Busca sem resultado
O Fim dos Advogados?

O Fim dos Advogados?

3.1. O Futuro das Faculdades de Direito

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Parte 3 - Transformação da educação jurídica

Marina Feferbaum

Victor Cabral Fonseca

1.Generalidades

A tecnologia vem mudando drasticamente a forma como os profissionais estão trabalhando com grandes volumes de dados e informações na área jurídica. O tempo e a velocidade das mudanças adquiriram outra dimensão, já que a automatização de atividades permite que máquinas realizem muitos dos trabalhos realizados por pessoas, só que a uma rapidez e eficiência impossíveis de se realizarem humanamente.

Por meio do uso da inteligência artificial, muitos softwares estão sendo desenvolvidos e programados não só para produzir peças, contratos inteligentes e analisar processos, mas para aprenderem e aprimorarem-se à medida que executam tais atividades ( machine learning ). Já há sites que dispensam os serviços de um advogado por estarem programados para seguir uma árvore de decisões e resultar em uma peça jurídica.

Esses são apenas alguns poucos exemplos de como a tecnologia vem sendo aplicada à rotina de serviços jurídicos. Tal revolução tecnológica, também chamada de 4ª Revolução Industrial, 1 traz inovações a diversas indústrias, além de provocar uma mudança demandada em prestação de serviços jurídicos e funções dos operadores do Direito. Tem havido um crescimento da percepção, entre profissionais do campo jurídico, de que tarefas tradicionalmente desempenhadas por eles estão se tornando progressivamente mais passíveis de automatização (INTERNATIONAL BAR ASSOCIATION, 2016; ALTMAN WEIL, 2017). 2 - 3

As atividades repetitivas, as quais consomem bastante tempo e mobilizam muitos recursos humanos, seguem uma lógica que, graças à tecnologia, pode ser reproduzida em grande escala. Dessa forma, reduzem-se muitos custos, barateando o processo, tornando o acesso à justiça mais democrático, dando mais agilidade ao fluxo de trabalho e aumentando sua capacidade. Isso faz com que os profissionais tenham mais tempo para se dedicar a tarefas intelectuais realmente imprescindíveis de serem executadas por pessoas.

Contudo, essas mudanças afetam estruturalmente a cultura organizacional e as profissões jurídicas, impactando o dia a dia e as atividades de todos os profissionais do Direito. Além da rotina de trabalho, as relações humanas também são influenciadas, assim como a interação cada vez mais intensa entre humanos e máquinas.

Percebe-se um impacto ainda maior na profissão quando se analisam os novos contextos sociais provocados pelo desenvolvimento tecnológico. Se antes o conhecimento sobre sistemas de ponta era demandado apenas aos especialistas do setor, hoje já é …

Uma nova experiência de pesquisa jurídica em Doutrina. Toda informação que você precisa em um só lugar, a um clique.

Com o Pesquisa Jurídica Avançada, você acessa o acervo de Doutrina da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa dentro de cada obra.

  • Acesse até 03 capítulos gratuitamente.
  • Busca otimizada dentro de cada título.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
26 de Maio de 2024
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/31-o-futuro-das-faculdades-de-direito-parte-3-transformacao-da-educacao-juridica-o-fim-dos-advogados/1353727214