo crítico) -- a Aguda

da Hepatite Infectua

lar

cio ANcess3

(hepatite por virus q,

HepCica.

Cirrose

Fígado, e da

0

) - Ictericias (Cla3sificae10 9.

Diagnóstico diferencial).

nicla0.)°)).)- Coleciatites (AgUda e

.1.1.°) Coletíase.

12.°) - Discinesias biliares (Conceito de idnocordenação 'notara do mecanismo oolectisto-enfi..cteriano. Importância dos métodos auxiliares nismos sensibilizados pela doença.

quite Aguda e da Bron

Meteoropa tias. Estação Meteorológica

e Laboratório de Meteoropatolcgia:

boletim meteorológico diário; meteorograma mensal; estudos e pesquisas

meteoro-clinièo-labbratoriais.

3. 0 ) Medicina Psico-Somática (Noções Gerais. Importância diagnostica

e terapêutica em medicina como concepção unitária, evolutiva, nluridimensional e compreensiva do homem em

p

sua vida e ersonalidade, e na compreensão totalizada em seu modo de

existir).

4• 0

) Doutrina ou Conceito do

"Stress" ou da "Síndrome Geral de

Adaptação (8.0.A.) e Enfermidades

de Adaptação" (Generalidad"s e oefinições. Evolução histórica; Meia interno de Claude Bernard. 'Homenstasis" de Cannon e "Stress" de Selye.

Conceito de "Sistema do Stresa" como

sistema biológico unificado de base

exp

erimental. Am plitude coma "teoria

médica" e como "esnecialidade médica"; asneei/11172CM em Stress. Classificação de Bana SeIve das enfermidades de adaotacão por hiperfunção,

disfuncão e hipof unção, primárias e

secundárias).

5. 0) Doenças difusas do coláeeno

(conceito. Sinonimia. Definições.

Pr i ncip

ais entidades mórbidas do

colá.geno).

6. 0) Hibernação artificial de Labor

it-Fuzuenant (Conceito. Sinomía.

Denificõas. Fundamentos. Aplicação

em Clinica, em Cirurgia e em

Anestesia).

APARELHO CIRCULATÓRIO

PROVA PRÁTICO-ORAS.

1.°) Insuficiência cardíaca.

2.°) Cardiopatias valvulares cronicas (Afecções orovalvulares, especialmente Insuficiência ~fica e lor(ite;

Insuficiência e Estenose Mitral -Doença Mitral.

3. 0 ) Cardite reumática.

4. 0

1 Miocardites e Miocard iSes

(Conceito. Definições. Classificação

geral). Estudo particular da Miocardite da Doenga de Chagas.

5.°) El

ndocardite barteriana (Especia lmente a Endocardite Bacteriana

Sub-aguda) .

6. 0) Síndromes de Insuficiência

coronária amda (Conceito patogênico:

dip

rinuicão do débito coronário e aumento das necessidades miocániicas.

Conceito anátomo-natológico; esclerose: trombose; embolia; espasmo. Conceito clinico-eletrofisioló

gico: a) "ang

ina de peito: b) "Infarto do tniocárdto": c) síndrome "intermédio ou intermediário", síndrome de 'injuria

miocardica", síndrome de "esonernialesão", síndrome de insuficiência Cororariana aTuda inespecificadal -Estudo particular da An gina Pectoris

e do Infarto do Miocardio.

7.°) Sífilis cárdio-vascular.

8.

0 ) Arteriosclerose.

9, 0

1 Doença cardiovascular hipertensiva -Hipertensão Arterial e

Cardiopatia Hipertensiva.

io. 0) Tromboambolismo (Conceito

de tromboembolia, enfermidade ou

doença tromboembólicti: predisposição.

condições especiais e sintomas de diaregulação geradora de tromboses e

embolias. Fisiopatologia da enfermidade tromboembólica. Importando, do

tromboembolismo na prevenção, no

diagnóstico precoce e tratamento das

tromboses e embolias). par-Estudo

ticular das Flebotroboses e Tromboflebit" Estudo particular da Oclusão

Axaudia_

quite Crônica,

quite Aguda e da Bron

2. 0) Asma.

Bronquiectasias (difusas e cir-3 0)

cunscritas; primárias e secundárias; congênites e adquiridas).

0

4. ) Pneumotorax (Conceito. Defi-Estudo

nições. Classificação geral).

particular do Pneumotorax Expontâneo.

50) Pneumonias (Conceito das inflamações pulmonares parenquimatosas unicèntricas ou pneumonias; das Inflamações pulmonares intersticiais interlobares e Interlobulares; e das enfermidades inflamatórias agudas destrutivas do parenquima pulmonar ou

e

abcesso e gangrena pulmonar. Tipos variedades etiológicas de pneumonia). Estudo particular da Pneumonia Franfilainotípica. cravai,

ca (pneumonia

ou sero-fibrinosp aguda).

sa

) Tuberculose pulmonar

6. 0

7.°) Câncer de pulmão (Especialmente; Câncer primário ou nrimitivo do pulmão).

APARELHO DIGESTIVO

PROVA PRÁTICO-ORAL

) Gastrites,

1. 0

2.°) Úlcera péptica. (Conceito de

LIceenfermidade sistemica: doença

rosa. Etiopatogenia: fator geral comtitucional-Psicogênico-metakólico e fator local neuro-vegetativo, neuro-secretor, neuro-muscular e neuro-vascular; teorias etiopatogênicas Relações com a Medicina Psico-^omática e com a Teoria Geral de 1.daptação. Classificação anatômica ou de sede). Estudo particular da Úlcera Péptica Gástro-Duodenal.

0

3. ) Câncer do estômago.

) Enterocolites (Conce:to. Defi-4. 0

&tudo parnições. Classificação) -ticular da Colo patia Muco-Are-min-anosa e da Colite Ulcerativa Inzspecifica-(Colite ulcerosa primária ou Colite da

ulcerosa grave).

6.°) - Esquistosomose intestinal.

Doença (4 c/a

Estudo particular

Manion-Piraji da Silva.

0

er (Ge-) - Tumores do Int

7.

neralidades. Classificação: neoplásmas benignos e malignzs do intestie do

o, do intestino giôsso

no delgael

Estudo particular do Carresto) -da Colon.

cinoma

0) - Hepatites e Hematoses 8.

de hepatite e hepat,ose. p

(Oonoei

Conceito de fibrose e cirr3se hepáticas. (3eneralidades. C1.-ssifi,;ticãa

particu-Estud)

e Estudo crítico) -- a Aguda

da Hepatite Infectua

lar

cio ANcess3

(hepatite por virus q,

HepCica.

Cirrose

Fígado, e da

0

) - Ictericias (Cla3sificae10 9.

Diagnóstico diferencial).

nicla0.)°)).)- Coleciatites (AgUda e

.1.1.°) Coletíase.

12.°) - Discinesias biliares (Conceito de idnocordenação 'notara do mecanismo oolectisto-enfi..cteriano. Importância dos métodos auxiliares de diagnóstico, laboratorial e radiológico, para o estudo e tratamento das ci!iscinesias biliares; a sondagem duodenal pelo método de Varebiliares.

la Lopez nas discinesias

Estudo particular da Colecistoatonia

visicular primiti-Primitiva (atonia

da Colecistoatonia S3cundárla va),

&a -(atonia vesicular secundária ou

Di57143111

atonica) I da

Chlefil R

pertânioat

Prove de

Nome:

N9 de Inscrição: Local:

Data:

Não escreva nesta parte

A)

Programa- de concurso (Medicina)

0

1. ) Programa atualizado, simplificado e visando esclarecer ou orientar o candidato, razão de ser da característica analítica do mesmo, destacando-se sob "grifo" ou sob aeferência expressa de "estudo particular" os pontos básicos da prova escrita e da prova prático-oral.

2.°) Programa para medicina geral, fora, pois, do critério de especialização. Programa, p

ortanto, limitado ao

âmbito dos assuntos médicos e cirúrgicos da medicina não estritamente especializada. Embora haja programa de clínica e programa de cirurgia, a obrigatoriedade de provas práticoorais independentes para êstes dois ramos gerais da medicina visa por em igualdade de condições ante o concurso os candidatos que porventura sejam clínicos ou cirurgiões.

"Programa para concurso de admissão

ao

vidro de Médicos do Corpo de &ia da Marinha".

CLINICA MÉDICA

I ' fiTAÇÃO E EXIGÊNCIAS DE ORDEM

GERAL

(Quando da argüição da prova prático-oral, além do concernente aos itens gerais espeoificados e ao caso 211,n1e0 concreto, poderá o .;undidato ser

arei:Tido

Ware questões que neste

prog

rama se acham rotuladas simplesmente como "

p

rova oral" ou sólare o

nue se enc

ntra intercalado entre parênteses,

q ue re

p

resantam tão sõmen-/e exiaências de c

n

nhecfmentos básicos, asnectos aton

i a d. nrob

l er

nas médicos, e

sclarecimentos necessários ou

simples orientação de estudo).

r _.. Na

p

rova p

rática, o candidato

deverá dis

p

or, com p

ossibilidade de

arei:deão ulterior, de conhecimentos de

emint é

cnica M

4d i

ca relativamen

te ao

caso clinico sorteado.

ri -Na prova ora

l

, o candidato

deverá dispor de base

para eventual

demo

nstracão, relativamente ao

caso

clinico sorteado, de conhecimento de:

l. 0)

Sernio

ênese e Clinica Propedêutica Médica,

2.0) Me

teoropatologia (Conceito de

sensibilidade meteórica, clç sensibilidade cósmica. de hi p

erestería cósmica,

da influência

p

atogénica das perturbacões meteorológicas ou meteorologia

médica ou clínica. O ambiente cósmico, o organismo e as relaeões entre

ambiente e o organismo. Mecanismo

de regulação

cós

mo-orrânica. Pattres

m

eteorológicos em meteoro-patologia.

a)

fatores cósmicos: radiação solar;

b)

fatores meteóricos ou atmosfÉricos

p

rboriamente ditos; temperatura, umidade, pressão barométrica, ventilação;

c)

fatores telúricos: ionização e radioatividade. Im

p

ortância dos fatOrea fiá-CO; da atannafara na Clínica.

na }11-Arteria1

de diagnóstico, laboratorial e radiodoença tromboembólicti: predisposição.

lógico, para o estudo e tratamento condições especiais e sintomas de diadas ci!iscinesias biliares; a sondaregulação geradora de tromboses e

gem duodenal pelo método de Vareembolias. Fisiopatologia da enfermibiliares.

la Lopez nas discinesias

dade tromboembólica. Importando, do

Estudo particular da Colecistoatonia tromboembolismo na prevenção, no

visicular primiti-Primitiva (atonia

diagnóstico precoce e tratamento das

da Colecistoatonia S3cundárla

tromboses e embolias). par- va),

Estudo

&a -(atonia vesicular secundária ou

ticular das Flebotroboses e Trombofle -Di57143111

atonica) I da

bit" Estudo particular da Oclusão Chlefil R

Axaudia_

pertânioat