Página 23 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 12 de Agosto de 2002

Diário Oficial da União
há 22 anos

janeiro de 1996, constituiu o Grupo Técnico para realizar estudos e levantamentos de Identificação e Delimitação de Terra Indígena Amanayé, através da Portaria nº 640/PRES, de 19 de junho de 1998, coordenado pela Antropóloga Eneida Corrêa de Assis, professora da Universidade Federal do Pará - UFPA, e os funcionários da Administração Executiva Regional de Belém - FUNAI/BEL, Ricardo Luís da Silva, Engenheiro Florestal, responsável pelo Levantamento Ambiental, Antônio Abraão, Técnico em Agrimensura, responsável pela elaboração do Memorial Descritivo, além de Sérgio Corrêa Nunes como Assessor Administrativo e motorista. O Levantamento Fundiário foi realizado pelos Engenheiros, Carlos de Araújo Loureiro (FUNAI/Marabá) e Francisco Carlos da Silva Lima do Instituto de Terras do Pará -ITERPA, Antônio Sarmento dos Santos, o Piná Tembé, Secretário da Associação dos Povos de Língua Tupi do Mato Grosso, Pará, Amapá e Maranhão - AMTAPAMA, participou como observador e organizador político. O trabalho de campo foi realizado no período de 09 de julho a 22 de agosto de 1998. A primeira versão dos documentos foi entregue à Coordenação de Delimitação e Análise - CDA/DEID/DAF em julho de 1999, a segunda em dezembro do mesmo ano e a terceira em julho de 2001, quando foram incorporadas as sugestões.

1.2 - Identificação do Grupo e das Áreas Indígenas

Os Amanagé, como se autodenominam no momento atual, são também conhecidos como Amanayé, Amanajé, Amanawe, Ararandeuara, estão filiados à família lingüística Tupi-Guarani, segundo a

Figura representando 3 páginas da internet, com a principal contendo o logo do Jusbrasil

Crie uma conta para visualizar informações de diários oficiais

Criar conta

Já tem conta? Entrar