Processo nº 1001485-07.2016.8.26.0180

Poggio Camisaria LTDA x D e R Modas LTDA EPP

TJSP · Foro de Espírito Santo do Pinhal, SP
Cível · Monitória
Valor da causa:
R$ XX.XXX,XX
O processo teve origem no Tribunal de Justiça de São Paulo, no Foro de Espírito Santo do Pinhal, em 12 de julho de 2016. Tem como partes envolvidas Daniel Ribeiro de Almeida Vergueiro, Francisco Augusto Caldara de Almeida, Luiz Fernando Guizardi Cordeiro, Poggio Camisaria LTDA e outros.
Processo em andamento
Informações sincronizadas há 6 meses com tribunais e Diários Oficiais.

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
19/10/2021agora
Movimentação visível apenas para assinantes.
28/09/2021há 21 dias
Movimentação visível apenas para assinantes.
13/07/2021há 3 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
23/04/2021há 6 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
19/04/2021há 6 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
09/04/2021há 6 meses

Espírito Santo do Pinhal

Cível

1ª Vara

JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA

JUIZ (A) DE DIREITO ROSELI JOSE FERNANDES COUTINHO

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL MARCOS ANTONIO MENDES PEREIRA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

Relação Nº 0410/2021

Processo 1001485-07.2016.8.26.0180 - Monitória - Espécies de Títulos de Crédito - Poggio Camisaria Ltda - D e R Modas Ltda Epp. - Especifiquem as partes as provas que pretendem produzir, justificando a utilidade à resolução a lide, no prazo de 10 dias, sob pena de preclusão. A decisão que determina a especificação das provas enseja o efetivo esclarecimento pelas partes ao Juízo da necessidade e pertinência do prolongamento do processo com a fase instrutória. O direito de provar os fatos alegados é constitucional e deve ser respeitado. Contudo, se há determinação para que as partes esclareçam a sua pertinência, essa deve ser atendida, sob pena de indeferimento. Em caso de prova testemunhal, determino desde já a apresentação em 10 dias do referido rol, sob pena de preclusão. As testemunhas deverão ser ao máximo de três para cada parte. Somente será admitida a inquirição de testemunhas em quantidade superior na hipótese de justificada imprescindibilidade e se necessária para a prova de fatos distintos. No mesmo prazo as partes deverão esclarecer se têm interesse na realização de audiência de conciliação. Intimem-se. - ADV: FRANCISCO AUGUSTO CALDARA DE ALMEIDA (OAB 195328/SP), LUIZ FERNANDO GUIZARDI CORDEIRO (OAB 203947/SP), JOELMA SOLANGE DIOGO (OAB 241531/SP), DANIEL RIBEIRO DE ALMEIDA VERGUEIRO (OAB 243879/SP)

Certidão de Publicação Expedida Relação :0410/2021 Data da Disponibilização: 09/04/2021 Data da Publicação: 12/04/2021 Número do Diário: 3254 Página: 2797/2799
07/04/2021há 6 meses
Remetido ao DJE Relação: 0410/2021 Teor do ato: Especifiquem as partes as provas que pretendem produzir, justificando a utilidade à resolução a lide, no prazo de 10 dias, sob pena de preclusão. A decisão que determina a especificação das provas enseja o efetivo esclarecimento pelas partes ao Juízo da necessidade e pertinência do prolongamento do processo com a fase instrutória. O direito de provar os fatos alegados é constitucional e deve ser respeitado. Contudo, se há determinação para que as partes esclareçam a sua pertinência, essa deve ser atendida, sob pena de indeferimento. Em caso de prova testemunhal, determino desde já a apresentação em 10 dias do referido rol, sob pena de preclusão. As testemunhas deverão ser ao máximo de três para cada parte. Somente será admitida a inquirição de testemunhas em quantidade superior na hipótese de justificada imprescindibilidade e se necessária para a prova de fatos distintos. No mesmo prazo as partes deverão esclarecer se têm interesse na realização de audiência de conciliação. Intimem-se. Advogados(s): Francisco Augusto Caldara de Almeida (OAB 195328/SP), Luiz Fernando Guizardi Cordeiro (OAB 203947/SP), Joelma Solange Diogo (OAB 241531/SP), Daniel Ribeiro de Almeida Vergueiro (OAB 243879/SP)
06/04/2021há 6 meses
Decisão Especifiquem as partes as provas que pretendem produzir, justificando a utilidade à resolução a lide, no prazo de 10 dias, sob pena de preclusão. A decisão que determina a especificação das provas enseja o efetivo esclarecimento pelas partes ao Juízo da necessidade e pertinência do prolongamento do processo com a fase instrutória. O direito de provar os fatos alegados é constitucional e deve ser respeitado. Contudo, se há determinação para que as partes esclareçam a sua pertinência, essa deve ser atendida, sob pena de indeferimento. Em caso de prova testemunhal, determino desde já a apresentação em 10 dias do referido rol, sob pena de preclusão. As testemunhas deverão ser ao máximo de três para cada parte. Somente será admitida a inquirição de testemunhas em quantidade superior na hipótese de justificada imprescindibilidade e se necessária para a prova de fatos distintos. No mesmo prazo as partes deverão esclarecer se têm interesse na realização de audiência de conciliação. Intimem-se.
05/04/2021há 6 meses
Conclusos para Decisão
Detalhes do processo
Poder Judiciário
Justiça dos Estados e do Distrito Federal e Territórios
Tribunal de Origem
TJSP · Comarca · Foro de Espírito Santo do Pinhal, SP
Valor da Causa
R$ XX.XXX,XX
Data de tramitação
12/07/2016 a 19/10/2021
Natureza
Monitória
Área do Direito
Cível
Assunto
Obrigações / Espécies de Títulos de Crédito
Juiz
Roseli Jose Fernandes Coutinho
Início do Processo
2016
Partes envolvidas
Documentos anexos
O acesso a estes documentos é disponibilizado apenas para assinantes do Jusbrasil que estão envolvidos no processo ou advogados.
35992667 - Ato Ordinató....pdf
39557877 - Carta de Cit....pdf
62787839 - Decisão.pdf.pdf
45648792 - Decisão.pdf.pdf
44015354 - Ato Ordinató....pdf
Fontes de informações
Todas as informações exibidas nesta página são públicas e foram coletadas nos Sistemas dos Tribunais e Diários Oficiais.
SABER MAIS