Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
13 de Abril de 2024
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 99590 MG

Supremo Tribunal Federal
há 40 anos

Detalhes

Processo

Órgão Julgador

PRIMEIRA TURMA

Publicação

Julgamento

Relator

ALFREDO BUZAID

Documentos anexos

Inteiro TeorRE_99590_MG-_16.03.1984.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

-

1. INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE. A COISA JULGADA E A CONCLUSÃO DO RACIOCINIO DO JUIZ, EXPRESSA NO DISPOSITIVO DA SENTENÇA ( CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL, ART- 458, III). NAS CAUSAS RELATIVAS AO ESTADO DA PESSOA, A SENTENÇA PRODUZ COISA JULGADA EM RELAÇÃO A TERCEIROS, QUANDO HOUVEREM SIDO CITADOS, NO PROCESSO, EM LITISCONSORCIO NECESSARIO, TODOS OS INTERESSADOS ( CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL, ART- 472).
2. O EXAME DA PROVA DISTINGUE-SE DO CRITÉRIO DE VALORIZAÇÃO DA PROVA. O PRIMEIRO VERSA SOBRE MERA QUESTÃO DE FATO; O SEGUNDO, AO CONTRARIO, SOBRE QUESTÃO DE DIREITO. O JUIZ DESCE AO EXAME DA PROVA, QUANDO TEM DE CONSIDERAR OS FATOS, FUNDADO NOS QUAIS DECLARA A VONTADE DA LEI, QUE SE CONCRETIZOU NO MOMENTO EM QUE OCORREU A INCERTEZA, A AMEAÇA OU A VIOLAÇÃO DO DIREITO. QUANDO O JUIZ SOBE A VERIFICAÇÃO DA EXISTÊNCIA OU NÃO DA NORMA ABSTRATA DA LEI, A QUESTÃO E DE DIREITO.
3. INEXISTINDO QUESTÃO FEDERAL DE DIREITO E NÃO ESTANDO COMPROVADO O DISSIDIO JURISPRUDENCIAL, NÃO SE CONHECE DO RECURSO ORDINÁRIO.

Resumo Estruturado

CV0304,INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE FILHO ILEGITIMO

Referências Legislativas

  • LEG-FED EMC-000001 ANO-1969 ART-00119 INC-00003 LET-A LET-D

Observações

VOTAÇÃO UNÂNIME. RESULTADO NÃO CONHECIDO. VEJA R02357 COISA JULGADA (CÍVEL), EFEITOS EM RELAÇÃO A TERCEIROS. VEJA R05739 PROVA (CÍVEL), VALORAÇÃO. ANO: 1984 AUD:06-04-1984
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/stf/729631

Informações relacionadas

Editora Revista dos Tribunais
Doutrinahá 3 anos

Parte II - As Questões Probatórias nas Cortes de Vértice Brasileiras: Do Estado da Arte

Editora Revista dos Tribunais
Doutrinaano passado

Capítulo X. Do Habeas Corpus e Seu Processo

Editora Revista dos Tribunais
Doutrinaano passado

11. Júri da Boate Kiss: Dolo Eventual para Que(M)?

Editora Revista dos Tribunais
Doutrinahá 2 anos

VI. As Hipóteses de Cabimento do Habeas Corpus

Editora Revista dos Tribunais
Doutrinahá 3 anos

19. Juros de Mora – Matéria de Ordem Pública?; Prova – Apreciação – Limites; Efeito Translativo dos Recursos Excepcionais