Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
25 de Junho de 2024
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-77.2020.8.07.0000 DF XXXXX-77.2020.8.07.0000

Detalhes

Processo

Órgão Julgador

7ª Turma Cível

Publicação

Julgamento

Relator

LEILA ARLANCH

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-DF__07047157720208070000_01324.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. CUMPRIMENTO DE SENTENÇA. ALIENAÇÃO JUDICIAL DE IMÓVEL IRREGULAR. ALIENAÇÃO DOS DIREITOS POSSESSÓRIOS. POSSIBILIDADE. CAUTELAS NECESSÁRIAS. RECURSO PROVIDO.

1. Na pretensão de alienação judicial de imóvel, nos termos da previsão constante do artigo 1.245 do Código Civil, a propriedade do bem pressupõe o respectivo registro da escritura pública dos bens imóveis no cartório competente.
2. Contudo, o termo de cessão de direito sobre o imóvel, bem como os laudos de avaliação constantes evidenciam se tratar de direito pessoal dotado de conteúdo econômico. Assim, ainda que o bem imóvel não possua regularização fundiária e escritural, a documentação do órgão da Administração Pública indica que a área é passível de regularização.
3. Sob a ótica do direito pessoal, a existência de expressão econômica permite reconhecer tanto a possibilidade de alienação dos direitos de posse incidentes sobre o bem quanto a de partilha do valor oriundo da venda.
4. Por se tratar de imóvel ainda não regularizado, devem ser adotadas no processo de alienação as cautelas de praxe, porquanto não se trata de alienação judicial do imóvel, mas apenas dos direitos possessórios que as partes sustentam possuir, circunstância que deverá ser evidenciada objetivamente em todos os atos preparatórios e executivos da alienação judicial, a fim de dar ciência inequívoca aos eventuais arrematantes das condições dos direitos que estão sendo alienados.

Acórdão

CONHECIDO. PROVIDO. UNANIME.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/tj-df/882304248

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo TJ-ES - APELAÇÃO CÍVEL: XXXXX-30.2021.8.08.0011

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-13.2019.8.07.0017 DF XXXXX-13.2019.8.07.0017

Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional Federal da 5ª Região TRF-5 - AGRAVO DE INSTRUMENTO: XXXXX-45.2019.4.05.0000

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-09.2019.8.07.0006 DF XXXXX-09.2019.8.07.0006