Andamento do Processo n. 434742-16.2014.8.09.0051 - Ação Penal - 13/11/2018 do TJGO

Diário de Justiça do Estado de Goiás
mês passado

================================================================================

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

RELAÇÃO DOS EDITAIS EXTRATADOS - DIA: 08/11/2018 NR. EDITAIS : 1

COMARCA DE GOIANIA

ESCRIVANIA : 1A DE CRIMES DE DETENCAO E TRÂNSITO

ESCRIVÃO (Ã) : ERNANI SERGIO MAGALHAES

================================================================================

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE GOIÁS 529864/2018

COMARCA DE GOIANIA

RUA 72 QD 15 COM QUADRA 19 S/N JARDIM GOIAS

CEP - 74805480 TEL: (62) 3018-8000 - FAX : (62) 3000-0000

1A DE CRIMES DE DETENCAO E TRÂNSITO - 4 ANDAR - SL 407 / 412

EMITENTE: 5013852 AR/MP

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE SENTENÇA

---------------------------- PROCESSO ------------------ E111L140

PROTOCOLO NUMR: 434742-16.2014.8.09.0051

AUTOS NUMR. : 1919

NATUREZA : AÇÃO PENAL

VITIMA : C

CPF/CGC : 00000000000000

ACUSADO : EMERSON MENDES DE FREITAS

PROFISSÃO : PINTOR

ESTADO CIVIL : Solteiro (a)

DATA NASCIM. : 16/05/1979

IDENTIDADE : 4960006 - SSPGO

CPF/CGC : 000000000-00

NOME DO PAI : LUIZ RENATO DE FREITAS

NOME DA MÃE : VASTI MENDES DE FREITAS

INFRAÇÕES : LEI 9503/97 ART 306 PAR INC

LEI 9503/97 ART 298 PAR INC III

ADV (REQDO) : (DPE GO) DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE GOIAS

VALOR DA CAUSA: 0,00

JUIZ (A) : CAMILA NINA ERBETTA NASCIMENTO ( JUIZ 1 )

Prazo : 90 dias

----------------------------------------------------------------------

O (A) Doutor (a) Juiz (a) de Direito CAMILA NINA ERBETTA

NASCIMENTO (JUIZ 1) do (a) 1A VARA CRIMINAL DOS CRIMES APENADOS

DETENCAO E TRÂNSITO DA COMARCA DE GOIANIA, ESTADO DE GOIAS.

Faz saber a todos os que o presente Edital virem, ou

dele tiverem conhecimento, que neste juízo correm o processocrime

supra caracterizado, no qual figura (m) como acusado (s)/querelado (s)

o (s) indivíduo (s) neste mencionado (s), estando incurso na (s) infração

(ões) especificada (s) acima.

E como esteja (m) o (s) acusado (s)/querelado (s) emlugar

incerto e não sabido, fica (m) intimado (s) do inteiro teor da sentença

abaixo transcrita e findo o prazo estipulado neste, transitará em julgado a senten¦a.

Senten¦a:

DIANTE DO EXPOSTO E CONSIDERANDO TUDO MAIS QUE DOS AUTOS CONSTA,

CONDENO EMERSON MENDES DE FREITAS NAS PENAS DO ARTIGO 306, 1, INC

ISO I, C/C ART. 298, INCISO III, AMBOS DA LEI N 9.503/97 (CÓDIGO

DE TRÂNSITO). ATENTA AO PRINCIPIO CONSTITUCIONAL DA INDIVIDUALIZA

CAÓ DA PENA A SER APLICADA E CONFORME AS DIRETRIZES DO ARTIGO 59

DO CÓDIGO PENAL, PASSO A DOSAR A REPRIMENDA: CONSIDERANDO EM GRAU

MUITO ELEVADO A SUA CULPABILIDADE, HAJA VISTA QUE DIRIGIU SUA MO

TOCICLETA COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM RAZAO DA INFLUEN

CIA DE ÁLCOOL, COLOCANDO EM RISCO A INCOLUMIDADE PÚBLICA; CONSIDE

RANDO QUE ERA PLENAMENTE IMPUTAVEL E TINHA CONSCIENCIA DA ILICITU DE DE SUA CONDUTA, MAS OPTOU POR VIOLAR A NORMA, REALIZANDO A CON DUTA TIPICA; ERA-LHE EXIGIDA CONDUTA DIVERSA, POIS PESSOA COM DIS CERNIMENTO SUFICIENTE PARA TAL; AGINDO AO ARREPIO DA LEI, EIVOU S EU COMPORTAMENTO DE REPROVABILIDADE, FAZENDO JUS A CONDENACAO; CO NSIDERANDO SEUS ANTECEDENTES - E TECNICAMENTE PRIMARIO (FLS. 167/ 170) OBSERVO QUE O ACUSADO JA FOI BENEFICIADO ANTERIORMENTE PELA COMPOSICAO CIVIL DE DANOS POR CRIME DE AMEACA); CONSIDERANDO QUE SUA CONDUTA SOCIAL DEMONSTRA CERTA INADAPTABILIDADE E DESRESPEITO

AS REGRAS; INCLUSIVE, DEIXOU DE CUMPRIR O ACORDO DA SUSPENSAO CO NDICIONAL DO PROCESSO E DESAPARECEU, SEM INDICAR NOVO ENDERECO; C ONSIDERANDO SUA PERSONALIDADE O DELITO NAO FOI UMA OCORRENCIA ESP ORADICA EM SUA VIDA; CONSIDERANDO OS MOTIVOS DO CRIME INERENTES A

SUA PROPRIA CONCEITUACAO (TIPO); CONSIDERANDO DESFAVORAVEIS AS C IRCUNSTANCIAS QUE ENVOLVERAM A PRATICA DA INFRACAO (ATROPELOU DUA S CRIANCAS NA FAIXA DE PEDESTRE, EMBORA TENHA PROVOCADO APENAS LE SOES CORPORAIS LEVES); CONSIDERANDO QUE A VITIMA E A COLETIVIDADE , NAO HAVENDO SE FALAR EM ANALISE DE COMPORTAMENTO; CONSIDERANDO AS CONSEQUENCIAS DO CRIME COMO INERENTES AO TIPO, FIXO A PENA-BAS E EM UM (01) ANO E ONZE (11) MESES DE DETENCAO. DIMINUO A SANCAO DE DOIS (02) MESES, EM RAZAO DA CONFISSAO ESPONTANEA (ARTIGO 65, INCISO III, ALINEA D, DO CÓDIGO PENAL). AUMENTO A REPRIMENDA DE Q UATRO (04) MESES, EM VIRTUDE DA AGRAVANTE PREVISTA NO ARTIGO 298,

INCISO III DO CÓDIGO DE TRÂNSITO (NAO POSSUIR CARTEIRA NACIONAL DE HABILITACAO), FICANDO DEFINITIVAMENTE CONCRETIZADA EM DOIS (02) ANOS E UM (01) MES DE DETENCAO. REGIME DE CUMPRIMENTO A SANCAO DEVERA SER CUMPRIDA SOB O REGIME INICIAL ABERTO, NA CASA DO ALBER GADO (ART. 33, 1, C E 2, C DO DIPLOMA PENAL). TENDO EM VISTA O DI SPOSTO NO ARTIGO 44, DO CÓDIGO PENAL E QUE A PENA IN CONCRETO E I NFERIOR A 4 (QUATRO) ANOS; QUE O CONDENADO NAO E REINCIDENTE E AS

CIRCUNSTANCIAS JUDICIAIS AUTORIZAM, SUBSTITUO A PENA PRIVATIVA D E LIBERDADE POR DUAS PENAS RESTRITIVAS DE DIREITOS, SENDO UMA DE PRESTACAO DE SERVICOS A COMUNIDADE, PELO PERIODO DA PENA, POR SET E (07) HORAS SEMANAIS, PREFERENCIALMENTE, EM ENTIDADES RELACIONAD AS AO RESGATE, ATENDIMENTO E RECUPERAÇÃO DE VITIMAS DE ACIDENTE D E TRÂNSITO, NOS TERMOS DO ARTIGO 312-A DO CTB, E OUTRA DE FREQUEN CIA AO JUSTIÇA RESTAURATIVA POR SEIS MESES. PROIBICAO PERMISSAO O U HABILITACAO: EM QUE PESE NAO HAVER REQUERIMENTO DO MINISTÉRIO P UBLICO, A PROIBICAO DE SE OBTER A PERMISSAO OU HABILITACAO PARA D IRIGIR PODE SER DECRETADA DE OFICIO PELO JUIZ (ARTIGO 294 DO CODI GO DE TRÂNSITO). E TRATA-SE DE PENA DUPLICE. ASSIM, CONSIDERANDO QUE O ACUSADO CONDUZIU SEU VEICULO COM IMPRUDENCIA PROVOCANDO ACI DENTE DE TRÂNSITO (ATROPELAMENTO DE DUAS CRIANCAS NA FAIXA DE PED ESTRE), IMPONHO A PROIBICAO DE QUE EMERSON MENDES DE FREITAS OBTE NHA A CNH PELO PRAZO DE TRES (03) MESES. NESSE SENTIDO: APELACAO CRIMINAL. HOMICIDIO CULPOSO (CTB: ART. 302, PARÁGRAFO ÚNICO, I E III). DUAS CAUSAS DE AUMENTO DE PENA. COEFICIENTE DE AUMENTO EXAC ERBADO. NAO OCORRENCIA. MOSTRA-SE EXACERBADA A ADOCAO DO COEFICIE NTE MAXIMO PELA EXISTENCIA DE DUAS CAUSAS DE AUMENTO DE PENA, QUA NDO O TIPO PREVE QUATRO, MAXIME QUANDO ESSE FATOR DE AUMENTO FOI APLICADO SEM A DEVIDA FUNDAMENTACAO. 2. PENA PECUNIARIA. DESPROPO RCIONALIDADE COM A PENA CORPOREA. REDUCAO. A SANCAO PECUNIARIA DE VE GUARDAR PROPORCAO COM A PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE. 3. SUSPEN SÃO OU PROIBICAO DE SE OBTER A PERMISSAO OU A HABILITACAO PARA DI RIGIR VEICULO AUTOMOTOR. PENA CUMULATIVA. A PENA DE SUSPENSAO OU PROIBICAO DE SE OBTER PERMISSAO OU A HABILITACAO OU PARA DIRIGIR VEICULO AUTOMOTOR, POR SE CUIDAR DE SANCAO CUMULATIVA, E NAO ALTE RNATIVA, DEVE GUARDAR PROPORCIONALIDADE COM A DETENTIVA APLICADA,

OBSERVADOS OS LIMITES FIXADOS NO ARTIGO 293 DO CÓDIGO DE TRANSIT O BRASILEIRO. APELACAO CONHECIDA E PROVIDA. (TJGO, APELACAO CRIMI NAL 276296-89.2002.8.09.0032, REL. DES. LEANDRO CRISPIM, 2A CAMAR A CRIMINAL, JULGADO EM 03/03/2015, DJE 1750 DE 19/03/2015). TRATA NDO-SE DE SENTENCIADO BENEFICIARIO DA DEFENSORIA PÚBLICA, DEIXO D E CONDENA-LO AO PAGAMENTO DAS CUSTAS PROCESSUAIS. TODAVIA, IMPONH

O-LHE A CONDENACAO NA SANCAO PECUNIARIA, QUE FIXO EM 15 (QUINZE)

DIAS-MULTA, CONSIDERADA UNITARIAMENTE EM 1/30 (UM TRIGESIMO) DO S

ALARIO-MINIMO VIGENTE A EPOCA DO FATO, IMPORTANCIA A SER ATUALIZA

DA PELOS INDICES DE CORREÇÃO MONETÁRIA AO TEMPO DO PAGAMENTO, CON

FORME PREVISTO NOS ARTIGOS 49 E 50 DO CÓDIGO PENAL. TRANSITADA EM

JULGADO, OFICIE-SE AO INSTITUTO NACIONAL DE IDENTIFICACAO CRIMIN

AL INFORMANDO SOBRE A DECISAO, PARA QUE CONSTE DO BANCO DE DADOS

E AO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL, PARA OS FINS DE SUSPENSAO DOS D

IREITOS POLÍTICOS DURANTE O PERIODO DA PENA. DECORRIDO O PRAZO PA

RA RECURSO, OFICIE-SE TAMBEM AO CONTRAN E AO DETRAN, PARA OS FINS

DISPOSTOS NO ARTIGO 295 DO CÓDIGO DE TRÂNSITO. PUBLIQUE-SE. REGI

STRE-SE. INTIMEM-SE. GOIANIA, 21 DE JUNHO DE 2018. CAMILA NINA ER

BETTA NASCIMENTO 1 JUIZA DE DIREITO DA 12 VARA CRIMINAL

GOIANIA, 8 de novembro de 2018

___________________________ _____________________________

Juiz (a) de Direito Escriv`o (`)

Certidão : Certifico e dou fé que afixei uma ____________________________ via deste no placar do Forum local, para os Porteiro Judiciário I

efeitos de Lei. Data supra. - DJ