Página 68 da Poder Executivo do Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 31 de Agosto de 1956

ANO. LXVI **-* NY 195-..SF.XTAT 1956.

PARADO QUE PERDERAO OPORTUNIDADE SE

DISCUTIDOS NESTAS 24 OU 48 HORAS

O ALIMENTO-E DE TAL NATUREZA QUE NAO

EXTREMA URGENCIA S, EXA. QUE VA A FONTE

RL . 31

NAO FOREM

IMPLICA EM

DAS ACUSACOES

QUE AS TRAGA A PLENARIO E EXIJA DA CAMARA, ENTAO, COM

MGCAP PROVIDENCIAS DE CARATER POSITIVO

TODOS EA REQUERIMENTOS QUE ESTAO SBRE A MESA, COM

ME CARATER, R RTO.DE EXTREMA URGENCIA DE FATO, O SR.

PRESIDENTE TERA DE USAR DESEU DIREITO REGIMEN DE NAO

REALMENTE REQUERIMENTOS DE URGANCIA, COMO A

MAIORIA DOA QUE. USURO BRE A MESA, QUE CONSTAM DA PAUTA

DA ORDEM DO DIA E, INCLUSIVE, ¿STE DO NOBRE VEREADOR

PATRIO DE TARSO -

O SE. PAULO DE TARSO (PELA ORDEM) - SR.

PRESIDENTE, STA. VEREADORES, O REGIMENTO DESTA CAMARA NAO

PR'EVE GRADACAO NO REGIME DE UGENCIA POR OUTRAS

PALAVROS: SE UM NUMERO ELEVADO DE EQUIAPMENTOS DE

URGENCIA E APRESENTADO IL CONSIDERACAO DA CA*, AQUELES MATS

URGENTES PODEM FICAR PREJUDICADOS, PERDENDO, ASSIM, SUA

OPORTUNIDADE *, SR. PRESIDENTE, O QUE ESTA ACONTECENDO

NA CAMARA DEZENAS DE REQUERIMENTE DE M ENCIA

AGUARDAM DISENDO E VOTACAO E E BOM PROVAVEL QUE, QUANTO

ESTES REQUERIMENTOS VIEREM A DISETE JA TENHAM

PERDIDO SUA OPORTUNIDADE ADJUNTOS DE M MA GRAVIDADE, COMO

RQUEIE REFERENTE A ACUSACAO DE QUE VEM, SENDO FEITA AC

SR. PREFEITO, DA PRATICA DO ESTELIONATO, JUNTAMENTE COM

O DEPUTADO FEDERAL DANTON COELHO

O SR. PRESIDENTE * NOBRE VEREADOR, QUAL E A

SUA QUESTAO DE ORDEM?

O SR. PAULO DE TAR A QUESTAO DE ORDEM E

A SEGUINTE: BA MUITOS REQUEMENTO DE URGENCIA

AGUARDANDO DISCASTE MUITOS DELES, SE NAO ENTRAREM

IMEDIATAMENTE EM DISCUSSAO E VOTACAO, PERDERAO SUA

OPORTUNIDADE, COMO AQUELE POR MIM APRESENTADO QUE PEDE

INFORMACO AO SR. PREFEITO SOBRE A ACUACAO DE ESTELIONATO DE

QUE ESTA SENDO VITIMA E QUE, NA VERDADE, E UMA PECHA

QUE" ATINGE TODOS AQUELES QUE, * TENDO RESPONSABILIDADE

I LITICA NO* MUßI'CIPIO DE SAO PAULO, PERMANECEREM

INDIFERENTES -

PECO A V: EXA:, LEVANTANDO ESTA QUETAO DE ORDEM,

QUE ESTABELECA UMA GRADACAO NA URGENT DANDO

PREFERENCIA A ESTE REQUERIMEÑTO, PORQUE NAO PODEMOS DEIXAR

DE DAR UMA SATISFACAO A OPINIAO PUBLICA DE SLO PAUTO SE

O SR. PREFEITO RESPONDER SATISFATORIAMENTE AO PEDIDO DE

INFORMACOE AQUI ESTAREI PARA DIZE-LO; SE, AO CONTRARIO,

NA0 O FIZER, AQUI TAMBEM ESTAREI PARA DIZER AO POVO DE

SAO PAULO QUE. DESGRACADAMENTE, ELE TEM UM PREFEITO

ESTELIONATARIO PROPONDO PUIS, QUE ENTRE EM DISENSSAO ESTE

REFERMENTE ANTES DOS OUTROE

O SLT , PRESTESMENTE QUANTO AOS REQUERIMENTOS

DE URGECIA A NEIDENEIA OS SUBMETE A APRECIACAO DA

CAABA E E *TA "QUEM LHES DA O CARAI DE URGENCIA, E NAO

O PRESMEÑTE. NESSAS CONDTANTES NAO PODE TAMBEM A

PRESIDENCIA CERCEAR O DECREJTO DE DISCUSSAO, AOE VEREADORES

S¿BRE OS REQUERIMENTOS APRESENTADOS PODE O NOBRE

VEREADOR-PT DE TAR CONSIDERAR, PROSSIVELMENTE O SR.

PREFEITO UM ESTELIONATARIO EMPRESTANDO AO SEU

REQUERIMENTO UM EMCARATER DE EXTREMA URGENCIA ENTRETANTO, O

PRESIDENTE NAO PODE EXAMINAR OS REQUERIMENTO SOB ESSE

PMMA A NAO SER SOB AQUELA SERENIDADE QUE E PECNIIAR

AOE QUE EXERCEM TAL FUNETES A PRESDENCLA CONSERVA A

PRAXE QUE ATE AQUI TEM SIDO OBSERVADA

O SE. PAULO DE TARSO (PELA O LEM) *R.

/ --

PRE*DENTE, INICIALMENTE DEVO DIZER QUE NENHURA ACM-SAO

FOI REITA A PRESLEI QUANDO TI* FRANCLA A

ACUSACAO DE:QUE VEM SENDO ALVO O SR. PREFEITO, V. EXA.

IMEDIATAMENTE PERGUNTOU: «QUALE QUAETAO DE ORDEM DE

V. E**** ANTES, MORELIN EU HAVIA - PONDERADO A

CONVENENCIA DE SE ESTABELECE URA GRADACAO ENTRE OS

REQUERIMENT DE URGENCIA, LLARA QUE MUIT DELES NAO PERCAM

A OPORTUNDADE POR ESTAR NA PRENOCAO D* QUE V. EXA.

EMBORA POR MULTO RAZOAVEL POR ESTAR ATENDENDO

NOBRE COLEGA CORYNTHO BALDOINO - NAO HAVIA OUVIDO ESTA

PARTE DA MINHA EXPCA FOI QUE EU DISSE QUE JA HAVIA

LEVANTADO A QUETAO DE ORDEM

QUANTO A AFIRMACAO DE V. EXA., *. PRESIDENTE, DE

QUE CONSIDERO ESTELIONATARIO O SR. PREFEITO, DEVO DIZER QUE

AINDA NAO O CONSIDERO EU DISSE, QUE, SE AS INFORMACOES

DE 8. EXA. FOREM SATISFARAS ANUU ESTAREI PARA

AFIRMAR QUE ELE E INOCENTE DA ACUSACAO QUE LHE FAZEM; MAS

QUE SE E US IN(ORMACOES NAO FOREM SATLMATORLAS EU DIREI

QUE O SR. PREFEITO E E. LIONATARLO.

*L NOEIO HOUVE INUMACAO NENHMA CONTRA A

PRESIDENCEE MAS ATENTNDO QUE ESTE REQUERIMENTO DEVE SER

DIFLUIDO IMEDIATAMENTE, PORQUE DO CONTARIO ESTAREMOS

SUBESTIMANDO A IMPRTANCIA DA SATISFACAO QUE DEVEM DAR

/T OPILIAO PUBLICA DE SAO PAUTO

O SE. PRESIDENTE A SEGUNDA QUESTAO DE ORDEM

DO FIEBRE VEREADOR PATRIO DE TA O, NAO E URA QUETAO

DE ORDEM -

VAMOS *R A LEITURA DO EPEDIENTE.

EXPEDIENTE

OFICIO .DA COOPERATIVA AGRICOLA DE COTIA,

AGRADECENDO VOTO DE PERAR PELO FALECIMENTO DE SEU

DIRETORPRESIDENTE DR. MANOEL CARLOS FERRAZ DE ALMEIDA,

E' LIDE, COMISERADO OBJE.*O DE DELIBERAC E ENVIADO

AS COMISSOES DE JWCA DE INTERLA E COMERCIO E DE

FINANCAS E ORCAMENT O SEGINTE

PROJETO DE LEI N. 235-M

A CAM A MUCIPAL DE SLO PAUO DECRETA:

ARTIGO 1.O - PICA EXPENDE PROIBIDA A

LOCALIZARIAO SE VENDEDORES AMBULANTES NAS VIAS E LOGRADOURO

POUCOS SITUADOS NA L.A SUBDIVISAO DA ZONA URBANA DO

MUNICIPIO,' PREVISTA NO ARTIGO 105*7 DE 77 DE ABRIL DE 1936.

PARAFO 1.O ---..A PROIBICAO A QUE SE REERGA O ARTIGO I .0E EXTENCIVA AOE OGRADOURO SITUAD EM FRENTE AS

FERROVIARIAS RODOVIARIAS E AEROPORTOS

ARTIPARAGRAFO 2.0 ESTENDEM-SE AS DETERMINAES DO

AMGGO I.O A ZONA CENTRAL DA SUB-PREFEITURA DE SANTO

A TIGO 2.O OS INFRA DA PREÆNTE LEI FICAM

SULEI_TGS A. MULTA DE.L . 500,00 A 0RS 5.000,00, ALEM DE

APREA OAS MERECDORES E OBJETOS LIGADOS AO SEU COMMERCIO

ART.IGO.3.O COMMPETA A SECRETARIA DE FINANCAS IT

EXECUCAO AA PRESENTE LEI.

ARTIGO 4.0 ESTA LEI ENTRARA *.,N VIGOR NA DATA DE

SUA PUBLICACAO, REVOGADAS AS DISPO OES EM CONTRARIO

SALA DAS SESSOES, 29 DE AGORTO DE 1956. MAYER FLH

HAPLO HENRIQUE, JARBAS TUPENAMBA ANNES LAMBERGA

EGITO DARLIO DE LORENZO, ARCHIMEDE ][,AMMOGLIA, LIBIO

FITTIPALD HERMNIO KENTE SCALAMANDRE JUNIOR, ANCONA

*, KUBEIN. DO .AMORF_. MARCOS MELEGA, HELENA

JUNP. APOZEMO - PAULO DE T RSO - ALTIMAR DE

LIMA, WILLIAM SAIREM TARCILHO BERNARDO, ( ORYNTHO

BALDOONO _MODESTO GUGLIELMI, MARLO TELLES, MANTEHO DE

CARCAMO RMA MARCHEL E FERREIRO CAML ANHA.

JASTIFLCACI TO PATRIO ESTA SE TORRANDO UMA

CIDADE FEIA E SUJA, FO SEU ASPECTO COMERCIAL, COM A

EXISENCIA NAS RUAS E PRATA DO CENTRO DA CIDADE, DO

CHAMACO "COMERCIO AMBULANTE PERMANENTE", QUE A TITULO

PRECANTO E EM CARATER EXPERIMENTAL VEM SENDO PERMTIDO E

TOLERADO HA MUIT MESES, PELA AUTORIDADE EXECUTIVA

A MEDIDA ORA PROPORTA SE IMPOE, A FIM DE PORM

T,M PRAEIRO NC. EXC. E PERMITIRMOS QUE AS V AS

PUSERAM PARA USO DO POVO -

A CIDADE CRESCE DEMANEIRA AUTAORA E AS VIAS JA

PAGINA 68

ILUSAO E CONSTITUI UM DESFALQUE A BOLSA DO ADQUIRENTE

.

ACABA SENDO LESADO, CERTO DE ESTA Q UMA

QUE

MERCADORIA DE LEI.

A MEDIDA, PELO QUE TEMOS NOTICIA, E CONFFORME

DEMONSTRAREMOS VEM PREOCUPANDO ES CHEFES DO PODER

EXECUTIVO DESDE 1898.

POR MEIO DE DECRETOS TEM PROCURADO O EXECUTIVO

GADORES; 4*) - 4041 SOBREDEPROLCAO 1951,

4256 DE 1952,

PARA COLOCACAO DE MERCADORIAS,

1954, SOBRE CONCORRENCIA BANCAS

* COMO AFIRMAMOS, NENHUMA

AMBULANTE

A SEGUIR, ENUMERAREMOS OS DE ETE PASSEIO PUBLICO

4447 DE

USO

ETCA DE JOMAL E 6) ..

TORATT DO COMERCIO

AT, S, DECRETOS-LEIS,

PORTRIA E DECRETOS, SOBRE O COMERCIO AMBO]ANTE,

1898 PARA CA:

ATES

NS. - 28 - 5 * 1679 - 45 - 303 -

ANOS 1898 18991921 J*931

DECRETOS-LEIS

NS. 256 --381 E 347.

ANOS 1944 - 1946 E 1946.

DECRETOS

- 22(;6 22.*; - 2319 2319 * 2748

2201 2228

NS. 39*/6 2188 2201

2340

-- *.594 20-*4 23*71 ** 2501

DE 1956.

ANOS ANOS

SEGUINTES: 53 53

REPECITVAMENTE DOS

- 53 --

953 - * * 53 * 53 - 53

*

RESUMINDO

PORTARIAS 1 (UM):

DEC.-LEIS - 3 - ITRE

ATOO - 77 - SETE

DECRETOS 20 - VINTE

TOTAL 31 (TRINTA E UM).

A IM NDO, ESPERO QUE A CASA ACEITE

DESDE

822 E 1115

-1932 19**5

2T95 2547

2*238 2246

-*TE MEU

DECRETOS

- 22(;6 22.*;

NS. 39*/6 2188

2340

-- *.594 20-*4 23*71

DE 1956.

REPECITVAMENTE DOS 953 - * * 53 * 53

*

RESUMINDO

2T95 2547

2319 2319 * 2748

2*238 2246 2201 2228

2201

-** 2501

ANOS ANOS

SEGUINTES: 53 53

- 53 --

- 53

*

RESUMINDO

PORTARIAS

DEC.-LEIS -ATOO - 77 - 1 (UM):

3 - ITRE

SETE

.

' O. *-O F',1 C. -,'-* - - ===':-

SAO POIADO (AF ZIDOI UUIDE. DO BR.A)

*

N. 1.I51, DE 7.DE JULHO DE 1*6, E AUDA 1* L* E A*.

POSITIVOS RENTARES POSTINOR TINHA POR FHN FIZ

ENLUVAR A FORMACAO DE AREAS VERDECE NO PERIMETRO URBANO,

E €ONSEQUENTEMENTE, AMENIZAR O ASPECTO PAISAG DA

CAPITAL

ENTRETANTO,-ABSLUTAMENTE *M LEVAR EM CONTA TAL

PALIDADE A LEI N. 4.688, DE 26-5-55, QUE SE PRETENDE

REVOGAR, REVOGOU A FACULDADE DE ISENCAO CONCEDIDA PELO PO-.,

.

DER MUNICIPAL .

ARGUMENTA-SE NA EPOCA, QUE A PROVIDENCIA NAO HAVIS

ATHICO O OBJETIVO PREVISTO, POIS OA ESPAC , AREZADOS

QUE ENTAO APARECERAM TIVERAM *I* PRECARIA, DUR

CAO EFEMERA

ISTO ABSOLUTAMENTE NAU PROCEDE E, MESMO SE

PRECED

ESSE, APENAS PARA ARGUMENTAR, EM NADA OB UOS EFEL.

A*RS DA LEI,.POIS.PA.RO OS Q.UE CUIDASSEM DA PRESERVACAO DAS

EAS .VERSES. FARJA A SENCAO PREVISTA NA LEI; PARA OS

QUE NAO SE RESSAEM NAO RESTART OUTRO RECURSO

SENAO PAGAR O TRIBUT VE-SE, PORTANTO, COMO ERA CALCULO-A

O ARGUMENTO APRESENTADO NA EPOCA . -

ASSIM SENDO, PASMAMOS 2 ANOS DA REVOGACAO DAQUEL*

FACULDADE DE NCAO QUE O PODER MUNICIPAL ONCEDIDA

VERIFICA-SE QUE SE POUCOS SE INTERE,. AVAM NA EPOCA, COMO

VE ADEGAVA ATUALMENTE, RARISSIMAS OU QUASE NINGUEM, SE

INTERESSAVA NA REFERIDA FORRACAO DE AREAS VERDES ENFIM

CABE AO MUNICIPIO DAR O EXEMPLO E O AAPARO. O ARTL

TENDO O AMPARO E O EXEMPLO, MAIS LAFUENTE

LABORARA NO SANTIDO DO BEM COMUM, QUE E O QUE DEVEM CO,

MPRE TER EM MIRA. COMO PRINCIPAL OBJETIVO

ALEM DI SO, ZELAR .LA SAUDE P11BLICA *E PELA ESTETICA

E UM DEVER DO MUNICIPIO, CONSAGRADO PELA LEI ORGAMICA

DOS QUE E A SUA CARTA MAGNA

MUCILO

DESSA FORRA, UMA VEZ QUE A LEI QUE SE DESEJA

REVOGAR NAO ATINGIU A ST/A FINALIDADE E BEM ASS M, O QU*

NINGUEM CONTESTARA, A PRESERVACAO DAS EAS VEDES * O.

INCENTIVO A FORMACAO DE NOVAS AREAS AMENDOLARA O ASPECTO:

PAISAGISTICO DA CIDADE, BEM COMO CONTRIBUIRA PARA A

PURIFICACAO DA ATMOSFERA TAO CARREGADA, NESTA CIDADE

TTPLCAMEN INDNSB LAL, E QUE PROPONHO A SUA REVOGACAO

SAO EUDOS CONSIDEDOS OBJETO DE DELLIBERATO

ENVIASSE

DOS AS COES DE JUSTICA, DE ASANTOS LIGADOS AO

SERVIDOR PUBLICO E DE FJNANCU E ORCAMENTO O. SEGUINTES:

PROJETO DE I.,EI 1*. 2377-56

A CAMRA MUICIPAL DE 8LO PAULO DECRETA:

ARTIGO 1.O COMPUTAR-SE-A, COMO DE EFETIO

EX EJCIO, PARA EFEITOS DE INDISPONIBLLIDADE E APOSENTADORIA, O

TEMPO EM QUE O SERVIDOR ESTEVE OU E VER AFASTADO NO

SRVICO PUBLICO MNICIPAL EM VIRTUDE .DE LCENCA PARA

GMAENTO DE SUDE

.G.O 2:0 ESTA.LEI ENTRAß -

SUA PUMLC WAO, DISPERCO EM 'VIGOR NA DATT DE

REVOGAS AS EM ONTRARIA

*A AAS *I*;, 29 DE

MARENES

, PRO

DE

A CAMARA MUNICIPAL DE

A, ARTIGO I.O - AO SERVIDOR AGOSTO DE1966 SEB A

*

LEI N. 238-56

SAO PAU DECRETA:

PUBLICO MMACTPAL,. LAR-M,,

AO. NUMPO O TEMPO AE SCRICO MTA

_P - _LADO PARA TOD OS. CFTE . GAIS, COMO TEMPO DE SEM

OBD OE. OU CONTAEMENTA PRESTADO A* M PORCAS ARMADAS

EM QUALQUER EPOCA

RA -* M UM. PARA OE. EF_ET DESTO LEI,

CONSTDO COMO AE SERNIO *0 AS FORCAS ASSUADA *.

TEMPO EM .QUE TIVER FCANDO *O SERVIDOR MA M

NAARE NOS CENTROS NUCLEOS DE PREPARACAO DEÕI --AL ALS

RESERVA, SOB REGIME OU

DA. DEVO CONTINUO DE LNSTU OTROPA.A* C

O* E ß.O NO CORPO DE

SUA _.A OE. O** ETA LE* ENTRARA EM VIGOR NA DATA E* DE

SALA DAS SESSOES, AS DISPOSICOE EM CONTRARIO

MM'€OMDEZ. 29 DE AGOSTO DE 1966 - EBULI

E' LIDO, COMISERADO *

AS COMISSOES * DE URBANISMO, OBRAS

DE JUSTICA OBJETO DE E NAVLA

L IBLLEOS O SE*: E SERVICOM

PROJETO

A OA.MARA MUNICIPAL DE DE SAO LEI PAULA LI. 239-55 DECRETA:

RIZGO ** **- ** APNCCVE A AREA COMPREENDIDA - ENTRE

.**Y* A A U PE OPM9. AGGUIDA MORA, RUA *PU*

.

*..* *A* DO DECAPO NO CORPO DO ARTIGO 40. D* E/RUS

CONALGO *E TMRS ** ** **

PARAGRAFO UNICO - 86 SE PERMITIRAO, NESSE LOCAL BI.

_._ - ..' C E.OMAXMO AE *OM PAVIMENTOS* RECUO

MT _M_Oß_E.6 (EES).METR.OO EM RECCO AO ENTO DA

WM* PTTOUCAA, APHCANOO-SE * * IOI - E AFLE O .A.A.A.A.A.A.A.A.A TO NO CODIGO DE OBRAS, ARRUGO */'/6, ALINEAS E ARH

GRA Oß -'--=

PRESENTE LEI ENTRARA EM VIGOR VIGOR NA NA DAT* DAT*

ARTIGOP A .

D SUA SUA REVOGADAS REVOGADAS AS AS DISPOSICOES EM CONTRARO

SALA DAS SESSOES 29 DE AGOSTO DE L956, MACR FLB

. MR * BERNARDO TEIGEBA-PHDE.

.

E

SAO DEPACHO

AS SEGINTES:

ICACIO N. 3430-55. *

. MR * BERNARDO TEIGEBA-PHDE.

.

E

SAO DEPACHO

AS SEGINTES:

ICACIO N. 3430-55. *

INDICO /* OMISAO * DE EDUCACAO E CUTURA

DE O NOME DA JORNALISTA SYLVIA MENDES CAJADO

, L. .,D°£ACD SERVICOO TADS PARA

QUE

A UMA RUA

AO MAGIA :*,Y. R,=U ., C CRCVU.AM,OA. AS NMCS FRE RASPER,ORA

XEUP.X CO JSM DECARLO NOS MANAJOS I*O BENTO, FRA/

C**BRASILCH-O, PIRATININGA STONA E RIO BRANCO CMO JOR

,+,LA_ .M: EM.NUM TROAMOS PUBLICAD TENDO, COM

TA,T9 SEU P ACADES CAJADO FTLUDADK), EM 1938, A

ROU UNA OJE*, QUE SE TORNOP LOGO OSNEIDA MM

FE** CROSS CE *AO X AMO, COMO" ORGAO DA H' TELECTUALLDADØ BRASILEIRA,

NALCEU EM LOCALM A 2 DE NOVEMBRO DE 18.*, TENDO

FALECIDO NESTA CAPITAL A 5 DE FEVEREIRO DE 1953.

BIBLIOGRAFIA

*.AUVIC . TLS** ,ANNIE VLVANTL, TRAD 1921; *A

CHA. POR

VE AE VIARO / POR JASHIEL HANNE TRAD PALVRAS D* U.M REDIVIVO JACQUES ARNOUX TRAD "TORRENTE

BISMARIA , POR B.LIZARD TRAD.; TOUS RESENFELD TRAD "ASAS DO DESTINO", PAT"

ILUSOES PERDIDAS POR ONORE DO

PAA TRAD ".C.ARPVA _ DE DE .IN " POR JO MTEEE

*-*.; *A VER AUEWA_T ,NSSTA SOVIETICA DAVID J.

*M*, RAD.; ESTRANHAS PETICOES ,PRATICAS POR DA LIA

E

GRA, * POR W..FIE!DIN.G, TRAD *A VIDA DE MAZZINI*, PAT"

U. "COMO TERN, TRALLI U HEI DAVID", POR CLADYS SMITH, RAD.;

MEU PAI * VIA", POR ELLIOT ROOSEVELT, TRAD *O

GRANULEX AMOR DE CASS DERLANE *, POR RELATR LEW

TRAD "VENDEDORA DE ROMANCE", POR JENN AMES, TRAI

RETRATO PMDB N,U*, ESPOPOR GERSET CH . SMORGAN, TRAD *0

VEU ;, POR VAUGHAM TRAD *OS BONS COMPANHEIROS 3. B. PRISLE TRAD "DESVIO",

ROMANCE, EDITADO , PELA POR LIVRARIA MARTINS E

' SAZA A COCO DA SESSOES, DE EDUCACAO 29 DE AGOE CUITTTRA". DE 1966. FREIRAS NOBRE

E

NDICACAO N. 3431-56

INDICO AO EXMO SR. PREFEITO MUNICIPAL, + A NECESSIDADE IN TERCEDER JUNTO A LIGHT, A TIM DE QUE ETT PROVIDENCIE,

CCM URGENCIA, A ILRMLNACAO DOMICILIAR PARA A RUA YAM

TO, TE NO BAIRRO DO JARDIM JAPAO, SUBDSTRITO DE VILA MARTL

F TA IND CACAO REITERA O PEDIDO FEITO EM 1953 PELL

"UNIAO DOS AMIGOS DO ALTO DE VILA MARIA E JARDIM

JS,PLO". A QUAL ME ENVIOU, ALEM DC UMA AORTA-OTLCIO, IZM

ABAIXO-ASSINADO DOS MORADORAS DA RUA EM APRECO

CERTO QUE I/. TCIA» DISPENSARA WI MELHORES E URGER