Página 84 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 30 de Abril de 1980

Diário Oficial da União
há 39 anos

cos relativos-ao Tratado de Itaipu, o Presidente da 'República

do

Paragfiai,_Excelentisaaimo Senhor General de Exército, Dom Alfredo Stroessner, resolveu confirmar por um novo período os membros paragualds

: da Diretoria Executiva da Entidade Binacional /tãipu, designados, pelo

Decreto fi9 3.-654, de 8 de maio de 1974.

Assim, para o quinquênio de 17 de maio de 1979 a 17 de maio de 1984, aquele órgão superior da administração da Itaipu apresenta-a- seguinte constituição:

José Costa Cavalcanti

Mdretor Geral

John Reginald Cottim

Diretor Técnico

Moaolrr Teixeira

Diretor -Financeiro

Paulo José Nogueira da Cunha

Diretor Jurídico Adjufito

Aluisio Guimgrães.Mendes

Diretor Administrativo Adjunto

Cássio. de- Paula Freitas

Diretor de Coordenação Adjünto

Em solenidade levada a

Enzo Debernardi

Diretor Geral Adjunto

Hans Wilhelm Krauch

Diretor Técnico Adjunto

Fidenció Juán Tardivo

Diretor Financeiro Adjunto

Antonio Colmán Rodriguez

Diretor Jurídico

' Victorino Vega Giménez

Diretor Administrativo

-Carlos Alberto Facetti

Diretor de Coordenação

efeito no próprio canteiro de obras da- central hidrelétrica de- Itaipu, teve lugar, a 17 de maio de 1979, a assinatura do termo de posse, pelos diretores brasileiros e paraguaios, do novo mandato no qual foram investidos pelos respectivos Governos, com a presença de autorida des ministeriais dos Governos do Brasil e do Paraguai, bem

dos membros dó Conselho de Administração da Entidade Si cone,

nacional.

A mencionada: solenidade revestiu-se de especial im portãncia, porque, também naquela oportunidade, pela primeira

durante a execução das obras civis dã central hidrelétrivez,,

ca, atingiu-se em- um trecho da barragem lateral direita, a ai tura -do. coroamento da barragem de concreto, isto é, cota 225 metros.

0-General Jose Costa Cavalcanti e o Eng9 Enzo Debernardi assinam no canteiro de obras da Central hidrelétrica de, Itaipu o termo de posse ao assumirem novo mandato na Diretoria Executiva da Entidade Binacional.

X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X

Pela primeira vez, na fase de construção da central hidrelétrica de Itaipu, a. 17 de maio de 1979, quinto aniversáda Entidade Binacional, foi atingida a cota de coroamento rio

acima

prevista para a barragem (225 metros). A fotografia

que

flagrante do acontecimento no momento em

proporcióna um

o Mâretor Geral e o Diretor Geral Adjunto se deslocavam em ele

da barragem lateral di

vador -especial para o topo dos blocos

reita onde a concretagem atingira a cota de coroamento.

Flagrante fotográfico da colocação simbólica da

time caçamba de concreto pelo Diretor _Geral e Diretor Geral Adjunto da Itaipu, num

dos

taocos da barragem lateral direi -ta, üó

17 de maio de 1979, concretizando g coroamento da Odta_225.

2. PRINCIPATS REALIZAÇõES NO EXERCICIO

X-X-X-X-X-X-X-X-X-X

2.1 -Engenharia do projeto

Os trabalhos relativos a

engenharia do projeto. atingi-. .

-ram durante o exercício de 1979 especial intensidade, devi

do ã convergência de fatores que obrigaram a uma aceleração e antecipação do preparo de desenhos para construção.

Contribuiram marcadamente nesse sentido, por um lado a ocorrência de una sucessão de eventos favoráveis que

re -_

sultaram no adiantament_ lo.cronograma das obras civis e, por outro, a decisão de se

montar,siMultaneamente,em cada

margem, as unidades de 50. e -60 Hz, conforme assinalado na

introdução deste Relatório.

Acrescente-se ainda a necessidade de se prepararem es pecificações para as inúmeras. licitações de equipamentos eletromecânicos, que começam a atingir sua fase mais inten sa - a análise de-propostas de fornecimento e aprovação de desenhos de fabricação.

Contudo, com a colaboração da firma coordenadora á das projetistas, assim como

dos Consultores espeCiais,• foi

poesivel atender a esse volume excepcional -de. trabalho

posto pela antecipação do cronograma da construçãO.'

Com a assinatura do Acordo de Cooperação Técnico-Opera tiva entre os Aproveitamentos-Bidrelétrioos-de Italian e ,e3 projetado na zbna de Corpos, em 19 de outubro de 1079, entre os Governos do Brasil, da Argentina e-dorParaguai, fixou-se, definitivamente, o procedimento-a ser seguido no enchimento do reservatório -de Itaipu, como que ficou solu cionado o último problema básico do projeto ainda- caren0 de-definição.

-Quanto ao desenvolvimento dos trabalhos de engenharia de projeto propriamente ditos, cumpre- assinalar-, além das atividades já citadas, os estudos efetuados _relativos aos aspectos arquitetõnicos é de acabamento da casa de força, os quais, considerando-se a complexidade estrutural dessa parte da central hidrelarica,mereceram atenção especial e culminaram com uma solução digna da grandiosidade do empre endimento.

Por outro lado, tiveram prosseguimento os diversos estudos em modelo reduzido hidráulico, no Centro de Hídráuli ca Professor Parigot de Souza, da Universidade Federal do Estado do Paraná, erasil (CEHPAR)., e estrutural, no Instituto de Pesquisas Tecnolõgicas do Estado de São Paulo, Era sil (IPT) e Istituto Sperimentale Modelle e Struture, Itã

lia CISMES), deles resultando importantes definições do projeto.

Foi completado o modelo hidráulico, construído no canteiro de obras, o que possibilitou o inicio do programa de ensaios estabelecido.

. -Alem de uma reunião do quadro completo dos consultores civis de Itaipu, foram realizadas reuniões parciais sobre assuntos específicos, com a participação dos Confultores respectivos.