Página 3 da Regular do Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina (DOM-SC) de 28 de Setembro de 2020

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

Agronômica

Prefeitura

AVISO DE PREGÃO 35/2020

Publicação Nº 2656398

Prefeitura Municipal de Agronômica – Santa Catarina AVISO DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 42/2020 PREGAO PRESENCIAL Nº PR 35/2020

Objeto: REGISTRO DE PREÇOS EXCLUSIVO PARA MICROEMPRESA, EMPRESA DE PEQUENO PORTE E MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL, PARA A AQUISIÇÃO PARCELADA DE PEÇAS E MÃO DE OBRA PARA MANUTENÇÃO DA FROTA DE MAQUINÁRIOS DO MUNICÍPIO DE AGRONÔMICA Abertura dos envelopes e sessão do pregão: 08/10/2020 às 08:00h. Local: Setor de Licitações da Prefeitura Municipal de Agronômica na Rua 7 de Setembro, 215, Centro. Local para a obtenção do edital: na Prefeitura, pelo e-mail: licitacao@agronomica.sc.gov.br ou pelo site www.agronomica.sc.gov.br. Maiores informações: 3542-0166. Agronômica-Santa Catarina, 28 de setembro de 2020. CESAR LUIZ CUNHA Prefeito

LC Nº 144/2020

Publicação Nº 2656316

LEI COMPLEMENTAR Nº 144/2020 DE 28 DE SETEMBRO DE 2020.

“Altera a redação da Lei Complementar 06/1999, que dispõe sobre a avaliação de desempenho, durante o estágio probatório, do servidor público municipal e outras providências”.

O Prefeito Municipal de Agronômica, Estado de Santa Catarina, faz saber a todos os habitantes deste município, que a Poder Legislativo Municipal aprovou, e eu sanciono a seguinte Lei Complementar.

Art. 1º O artigo da Lei Complementar Municipal n. 06/99 de 19 de outubro de 1999 passa a vigorar com a seguinte redação;

Artigo 4º - O processo de condução e avaliação do estágio probatório será realizado por dois servidores que possuam igual ou superior competência funcional, ou escolaridade ao servidor avaliado, e necessariamente pelo superior mediato e/ou imediato do Departamento ou Coordenadoria ou Fundos no qual compete realizar a avaliação dos servidores.

Art. 2º Fica acrescido o parágrafo primeiro, segundo e terceiro ao artigo da Lei Complementar Municipal n. 06/99 de 19 de outubro de 1999;

Parágrafo Primeiro. Compete a Comissão Processante do Estágio Probatório (CPEP) composta por três servidores estáveis do Poder Executivo Municipal a condução de todo o processo especialmente observar os prazos e as formalidades legais. Parágrafo Segundo – A Comissão do Estágio Probatório será designada por ato do Chefe do Poder Executivo Municipal. Parágrafo Segundo – A avaliação deverá ocorrer uma para cada período de doze meses após a nomeação do servidor, devendo ser enviada para Comissão Processante do Estágio Probatório (CPEP) sendo resultado final a média aritmética simples por critério de avaliação, das três avaliações efetuadas.

Art. 3º O artigo 5º e o parágrafo quarto da Lei Complementar Municipal n. 06/99 de 19 de outubro de 1999 passa a vigorar com a seguinte redação;

Artigo 5º - Compete a Comissão Processante do Estágio Probatório (CPEP) após a realização das três avaliações, relatar ao Chefe do Poder Executivo no prazo de até 120 (cento e vinte dias) um relatório contendo a média final alcançada após o termino do estágio probatório de cada servidor. […] Parágrafo quarto – Caberá Comissão Processante do Estágio Probatório (CPEP), após cada avaliação enviar ao servidor a nota recebida, podendo no prazo de dez dias contados do recebimento, apresentar pedido de revisão enviada para Comissão Processante do Estágio Probatório (CPEP) devendo tal requerimento apresentar justificáveis para embasar uma revisão.

Art. 4º O artigo 6º e da Lei Complementar Municipal n. 06/99 de 19 de outubro de 1999 passa a vigorar com a seguinte redação;

Artigo 6º - Recebido o pedido de revisão, a Comissão Processante do Estágio Probatório (CPEP) caso entenda que a justificava apresentada é plausível, deverá enviar ao Chefe do Poder Executivo, no qual deverá designará dois servidores e o superior hierárquico no qual o servidor esteja lotado, para que revise ou ratifique a avaliação realizada anteriormente.