Andamento do Processo n. 0128594-77.2010.8.26.0100 - Execução de Título Extrajudicial - 18/09/2019 do TJSP

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

39ª Vara Cível

JUÍZO DE DIREITO DA 39ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO DANIELA PAZZETO MENEGHINE CONCEIÇÃO

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL GUSTAVO ALVES DE ALMEIDA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0368/2019

Processo 0128594-77.2010.8.26.0100 (583.00.2010.128594) - Execução de Título Extrajudicial - Ato / Negócio Jurídico -Silvio de Almeida Vilela - Giovane Alves da Silva - - Claudio Guimarães - MOACIR ANACLETO - Luiz Fernando Carmagnani - 1. Fls. 1.719/1.720 (petição de Regina Kutudjian, na condição de esposa do executado Geovane Alves da Silva): nada a prover, eis que a parte já manejou embargos de terceiro, distribuídos sob nº 1075790-03.2018.8.26.0100 e decididos nesta mesma data. Aqui, meramente reitera pedidos ali já apreciados, sendo impertinente sua intervenção. 2. Fls. 1.736/1.738 (pelo executado Geovane Alves da Silva): em primeiro lugar, observo que o executado vinha sendo representado pelo advogado Dr. Brigido Fernandes da Cruz e, em março de 2018, houve substabelecimento de poderes sem reserva de iguais para a patrona Regina Kutudjian, também sua esposa. Todavia, em abril daquele mesmo ano, houve retirada dos autos, em nome do executado, pelo anterior patrono. Agora, na última petição, não só reitera pedidos já analisados (inclusive pela superior instância), como aparece representado por ainda novos patronos. Em vista disso, lhe concedo 05 (cinco) dias para regularizar a representação processual indicando precisamente qual advogado lhe representa. Se inerte, futuras publicações serão feitas em nome do último patrono que comprovadamente o representa nos autos (Regina Kutudjian). Por fim, repiso que nos autos do agravo de instrumento nº 215266336.2019.8.26.000 oposto pelo executado Geovane Alves da Silva (cônjuge da embargante), foi autorizado tal prosseguimento, vedando-se, tão somente, “qualquer ato de alienação judicial de bens eventualmente penhorados até o julgamento do presente recurso. Assim, não acarretará nenhum prejuízo irreparável para o agravante/ executado.” (decisão de 17/07/2019, sem que haja posterior em sentido contrário). Além disso, nos autos dos agravos de instrumento nº 2052502.2018.8.26.000 e 2098747-87.2019.8.26.0000 (opostos pelo credor Silvio de Almeida Vilela), por acórdão de 01/08/2019, deferiu-se, inclusive, adjudicação de bens e imissão na posse pelo credor. Logo, basta cumprir-se os exatos termos do v. Acórdão, sendo o pedido do executado reiteração infudada e que, caso repetida, ensejará sanção nos termos do artigo 77 e 80 do CPC. Intime-se. - ADV: VANISE ZUIM (OAB 190110/SP), REGINA KUTUDJIAN (OAB 167242/SP), VALDIR TELES DE OLIVEIRA (OAB 140275/SP), EUCLIDES GOMES BARBO SIQUEIRA NETO (OAB 94789/SP), MARCOS BIASIOLI (OAB 94180/SP), ANTONIO CARLOS FERREIRA DOS SANTOS (OAB 75932/SP), HELAINE MARI BALLINI MIANI (OAB 66507/ SP), MARCIA BUENO (OAB 53673/SP)