Processo nº 1002276-32.2016.8.26.0323

Cintia dos Santos Trombini x Biolife Saude Operadora de Planos de Saude LTDA

TJSP · Foro de Lorena, SP
Cível · Procedimento Comum Cível
Valor da causa:
R$ XXX.XXX,XX
Processo em andamento
Informações sincronizadas ano passado com tribunais e Diários Oficiais.
Sincronizar

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
26/10/2021mês passado
Movimentação visível apenas para assinantes.
11/03/2021há 9 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
27/10/2020ano passado
Movimentação visível apenas para assinantes.
03/09/2020ano passado
Movimentação visível apenas para assinantes.
04/08/2020ano passado
Movimentação visível apenas para assinantes.

Lorena

Cível

2ª Vara Cível

JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO VANESSA PEREIRA DA SILVA

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL ANDRÉ LUIZ FRANÇA TAVARES

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

Relação Nº 0508/2020

Processo 1002276-32.2016.8.26.0323 - Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral - Cintia dos Santos Trombini - - Gregory Rits Moreira Camargo - Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena - - Prefeitura Municipal de Lorena - - Biolife Saude Operadora de Planos de Saude Ltda - Ante o exposto, na forma do art. 487, I, CPC, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTES os pedidos para condenar solidariamente a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena e Biolife Saúde Operadora de Plano de Saúde Ltda ao pagamento de indenização pelo dano moral, no valor de R$ 50.000,00 para cada um dos autores, corrigida monetariamente desta data pelos índices da Tabela Prática do E.TJ-SP e acrescida de juros de 1% ao mês, da citação. Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena e Biolife Saúde Operadora de Plano de Saúde Ltda devem ratear as custas e taxa judiciária, bem como arcar solidariamente com honorários advocatícios de 10% do valor da condenação. Por sua vez, os autores devem arcar com honorários advocatícios em favor do Procurador do Município de Lorena, em face da sucumbência quanto a este réu, fixados em R$ 1.000,00, com base na aplicação analógica do art. 85, §8º, CPC, observada, porém, a gratuidade deferida. Oportunamente, arquivem-se. P.I. - ADV: EDERSON GEREMIAS PEREIRA (OAB 192884/SP), DANIEL DE SOUZA EXNER GODOY (OAB 332151/SP), MARIO TEIXEIRA DA SILVA (OAB 26417/ SP), MARY HELEN JARDIM SANTOS (OAB 211830/SP), ANGELICA PEREIRA RIBEIRO LEITE (OAB 395674/SP), ANDRÉ PEREIRA RIBEIRO LEITE (OAB 378976/SP), RODRIGO SALOMÃO GAVAZZI (OAB 358493/SP)

31/07/2020ano passado
Certidão de Remessa da Intimação Para o Portal Eletrônico Expedida Certidão - Remessa da Intimação para o Portal Eletrônico
30/07/2020ano passado
Remetido ao DJE Relação: 0508/2020 Teor do ato: Ante o exposto, na forma do art. 487, I, CPC, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTES os pedidos para condenar solidariamente a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena e Biolife Saúde Operadora de Plano de Saúde Ltda ao pagamento de indenização pelo dano moral, no valor de R$ 50.000,00 para cada um dos autores, corrigida monetariamente desta data pelos índices da Tabela Prática do E.TJ-SP e acrescida de juros de 1% ao mês, da citação. Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena e Biolife Saúde Operadora de Plano de Saúde Ltda devem ratear as custas e taxa judiciária, bem como arcar solidariamente com honorários advocatícios de 10% do valor da condenação. Por sua vez, os autores devem arcar com honorários advocatícios em favor do Procurador do Município de Lorena, em face da sucumbência quanto a este réu, fixados em R$ 1.000,00, com base na aplicação analógica do art. 85, §8º, CPC, observada, porém, a gratuidade deferida. Oportunamente, arquivem-se. P.I. Advogados(s): Ederson Geremias Pereira (OAB 192884/SP), Mary Helen Jardim Santos (OAB 211830/SP), Mario Teixeira da Silva (OAB 26417/SP), Daniel de Souza Exner Godoy (OAB 332151/SP), Rodrigo Salomão Gavazzi (OAB 358493/SP), André Pereira Ribeiro Leite (OAB 378976/SP), Angelica Pereira Ribeiro Leite (OAB 395674/SP)
29/07/2020ano passado
Julgada Procedente em Parte a Ação Ante o exposto, na forma do art. 487, I, CPC, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTES os pedidos para condenar solidariamente a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena e Biolife Saúde Operadora de Plano de Saúde Ltda ao pagamento de indenização pelo dano moral, no valor de R$ 50.000,00 para cada um dos autores, corrigida monetariamente desta data pelos índices da Tabela Prática do E.TJ-SP e acrescida de juros de 1% ao mês, da citação. Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lorena e Biolife Saúde Operadora de Plano de Saúde Ltda devem ratear as custas e taxa judiciária, bem como arcar solidariamente com honorários advocatícios de 10% do valor da condenação. Por sua vez, os autores devem arcar com honorários advocatícios em favor do Procurador do Município de Lorena, em face da sucumbência quanto a este réu, fixados em R$ 1.000,00, com base na aplicação analógica do art. 85, §8º, CPC, observada, porém, a gratuidade deferida. Oportunamente, arquivem-se. P.I.
28/07/2020ano passado
Conclusos para Sentença
Documentos anexos
O acesso a estes documentos é disponibilizado apenas para assinantes do Jusbrasil que estão envolvidos no processo ou advogados.
Petições Diversas.pdf
Contestação.pdf
Mandados.pdf
Petições Diversas.pdf
Ato Ordinatório.pdf
Fontes de informações
Todas as informações exibidas nesta página são públicas e foram coletadas nos Sistemas dos Tribunais e Diários Oficiais.
SABER MAIS