Busca sem resultado
Direito do Consumo Sustentável

Direito do Consumo Sustentável

Referências Bibliográficas

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

AB'SABER, Aziz. Refletindo sobre questões ambientais: ecologia, psicologia e outras ciências. Psicologia USP, v. 16, n. 1/2, p. 19-34, 2005.

AFTALIÓN, Enrique; OLANO, Fernando García; VILANOVA, José. Introducción al Derecho. Buenos Aires: Cooperadora de Derecho y Ciencias Sociales, 1980.

ALBUQUERQUE, Ruy de; ALBUQUERQUE, Martim de. História do direito português. 10. ed. Lisboa: Pedro Ferreira, 1999. v. I. p. 1140-1415.

ALEXY, Robert. Teoria da argumentação jurídica. São Paulo: Landy, 2001.

ALEXY, Robert. Teoria dos direitos fundamentais. 2. ed. Malheiros: São Paulo, 2012.

ALIER, Joan Martínez. O ecologismo dos pobres: conflitos ambientais e linguagens de valoração. São Paulo: Contexto, 2007.

ALMEIDA, João Batista de. A proteção jurídica do consumidor. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2003.

ALVIN, Agostinho. Da inexecução das obrigações e suas consequências. São Paulo: Saraiva, 1955.

ANDRADE, Daniel Caixeta; ROMEIRO, Ademar Ribeiro. Degradação ambiental e teoria econômica: algumas reflexões sobre uma “Economia dos Ecossistemas”. Economia, Brasília (DF), v. 12, n. 1, p. 3-26, Jan./abr. 2011.

APOSTEL, L. Towards the formal study of models in the non-formal sciences. In: FREUDENTHAL, Hans (Edit.). The concept and the role of the model in mathematics and natural and social sciences. Dordrecht: Springer, 1961. p. 1-37.

ARGENTINA. Ley nº 24.240, de 13 out. 1993. Ley de Defensa del Consumidor. Disponível em: [ http://www.infoleg.gob.ar/infolegInternet/anexos/0-4999/638/modificacionesley26994.htm ]. Acesso em: 09.04.2015.

ATIENZA, Manuel. As razões do direito: teorias da argumentação jurídica, Perelman, Toulmin, MacCormick, Alexy e outros. São Paulo: Landy, 2002.

BACHELET, Michel. A ingerência ecológica: direito ambiental em questão. Lisboa: Instituto Piaget, 1995.

BACON, Francis. Novum Organum. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1979. (Os Pensadores).

BALANDIER, G. O contorno: poder e modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

BAUMAN, Zygmunt. Vida líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

BECK, Ulrich. Sociedade de risco: rumo a uma outra modernidade. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2011.

BELCHIOR, Germana Parente Neiva. Fundamentos epistemológicos do direito ambiental. 2015. 300f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Santa Catarina, 2015. Disponível em: [ https://repositorio.ufsc.br/bitstream/ handle/123456789/156745/336203.pdf?sequence="1&isAllowed=y]." Acesso em: 06.12.2016.

BELO, Manoel Alexandre Cavalcante. Política e desenvolvimento: uma abordagem sistêmica. Curitiba: Juruá, 2012.

BENJAMIN, Antonio Herman. Constitucionalização do ambiente e ecologização da constituição brasileira. In: CANOTILHO, José Joaquim Gomes; LEITE, José Rubens Morato. Direito constitucional ambiental brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2007. p. 57-130.

BENJAMIN, Antonio Herman. Teoria geral do direito ambiental brasileiro: uma contribuição biocêntrica. 2008. 470f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Direito, Porto Alegre, 2008.

BERCOVICI, Gilberto. A Constituição Econômica. In: BERCOVICI, Gilberto. Constituição econômica e desenvolvimento: uma leitura a partir da Constituição de 1988. São Paulo: Malheiros, 2005. p. 11-43.

BERTALANFFY, Ludwig von. Teoria geral dos sistemas. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

BEVILAQUA, Clóvis. Código Civil dos Estados Unidos do Brasil comentado. 4. ed. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1934. v. IV.

BEVILAQUA, Clóvis. Código Civil dos Estados Unidos do Brasil comentado. 5. ed. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1936. v. I.

BITTAR, Carlos Alberto. Direitos do consumidor. 6. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

BOBBIO, Norberto. O positivismo jurídico: lições de filosofia do direito. São Paulo: Ícone, 2006.

BOBBIO, Norberto. Teoria do ordenamento jurídico. 10. ed. Brasília: UnB, 1999.

BONAVIDES, Paulo. Curso de direito constitucional. 4. ed. São Paulo: Malheiros, 1993.

BOND, David P. G. et al. An abrupt extinction in the Middle Permian (Capitanian) of the Boreal Realm (Spitsbergen) and its link to anoxia and acidification. Geological Society of America Bulletin, publicado online em 14 abr. 2015, doi: 10.1130/B31216.1. Disponível em: [ http://gsabulletin.gsapubs.org/content/early/ 2015/04/15/B31216.1.full.pdf+html]. Acesso em: 16.09.2015.

BORGES, Jorge Luis. O Livro de Areia. In: BORGES, Jorge Luis. O livro de areia. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p. 100-105.

BRAGA, Teófilo. Poesia do direito. Porto: Casa da Viúva Moré, 1865. Disponível em: [ http://books.google.com.br/books?id= "c8MQAAAAIAAJ&printsec=frontcover" &hl="pt-BR#v=onepage&q=m%C3%A9dia&f=false]." Acesso em: 20.07.2014.

BRASIL. Constituição da Republica Federativa do Brasil, de 05 out. 1988. Disponível em: [ http://www.planalto.gov.br/ccivil_03 /constituição/Constituição Compilado.htm]. Acesso em: 04.02.2012.

BRASIL______. Decreto nº 23.793, de 23 jan. 1934. Aprova o Código Florestal. 1934a. Disponível em: [ http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/1930-1949/D23793.htm ]. Acesso em: 18.02.2015.

BRASIL______. Decreto nº 24.643, de 10 jul. 1934. Decreta o Código de Águas. 1934b. Disponível em: [ http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d24643.htm ]. Acesso em: 18.02.2015.

BRASIL______. Decreto-Lei nº 2.848, de 7 dez. 1940. Código Penal. Disponível em: [ http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848.htm ]. Acesso em: 18.02.2015.

BRASIL______. Decreto-Lei nº 3.689, de 3 out. 1941. Código de Processo Penal. Disponível em: [ http://www.planalto.gov.br/cciv…

Uma nova experiência de pesquisa jurídica em Doutrina. Toda informação que você precisa em um só lugar, a um clique.

Com o Pesquisa Jurídica Avançada, você acessa o acervo de Doutrina da Revista dos Tribunais e busca rapidamente o conteúdo que precisa dentro de cada obra.

  • Acesse até 03 capítulos gratuitamente.
  • Busca otimizada dentro de cada título.
Ilustração de computador e livro
jusbrasil.com.br
17 de Abril de 2024
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/doutrina/secao/referencias-bibliograficas-direito-do-consumo-sustentavel/1294655720