jusbrasil.com.br
2 de Julho de 2022

Peça extraída do processo n°XXXXXXX-XX.2016.8.26.0100

Laudo - TJSP - Ação Cobrança de Aluguéis - sem Despejo - Procedimento Comum Cível

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tabela 12: Cálculo do Requerido - Contrato SAT002SS (fls. 100)

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Após o cálculo apresentado, houve depósito judicial referente aos valores calculados

retromencionados. Veja:

Figura 12: Depósito Judicial efetuado pelo Requerido (fls. 124)

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Figura 13: Depósito Judicial efetuado pelo Requerido (fls. 126)

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Não obstante ao cálculo do Requerido (fls. 95/103), para apuração do valor inadimplente, houve divergência nos valores de retenção do IR, vez que, considerou todos os rendimentos como tributáveis, aplicando erroneamente a alíquota de IRPF nos cálculos, conforme

Como retromencionado na análise detalhada do Capítulo 1.4 - Análises dos Documentos juntados, houve troca de locador durante o período contratual, de Pessoa Física para Pessoa Jurídica após maio de 2016, que consequentemente isenta a retenção de IR na fonte, não havendo que se falar em tributação, visto que o agente recebedor, Nome e Nome., se caracteriza como Pessoa Jurídica.

Ponto este que não foi observado, vez que, em sua contestação o Requerido alega que efetuou retenção de IR no valor total pago por ele:

Fls. 102 dos autos do processo em epígrafe

"Cumpre esclarecer (...)

A Logo, a Empresa Contestante quitará a dívida existente, no valor de R$11.203,44 (onze mil, duzentos e três reais e quarenta e quatro centavos) cujo comprovante de depósito será oportunamente acostado aos autos, no prazo máximo de 10 (dez) dias, com o desconto do Imposto de Renda sobre o valor do aluguel , de acordo com os termos do art. 631 do Decreto n° 3.000/99, e art. 7° da Lei 7.713/88. Destaca que o autor receberá o informe de rendimentos posteriormente.

(...)

Termos em que, pede deferimento.

São Paulo, 16 de novembro de 2016."

Por consequência, aplicou de forma equivocada a retenção de IR, visto que aplicou a alíquota a partir da soma dos valores recebidos pelos 3 (três) locadores, na medida deveriam ter sido analisadas e aplicadas de forma individual.

Mediante o exposto nos cálculos das partes, está Perícia pautou seus cálculos observando as seguintes premissas, quais sejam: (i) adequação dos cálculos em consonância com cláusulas contratuais dos contratos (ii) acatar regularidade da retenção de imposto (iii) apuração de saldo devedor ou remanescente considerando depósitos efetuados.

Deste modo, a fim de corrigir os equívocos apresentados pelos cálculos das partes, os cálculos da Perícia basearam-se nas seguintes metodologias:

(i) Apuração de parcelas e depósitos pagos a menor;

(ii) Retenção de IR para pagamentos provenientes de pessoa física, conforme Tabela

Progressiva de Imposto de Renda;

(iii) Aplicação de multa de 10,0%, juros moratórios 1,0% e correção monetária pelo IPC,

no contrato SAT002SS;

(iv) Aplicação de multa de 2,0%, juros moratórios 1,0% e correção monetária pelo

IGP-M, no contrato SAT1B1

(v) Desconto dos valores do Depósito Judicial efetuado em 21/11/2016;

(vi) Desconto dos valores de Depósitos efetuados pela Requerente;

(vii) Atualização dos valores pelo índice de correção do TJSP até 02/2021.

Sendo assim, a Perícia deu prosseguimento aos cálculos com base na metodologia retromencionada. Inicialmente, executou a apuração das parcelas e retenção de IR, quando se trava de Pessoa Física, e valores depositados a menor, de forma individual, e posteriormente aplicou os encargos de inadimplência obedecendo às cláusulas contratuais de cada contrato até a data do depósito judicial efetuado pela Requerente, apurando o valor individual para cada locador.

Tabela 13: Cálculo Pericial - Nome - Apêndice B

A) Nome

SAT001B1 17.295,00 SAT002SS 6.077,74

TOTAL: 23.372,74

Tabela 14: Cálculo Pericial - Nome - Apêndice B

B) Nome

SAT001B1 (9.494,42) SAT002SS 4.028,49

TOTAL: (5.465,93)

Tabela 15: Cálculo Pericial - André Kaufmann - Apêndice B

C) ANDRÉ KAUFMANN

SAT001B1 (6.585,98)

D) Nome ADM. E PART.

SAT001B1 (690,70) SAT002SS 950,18

TOTAL: 259,48

Subsequentemente, efetuou a incidência dos encargos de inadimplência obedecendo às cláusulas contratuais de cada contrato até a data do depósito judicial efetuado pela Requerente na da de 21/11/2016, conforme constante neste laudo como Apêndice B , apurando saldo devedor final, para o Requerido, de R$ 00.000,00.

Tabela 17: Cálculo Pericial - Total Apurado - Apêndice B

E) TOTAL APURADO (A+B+C+D)

A) Nome 23.372,74

B) Nome (5.465,93) C) ANDRÉ KAUFMANN (6.279,59)

D) Nome ADM. E PART 259,48

TOTAL GERAL: 11.886,71 DEPÓSITO JUDICIAL (21/11/2016): (10.510,19) DEPÓSITO JUDICIAL (21/11/2016): (693,25)

SALDO REMANESCENTE: 683,27

É preciso observar que a apuração do valor devido de R$ 00.000,00 se refere a dívida remanescente na data do depósito judicial, por sua vez, faz-se necessário de atualização, que efetuada pela Perícia perfez o valor de R$ 00.000,00 em novembro de 2016.

Tabela 18: Cálculo Pericial - Atualização do Depósito Judicial - Apêndice B

ATUALIZAÇÃO DE DEPÓSITO JUDICIAL

Data Valor Fator de Correção Valor da Correção Total 21/11/2016 683,27 1,168708 115,27 798,54

SALDO DEVEDOR: R$ 00.000,00

Em seguida, se deu a apuração dos valores inadimplentes posteriores ao depósito judicial, utilizando as mesmas premissas adotadas anteriormente, iniciando com a apuração das parcelas juntamente com a retenção de IR, quando se trava de Pessoa Física, e valores depositados a menor, de forma individual, com resultado dessa apuração houve a aplicação dos encargos de inadimplência conforme cláusulas contratuais, individualmente.

Por fim, conseguinte ao resultado do cálculo anterior, houve o incremento do saldo remanescente e com isso a Perícia apurou o valor final de R$ 00.000,00 devidos pelo Requerido em fevereiro de 2021 .

Tabela 19: Cálculo Pericial - Resumo de Cálculo - Apêndice C

RESUMO DE CÁLCULO

CONTRATOS: SAT001B1 // SAT002SS

ATUALIZADO ATÉ: fev/21

NOME SAT001B1 SAT002SS VALOR Nome (1.196,66) 52.233,45 51.036,78 ANDRÉ KAUFMANN (21.734,73) 16.647,60 (5.087,13)

Nome ADM. E PART. 18.393,33 36.238,31 54.631,64

TOTAL: 100.581,29 SALDO REMANESCENTE DO DEPÓSITO JUDICIAL: 798,54

TOTAL GERAL - SALDO DEVEDOR: 101.379,83

Conclusão

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

O Laudo Pericial Contábil foi estruturado a partir de bases provenientes das normas contábeis disseminadas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), as práticas contábeis, os conceitos da matemática financeira atinentes e atendimento às normas relativas à elaboração e apresentação de documentos técnicos consignados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Trata-se de Ação Cobrança ajuizada por Nome e outros em face de Nome sob a alegação de que a locatária vem efetuando depósitos em valores menores ao contratado e não obedecendo às cláusulas contratuais.

O Requerente apresentou cálculos, indicando que o Requerido deve a quantia de R$ 00.000,00 (fls. 03), a Requerido , por sua vez, apresentou cálculos totalizando a quantia de R$ 00.000,00 (fls.102).

Os exames periciais permitiram inferir que: O equívoco do Requerente consiste na ausência de cumprimento da cláusula 4.3 do contrato SAT001B1 , no que diz respeito aos encargos de inadimplência, efetuando aplicação errônea da porcentagem da multa, vez que, aplicou a multa e 10%, diferente do pactuado em contrato, a importância de 2%. Bem como, o equívoco da retenção do IRPF, que não condiz com a alíquota e valores da Tabela Progressiva de Imposto de Renda.

Similarmente, os cálculos apresentados pelo Requerido comete equívocos na retenção do IRPF, vez que, desconsidera a troca de dos locadores, de Nome e outros para Nome e Nome , de Pessoa Física para Pessoa Jurídica, após de maio de 2016, efetuando de forma errônea a retenção do IR. Paralelamente, aplicou a alíquota a partir da soma dos valores recebidos pelos 3 locadores, quando o correto é aplicação de forma individual.

Deste modo, com base em tais premissas, a Perícia evolui os cálculos para apurar a os valores devidos da forma a seguir apresentada:

(i) Apuração de parcelas e depósitos pagos a menor;

(ii) Retenção de IR para pagamentos provenientes de pessoa física, conforme Tabela

Progressiva de Imposto de Renda;

(iv) Aplicação de multa de 2,0%, juros moratórios 1,0% e correção monetária pelo

IGP-M, no contrato SAT1B1

(v) Desconto dos valores do Depósito Judicial efetuado em 21/11/2016;

(vi) Desconto dos valores de Depósitos efetuados pela Requerente; e

(vii) Atualização dos valores pelo índice de correção do TJSP até 02/2021.

As análises periciais indicaram que na data do Depósito Judicial, o valor devido pelo Requerido não poderia ser saldado pelo Depósito Judicial, visto que, houve saldo remanescente de R$ 00.000,00 após os cálculos, conforme Apêndice B .

Sendo assim, a Perícia prosseguiu seus cálculos, pois como retromencionado houve juntada de novos cálculos (fls.136/140) pelo Requerente no valor de R$ 00.000,00. Da mesma forma, o Requerido juntou petição (fls.193/202) para informando que efetuou novos depósitos (fls. 201/202) e alega que os depósitos que totalizam quantia de R$ 00.000,00 são suficientes para sanar tais inadimplências. O requerente, por sua vez, informa que os valores são de cunho aleatórios e sem consentimento, pois estão abaixo dos valores reconhecido como devidos, que segundo seu entendimento totaliza R$ 00.000,00.

Sendo assim, para eventual homologação do Laudo Pericial com as apurações ora apresentadas, este signatário evoluiu as os valores apresentados como inadimplentes, posteriores ao Depósito Judicial nos mesmos moldes retromencionados, apurando o valor de R$ 00.000,00 , conforme Apêndice C .

Tabela 20: Cálculo Pericial - Resumo de Cálculo - Apêndice C

NOME SAT001B1 SAT002SS VALOR Nome (1.196,66) 52.233,45 51.036,78 ANDRÉ KAUFMANN (21.734,73) 16.647,60 (5.087,13)

Nome ADM. E PART. 18.393,33 36.238,31 54.631,64

TOTAL: 100.581,29 SALDO REMANESCENTE DO DEPÓSITO JUDICIAL: 798,54

TOTAL GERAL - SALDO DEVEDOR: 101.379,83

Encerramento

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Assim, encerra-se o presente Laudo Pericial Contábil , emitido em 27 (vinte e seis) páginas, processados eletronicamente e estando a última página assinada e datada.

Acompanha a presente peça os seguintes Apêndices e Anexos:

Apêndice A: Resposta aos Quesitos;

Apêndice B: Cálculo do Contrato SAT001B1 e SAT002SS; e

Apêndice C: Cálculos dos Contratos SAT001B1 e SAT002SS (após Depósito Judicial).

Anexo A: Contrato SAT002SS;

Anexo B: 1° Termo aditivo do Contrato SAT002SS;

Anexo C: 2° Termo aditivo do Contrato SAT002SS;

Anexo D: Contrato SAT001B1;

Anexo E: 1° Aditamento do Contrato SAT001B1;

Anexo F: 2° Aditivo do Contrato SAT001B1;

Anexo G: 3° Aditivo do Contrato SAT001B1; e

Anexo H: Análises Periciais e Relatórios Comparativos .

Aproveita-se o ensejo para agradecer a nobre oportunidade de ter servido V. Exa. nos aspectos contábeis aplicadas à matéria, se colocando à disposição para os esclarecimentos que se fizerem necessários, bem como para novos trabalhos.

Nesses termos em que, respeitosamente, pede e espera deferimento.

São Paulo, data do protocolo.

Leonel Carlos Dias Nome

CRC n° 1 SP 305.622/O-5 | CNPC/CFC n° 4.188

Apêndice A:

Resposta aos Quesitos

A - Quesitos formulados pelo Requerente Nome e outros

(Fls. 162/163)

1. Considerando que a Ré já confessou que realizou pagamentos à menor, por

erro sistêmico (fl. 99); considerando que até abril de 2016 todos os alugueres eram pagos à três pessoas físicas (Sr. Nome; Sr. Nome; e Sr. André), com retenção de IRPF na fonte, e que à partir de 2016 (e até hoje) o Sr. Nome foi substituído pela Pessoa Jurídica "Nome Adm. e Part." (sem retenção de IRPF e tributado pelo IRPJ); e o restante pago às pessoas físicas, Sr. Nome e Sr. André (com retenção de IRPF), pergunta-se:

É possível afirmar que a empresa Ré efetuou retenções indevidas à título de imposto de renda com relação aos pagamentos realizados à Pessoa Jurídica "Nome Adm"? (fls. 99 e 100).

Resposta: Positivo é a resposta. Conforme cálculos apresentados as

fls. 99/100, o valor do aluguel está em sua totalidade, não subdivido por proprietário. Com isso, houve erro na retenção de IR, vez que, a partir de 06/01/2016 o pagamento, para um dos locatórios, passa a ser de Pessoa Jurídica para Pessoa Jurídica, razão pela qual não deve haver enquadramento pela Tabela Progressiva do IR.

2. E ainda, é correto afirmar que a empresa Ré (vide fls. 99 /100; fl. 102), somou

todos os rendimentos (dos 3 locadores) para aplicação da alíquota de IRPF (fl. 102) (quando deveria considerar os rendimentos de cada locador individualmente), o que implicou na incidência de IR com alíquota (percentual) maior do que o devido, e, portanto, retendo quantias à maior, acarretando pagamentos à menor?

Resposta: Positivo é a resposta. O Requerido pautou seus cálculos nos

valores consolidados dos 3 locadores, conforme alegado em sua contestação às fls. 102:

Figura 14: Contestação do Requerido (fls. 102)

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Deste modo, sem a subdivisão dos proprietários, por porcentagem do valor total do aluguel, a alíquota para retenção de IR resta equivocada, vez que, a incidência no valor do aluguel em sua totalidade acarreta incidência de alíquota a maior, acarretando pagamentos à menor, tanto quanto, o inverso.

3. É correto afirmar que, conforme se depreende da análise dos cálculos

apresentados pelos Autores com a exordial (fls. 64/66), bem como do atualizado às fls. 136/139, mesmo considerando as devidas retenções de imposto sobre a renda, a Ré, quase que na totalidade das vezes (inclusive atualmente) pagou em desacordo com o quanto contratado, o que gerou a diferença demandada na presente ação?

Resposta : Positiva é a resposta. De acordo com os cálculos apresentados

pelo Requerente , o montante pago pelo Requerido, em sua maioria, estava em desacordo com o valor cobrado, seja para pagamentos a maior ou o inverso.

Usando como exemplo o mês de outubro de 2014, mês posterior ao 1° Termo Aditivo ao Contrato de Locação - SAT002SS. Podemos observar que na Cláusula II é pactuada a majoração do aluguel para a importância de R$ 9.500,00 , enquanto o pagamento efetuado pelo Requerido perfaz o valor de R$ 8.210,44. Por outro lado, houve, também, pagamento a maior, como é o caso do mês de novembro de 2015, cuja valor do pagamento foi de R$ 12.852,45.

Figura 15: Cláusula II - 1° Termo Aditivo ao Contrato de Locação - SAT002SS

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Tabela 21: Cálculo da Requerente - Contestação (fls. 100)

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

4. É correto afirmar que a Ré, por vezes, conforme cálculo de fls. 136/139,

efetuou pagamentos à menor, e em algumas vezes à maior, onde mesmo realizando a compensação de valores, implica no saldo devedor indicado às fls. 136/139 (e 64/66)?

Resposta: Segundo o cálculo apresentado nas fls. 64/66 é correto que

afirmar que o Requerido efetuou pagamentos à menor, e em algumas vezes à maior, gerando saldo remanescente.

Usando o contrato SAT001B1, como exemplo, os saldos pagos a maior por parte do locatário para os proprietários André Kaufmann e Stoffa Administração e Participações Ltda., ainda sim em sua totalidade são negativos, vez que a inadimplência com o proprietário Francisco Stoffa é maior que o saldo a restituir, conforme indicado a seguir:

Tabela 22: Resumo do Inadimplemento - Cálculo do Requerente (fls. 140)

Contrato Locador Saldo Remanescente SAT001B1 Nome (30.929,61) SAT001B1 Nome 1.654,48 SAT001B1 André Kaufmann 3.402,29 SAT001B1 Nome Adm. E Part. 2.270,88 TOTAL GERAL (23.601,96)

Ressalta-se que o cálculo apresentado pelo Requerente não demonstra os reais valores devedores, vez que, existe inconstâncias contratuais na formação do valor devido, tendo sido a análise detalhada apresentadas no Capítulo 2 - Análises Periciais - item 2.3 .

5. Considerando as retenções indevidas, aplicações de alíquotas indevidas de

IRPF, e pagamentos realizados à maior e à menor (fls. 136/139), é possível afirmar que o cálculo de fls. 136/139 está correto?

Resposta: Negativa é a resposta. Ao analisar os cálculos acostados é possível constatar divergências contratuais, tendo sido a análise detalhada apresentadas no Capítulo 2 - Análises Periciais - item 2.3.

Importante ressaltar, este signatário evoluiu aos valores apresentados como inadimplentes, posteriores ao Depósito Judicial nos mesmos moldes retromencionados, apurando o valor de R$ 101.379,83 , conforme Apêndice C .

Tabela 23: Cálculo Pericial - Resumo de Cálculo - Apêndice C

NOME SAT001B1 SAT002SS VALOR PIERRE KAUFMANN (1.196,66) 52.233,45 51.036,78 ANDRÉ KAUFMANN (21.734,73) 16.647,60 (5.087,13)

Nome ADM. E PART. 18.393,33 36.238,31 54.631,64

TOTAL: 100.581,29

B - Quesitos formulados pelo Requerido Nome - Cessão

de Infraestruturas Ltda (Fls. 160/161)

1. Considerando a verba discutida nos presentes autos tratar-se de rendimentos

de aluguéis, pagos por pessoa jurídica a pessoa física, queira o Sr. Perito esclarecer se é devida a retenção do Imposto de Renda, nos termos do artigo 631, do Decreto n° 3.000/99 e artigo 7°, II, da Lei n° 7.713/88.

Resposta: Por se tratar de rendimentos de aluguéis pagos por Pessoa

Jurídica à Pessoa Física, é devida a retenção do Imposto de Renda, fundamentado no artigo 631, do Decreto n° 3.000/99 e artigo 7°, II, da Lei n° 7.713/88, conforme transcrição demonstrada a seguir:

Figura 16: Lei n° 7.713 de 22 de dezembro de 1988

Fonte : https://presrepublica.jusbrasil.com.br

Figura 17: Decreto n° 3.000 de 2016 de março de 1999

Fonte: https://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/110446

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

No caso em questão, após o aditivo firmado na data de 06/01/2016, houve substituição de locadores, onde Francisco Stoffa Sobrinho (pessoa física) transmite a parte que lhe cabia do imóvel (50%) para a empresa Stoffa Administração e

Participações Ltda (pessoa jurídica). Com isso, os pagamentos passaram a ser de Pessoa Jurídica à Pessoa Jurídica, o que de acordo com a legislação vigente não caracteriza retenção de IR na fonte.

2. Em caso positivo, queira o Sr. Perito esclarecer se o valor de aluguel

atualmente pago (acima de R$10.000,00) encontra-se amparado pelas isenções de retenção tributária, previstas na tabela de incidência mensal

editada pela Receita Federal? ( http://idg.receita.fazenda.gov.br/ )

Resposta: Negativa é a resposta. Porém, cumpre ressaltar que a análise

não se pauta apenas neste ponto, vez que, é preciso considerar a fonte recebedora, que no caso em questão passou a ser pessoa jurídica após de maio de 2016. Logo, isento de retenção de IR na fonte.

Tabela 24: Tabela comparativa - Tabela de Incidência Mensal

Valor de Contrato

Direito SAT001B1 4.930,98 SAT001B1 2.465,49 SAT001B1 2.465,49 SAT001B1 4.930,98 SAT002SS Nome 9.500,00 50% 4.750,00 SAT002SS Nome 9.500,00 25% 2.375,00 SAT002SS André Kaufmann 9.500,00 25% 2.375,00 SAT002SS 9.500,00 Nome Adm. E Part. 50% 4.750,00

3. Para fins de apuração de eventual saldo remanescente, queira o Sr. Perito

elaborar novos cálculos atualizados, considerando os depósitos já realizados por esta Peticionante e com a devida apuração dos valores a serem retidos a título de Imposto de Renda.

Resposta: Os novos cálculos foram confeccionados e atualizados por este

signatário , tendo sido a análise detalhada apresentadas no Capítulo 3 - Conclusões, apurando o valor de R$ 101.379,83 , conforme Apêndice C .

Tabela 25: Cálculo Pericial - Resumo de Cálculo - Apêndice C

NOME SAT001B1 SAT002SS VALOR

Nome (1.196,66) 52.233,45 51.036,78 ANDRÉ KAUFMANN (21.734,73) 16.647,60 (5.087,13)

Nome ADM. E PART. 18.393,33 36.238,31 54.631,64

TOTAL: 100.581,29 SALDO REMANESCENTE DO DEPÓSITO JUDICIAL: 798,54

TOTAL GERAL - SALDO DEVEDOR: 101.379,83

Apêndice B:

Cálculo do Contrato SAT001B1 e SAT0022SS

Período (outubro/2014 - outubro/2016)

Nome

SAT001B1

Data do Depósito Judicial: 21/11/2016 Correção Monetária IGPM Juros Moratórios: 0,50% Multa: 2,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

out/14 4.750,00 869,36 3.880,64 05/11/2014 3.936,42 (55,78) 1,185875 (66,15) - - (66,15) nov/14 4.750,00 869,36 3.880,64 05/12/2014 3.936,42 (55,78) 1,178568 (65,74) - - (65,74) dez/14 4.750,00 869,36 3.880,64 05/01/2015 3.936,42 (55,78) 1,169678 (65,24) - - (65,24) jan/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/02/2015 3.936,42 (55,78) 1,166529 (65,07) - - (65,07) fev/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/03/2015 3.936,42 (55,78) 1,155208 (64,44) - - (64,44) mar/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/04/2015 3.936,42 (55,78) 1,141848 (63,69) - - (63,69) abr/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/05/2015 3.969,58 (88,94) 1,137186 (101,14) - - (101,14) mai/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/06/2015 3.969,58 (88,94) 1,129617 (100,47) - - (100,47) Taxa

5.920,00 - 5.920,00 1,129617 6.687,33 118,40 527,87 7.333,60 Conservação 5.920,00

jun/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/07/2015 3.969,58 (88,94) 1,121876 (99,78) - - (99,78) jul/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/08/2015 4.238,69 (358,05) 1,118744 (400,57) - - (400,57)

ago/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/09/2015 4.238,69 (358,05) 1,108216 (396,80) - - (396,80) set/15 4.750,00 869,36 3.880,64 05/10/2015 4.238,69 (358,05) 1,087659 (389,44) - - (389,44) out/15 5.146,50 869,36 4.277,14 05/11/2015 4.238,69 38,45 1,071374 41,19 0,77 2,45 44,41 nov/15 5.146,50 869,36 4.277,14 05/12/2015 3.402,34 874,80 1,066150 932,67 17,50 51,32 1.001,49 dez/15 5.146,50 869,36 4.277,14 05/01/2016 1.671,06 2.606,08 1,054133 2.747,15 52,12 139,43 2.938,70 jan/16 5.146,50 869,36 4.277,14 05/02/2016 2.888,89 1.388,25 1,040708 1.444,76 27,77 67,10 1.539,63 fev/16 5.146,50 869,36 4.277,14 07/03/2016 2.888,89 1.388,25 1,035427 1.437,43 27,77 59,93 1.525,12 mar/16 5.146,50 869,36 4.277,14 05/04/2016 3.342,72 934,42 1,032021 964,34 18,69 35,82 1.018,85

Nome/MARIANA KAUFFMAN

SAT001B1

Data do Depósito Judicial: 21/11/2016 Correção Monetária IGPM Juros Moratórios: 0,50% Multa: 2,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

out/14 2.375,00 142,80 2.232,20 05/11/2014 2.123,40 108,80 1,185875 129,02 2,18 13,55 144,74 nov/14 2.375,00 142,80 2.232,20 05/12/2014 2.123,40 108,80 1,178568 128,23 2,18 13,00 143,41 dez/14 2.375,00 142,80 2.232,20 05/01/2015 2.123,40 108,80 1,169678 127,26 2,18 12,44 141,88 jan/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/02/2015 2.123,40 108,80 1,166529 126,92 2,18 11,88 140,97 fev/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/03/2015 2.123,40 108,80 1,155208 125,69 2,18 11,37 139,23 mar/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/04/2015 2.123,40 108,80 1,141848 124,23 2,18 10,81 137,22 abr/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/05/2015 2.132,11 100,09 1,137186 113,82 2,00 9,44 125,26 mai/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/06/2015 3.969,58 (1.737,38) 1,129617 (1.962,57) - - (1.962,57) jun/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/07/2015 3.969,58 (1.737,38) 1,121876 (1.949,13) - - (1.949,13) jul/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/08/2015 2.292,71 (60,51) 1,118744 (67,70) - - (67,70)

ago/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/09/2015 2.292,71 (60,51) 1,108216 (67,06) - - (67,06) set/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/10/2015 2.292,71 (60,51) 1,087659 (65,81) - - (65,81) out/15 2.573,25 142,80 2.430,45 05/11/2015 2.292,71 137,74 1,071374 147,57 2,75 8,77 159,10 nov/15 2.573,25 142,80 2.430,45 05/12/2015 6.045,94 (3.615,49) 1,066150 (3.854,65) - - (3.854,65) dez/15 2.573,25 142,80 2.430,45 05/01/2016 3.168,32 (737,87) 1,054133 (777,81) - - (777,81) jan/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/02/2016 2.671,28 (240,83) 1,040708 (250,63) - - (250,63) fev/16 2.573,25 142,80 2.430,45 07/03/2016 2.671,28 (240,83) 1,035427 (249,36) - - (249,36) mar/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/04/2016 3.168,32 (737,87) 1,032021 (761,50) - - (761,50) abr/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/05/2016 3.168,32 (737,87) 1,023628 (755,30) - - (755,30) mai/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/06/2016 2.089,52 340,93 1,006616 343,19 6,82 9,60 359,61

ANDRÉ KAUFMANN

SAT001B1

Data do Depósito Judicial: 21/11/2016 Correção Monetária IGPM

0,50% Juros Moratórios:

Multa: 2,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

out/14 2.375,00 142,80 2.232,20 05/11/2014 2.152,62 79,58 1,185875 94,37 1,59 9,91 105,87 nov/14 2.375,00 142,80 2.232,20 05/12/2014 2.152,62 79,58 1,178568 93,79 1,59 9,51 104,89 dez/14 2.375,00 142,80 2.232,20 05/01/2015 2.152,62 79,58 1,169678 93,08 1,59 9,10 103,77 jan/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/02/2015 2.152,62 79,58 1,166529 92,83 1,59 8,69 103,11 fev/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/03/2015 2.152,62 79,58 1,155208 91,93 1,59 8,32 101,84 mar/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/04/2015 2.152,62 79,58 1,141848 90,87 1,59 7,90 100,36 abr/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/05/2015 2.150,62 81,58 1,137186 92,77 1,63 7,70 102,10 mai/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/06/2015 2.150,62 81,58 1,129617 92,15 1,63 7,27 101,06 jun/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/07/2015 2.150,62 81,58 1,121876 91,52 1,63 6,87 100,02 jul/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/08/2015 2.325,24 (93,04) 1,118744 (104,09) - - (104,09)

ago/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/09/2015 2.325,24 (93,04) 1,108216 (103,11) - - (103,11) set/15 2.375,00 142,80 2.232,20 05/10/2015 1.162,12 1.070,08 1,087659 1.163,88 21,40 73,66 1.258,94 out/15 2.573,25 142,80 2.430,45 05/11/2015 2.324,24 106,21 1,071374 113,79 2,12 6,76 122,68 nov/15 2.573,25 142,80 2.430,45 05/12/2015 3.404,17 (973,72) 1,066150 (1.038,13) - - (1.038,13) dez/15 2.573,25 142,80 2.430,45 05/01/2016 1.672,06 758,39 1,054133 799,44 15,17 40,57 855,19 jan/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/02/2016 3.119,95 (689,50) 1,040708 (717,57) - - (717,57) fev/16 2.573,25 142,80 2.430,45 07/03/2016 3.119,95 (689,50) 1,035427 (713,93) - - (713,93) mar/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/04/2016 3.344,12 (913,67) 1,032021 (942,93) - - (942,93) abr/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/05/2016 3.344,12 (913,67) 1,023628 (935,26) - - (935,26) mai/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/06/2016 2.059,52 370,93 1,006616 373,38 7,42 10,45 391,25 jun/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/07/2016 2.089,52 340,93 1,004807 342,57 6,82 7,90 357,29 jul/16 2.573,25 142,80 2.430,45 05/08/2016 2.698,52 (268,07) 1,003302 (268,96) - - (268,96)

Nome ADM. E PART.

SAT001B1

Data do Depósito Judicial: 21/11/2016 Correção Monetária IGPM Juros Moratórios: 0,50% Multa: 2,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

mai/16 5.146,50 - 5.146,50 06/06/2016 5.015,19 131,31 1,006616 132,18 2,63 3,68 138,48 jun/16 5.146,50 - 5.146,50 05/07/2016 5.015,19 131,31 1,004807 131,94 2,63 3,04 137,61 jul/16 5.146,50 - 5.146,50 05/08/2016 5.525,89 (379,39) 1,003302 (380,64) - - (380,64)

ago/16 5.146,50 - 5.146,50 05/09/2016 5.525,89 (379,39) 1,001300 (379,88) - - (379,88) set/16 5.146,50 - 5.146,50 05/10/2016 5.525,89 (379,39) 0,999700 (379,28) - - (379,28) out/16 5.695,12 - 5.695,12 07/11/2016 5.525,89 169,23 1,000000 169,23 3,38 0,39 173,01

TOTAL: (690,70)

Nome

SAT002ss

Data do Depósito Judicial: 21/11/2016

IPC Correção Monetária

Juros Moratórios: 1,00% Multa: 10,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

ago/15 4.549,92 636,13 3.913,79 05/09/2015 2.199,97 1.713,82 1,087339 1.863,50 171,38 253,07 2.287,96 set/15 4.549,92 636,13 3.913,79 05/10/2015 3.033,32 880,47 1,077853 949,02 88,05 121,21 1.158,28 out/15 5.077,50 869,36 4.208,14 05/11/2015 4.550,44 (342,30) 1,066548 (365,08) - - (365,08) nov/15 5.077,50 869,36 4.208,14 05/12/2015 3.365,46 842,68 1,057873 891,45 84,27 98,87 1.074,59 dez/15 5.077,50 869,36 4.208,14 05/01/2016 3.708,89 499,25 1,043576 521,01 49,93 53,42 624,35 jan/16 5.077,50 869,36 4.208,14 05/02/2016 4.162,72 45,42 1,034371 46,98 4,54 4,39 55,91 fev/16 5.077,50 869,36 4.208,14 07/03/2016 4.162,72 45,42 1,024434 46,53 4,54 3,92 54,99 mar/16 5.077,50 869,36 4.208,14 05/04/2016 3.708,89 499,25 1,019743 509,11 49,93 38,28 597,31 abr/16 5.077,50 869,36 4.208,14 05/05/2016 3.708,89 499,25 1,013963 506,22 49,93 33,28 589,43

TOTAL: R$ 00.000,00

Nome/MARIANA KAUFFMANN

SAT002

Data do Cálculo: 21/11/2016 Correção Monetária IPC Juros Moratórios: 1,00% Multa: 10,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

ago/15 2.274,96 142,80 2.132,16 05/09/2015 2.460,80 (328,64) 1,087339 (357,34) - - (357,34) set/15 2.274,96 142,80 2.132,16 05/10/2015 3.033,32 (901,16) 1,077853 (971,32) - - (971,32) out/15 2.538,75 142,80 2.395,95 05/11/2015 2.275,22 120,73 1,066548 128,76 12,07 15,37 156,21 nov/15 2.538,75 142,80 2.395,95 05/12/2015 1.649,54 746,41 1,057873 789,61 74,64 87,58 951,83 dez/15 2.538,75 142,80 2.395,95 05/01/2016 1.750,34 645,61 1,043576 673,74 64,56 69,08 807,38 jan/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/02/2016 2.247,38 148,57 1,034371 153,68 14,86 14,36 182,90 fev/16 2.538,75 142,80 2.395,95 07/03/2016 2.247,38 148,57 1,024434 152,20 14,86 12,83 179,88 mar/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/04/2016 1.750,38 645,57 1,019743 658,32 64,56 49,49 772,37 abr/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/05/2016 1.750,34 645,61 1,013963 654,62 64,56 43,04 762,23 mai/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/06/2016 2.247,38 148,57 1,007415 149,67 14,86 8,37 172,90 jun/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/07/2016 2.247,38 148,57 1,003901 149,15 14,86 6,88 170,89 jul/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/08/2016 1.823,51 572,44 1,002798 574,04 57,24 20,61 651,89

ago/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/09/2016 2.247,38 148,57 1,004204 149,19 14,86 3,81 167,86 set/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/10/2016 2.247,38 148,57 1,001500 148,79 14,86 2,33 165,98 out/16 2.809,38 142,80 2.666,58 07/11/2016 2.472,10 194,48 1,000000 194,48 19,45 0,91 214,84

TOTAL: R$ 00.000,00

Nome ADM. E PART.

SAT002

Data do Cálculo: 21/11/2016 Correção Monetária IPC Juros Moratórios: 1,00% Multa: 10,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

mai/16 5.077,50 - 5.077,50 06/06/2016 4.550,44 527,06 1,007415 530,97 52,71 29,52 613,19 jun/16 5.077,50 - 5.077,50 05/07/2016 4.550,44 527,06 1,003901 529,12 52,71 24,42 77,13 jul/16 5.077,50 - 5.077,50 05/08/2016 4.550,44 527,06 1,002798 528,53 52,71 18,97 71,69

ago/16 5.077,50 - 5.077,50 05/09/2016 4.550,44 527,06 1,004204 529,28 52,71 13,53 66,24 set/16 5.077,50 05/10/2016 4.550,44 527,06 1,001500 527,85 52,71 5.077,50 8,26 60,97 out/16 5.618,76 5.618,76 07/11/2016 5.036,32 582,44 1,000000 582,44 58,24 2,72 60,97

ANDRÉ KAUFMANN

SAT002

Data do Cálculo: 21/11/2016 Correção Monetária IPC Juros Moratórios: 1,00% Multa: 10,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

ago/15 2.274,96 142,80 2.132,16 05/09/2015 2.726,18 (594,02) 1,087339 (645,90) - - (645,90) set/15 2.274,96 142,80 2.132,16 05/10/2015 3.034,23 (902,07) 1,077853 (972,30) - - (972,30) out/15 2.538,75 142,80 2.395,95 05/11/2015 2.275,22 120,73 1,066548 128,76 12,07 15,37 156,21 nov/15 2.538,75 142,80 2.395,95 05/12/2015 1.715,66 680,29 1,057873 719,66 68,03 79,82 867,51 dez/15 2.538,75 142,80 2.395,95 05/01/2016 2.023,21 372,74 1,043576 388,98 37,27 39,88 466,14 jan/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/02/2016 2.247,38 148,57 1,034371 153,68 14,86 14,36 182,90 fev/16 2.538,75 142,80 2.395,95 07/03/2016 2.247,38 148,57 1,024434 152,20 14,86 12,83 179,88 mar/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/04/2016 3.119,95 (724,00) 1,019743 (738,29) - - (738,29) abr/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/05/2016 3.119,95 (724,00) 1,013963 (734,11) - - (734,11) mai/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/06/2016 2.247,38 148,57 1,007415 149,67 14,86 8,37 172,90 jun/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/07/2016 2.247,38 148,57 1,003901 149,15 14,86 6,88 170,89 jul/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/08/2016 1.823,51 572,44 1,002798 574,04 57,24 20,61 651,89

ago/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/09/2016 2.247,38 148,57 1,004204 149,19 14,86 3,81 167,86 set/16 2.538,75 142,80 2.395,95 05/10/2016 2.247,38 148,57 1,001500 148,79 14,86 2,33 165,98 out/16 2.809,38 142,80 2.666,58 07/11/2016 2.472,10 194,48 1,000000 194,48 19,45 0,91 214,84

R$ 00.000,00 R$ 00.000,00 R$ 00.000,00 -R$ 00.000,00 R$ 00.000,00 R$ 00.000,00 R$ 00.000,00

RESUMO DE CÁLCULO

CONTRATOS: SAT001B1 // SAT002SS

ATUALIZADO ATÉ: 21/11/2016

NOME SAT001B1 SAT002SS VALOR

Nome 17.295,00 6.077,74 23.372,74

Nome (9.494,42) 4.028,49 (5.465,93) ANDRÉ KAUFMANN (6.585,98) 306,40 (6.279,59)

Nome ADM. E PART. (690,70) 950,18 259,48

TOTAL GERAL: 11.886,71 DEPÓSITO JUDICIAL (21/11/2016): (10.510,19) DEPÓSITO JUDICIAL (21/11/2016): (693,25)

VALOR REMANESCENTE: 683,27

ATUALIZAÇÃO DO DEPÓSITO JUDICIAL

Data do cálculo: fev/21 Correção Monetária TJSP (INPC)

ATUALIZAÇÃO DE DEPÓSITO JUDICIAL

Data Valor Fator de Correção Valor da Correção Total

21/11/2016 683,27 1,168708 115,27 798,54

SALDO DEVEDOR: R$ 00.000,00

Apêndice C:

Cálculos dos Contratos SAT001B1 e

SAT0022SS - Período (outubro/2016 -

dezembro/2019)

Nome/MARIANA KAUFFMAN

SAT001B1

Data do Cálculo: 20/02/2021 Correção Monetária IGPM Juros Moratórios: 0,50% Multa: 2,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

nov/16 2.847,56 354,80 2.492,76 05/12/2016 2.698,52 (205,76) 1,450209 (298,39) - - (298,39) dez/16 2.847,56 354,80 2.492,76 05/01/2017 2.698,52 (205,76) 1,440987 (296,50) - - (296,50) jan/17 2.847,56 354,80 2.492,76 06/02/2017 3.187,99 (695,23) 1,439835 (1.001,02) - - (1.001,02) fev/17 2.847,56 354,80 2.492,76 06/03/2017 3.187,99 (695,23) 1,439691 (1.000,92) - - (1.000,92) mar/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/04/2017 2.698,52 (205,76) 1,455704 (299,53) - - (299,53) abr/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/05/2017 2.698,52 (205,76) 1,469369 (302,34) - - (302,34) mai/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/06/2017 2.698,52 (205,76) 1,479280 (304,38) - - (304,38) jun/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/07/2017 2.698,52 (205,76) 1,490008 (306,58) - - (306,58) jul/17 2.847,56 354,80 2.492,76 07/08/2017 2.761,40 (268,64) 1,488519 (399,88) - - (399,88)

ago/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/09/2017 2.761,40 (268,64) 1,481556 (398,01) - - (398,01) set/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/10/2017 2.761,40 (268,64) 1,478599 (397,21) - - (397,21) out/17 2.806,27 354,80 2.451,47 06/11/2017 2.761,40 (309,93) 1,470950 (455,89) - - (455,89) nov/17 2.806,27 354,80 2.451,47 05/12/2017 - 2.451,47 1,457974 3.574,18 49,03 479,26 4.102,47 dez/17 2.806,27 354,80 2.451,47 05/01/2018 - 2.451,47 1,446977 3.547,22 49,03 466,60 4.062,85 jan/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/02/2018 - 2.451,47 1,445965 3.544,74 49,03 453,93 4.047,70 fev/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/03/2018 - 2.451,47 1,436769 3.522,20 49,03 442,49 4.013,72 mar/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/04/2018 - 2.451,47 1,428626 3.502,23 49,03 429,82 3.981,09 abr/18 2.806,27 354,80 2.451,47 08/05/2018 - 2.451,47 1,409180 3.454,56 49,03 416,34 3.919,93 mai/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/06/2018 - 2.451,47 1,383312 3.391,15 49,03 404,90 3.845,08 jun/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/07/2018 - 2.451,47 1,376293 3.373,94 49,03 392,64 3.815,61 jul/18 2.806,27 354,80 2.451,47 07/08/2018 - 2.451,47 1,366725 3.350,49 49,03 379,16 3.778,68

ago/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/09/2019 2.264,67 186,80 1,302225 243,26 3,74 16,63 263,62 set/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/10/2018 2.821,58 (370,11) 1,334386 (493,87) - - (493,87) out/18 3.088,02 354,80 2.733,22 05/11/2018 2.821,58 (88,36) 1,340957 (118,49) - - (118,49) nov/18 3.088,02 354,80 2.733,22 05/12/2018 2.821,58 (88,36) 1,355597 (119,78) - - (119,78) dez/18 3.088,02 354,80 2.733,22 07/01/2019 2.821,58 (88,36) 1,355462 (119,77) - - (119,77) jan/19 3.088,02 354,80 2.733,22 06/02/2019 2.821,58 (88,36) 1,343638 (118,72) - - (118,72) fev/19 3.088,02 354,80 2.733,22 06/03/2019 2.821,58 (88,36) 1,326919 (117,25) - - (117,25) mar/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/04/2019 2.821,58 (88,36) 1,314822 (116,18) - - (116,18) abr/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/05/2019 2.706,19 27,03 1,308932 35,38 0,54 2,96 38,88 mai/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/06/2019 2.821,58 (88,36) 1,298544 (114,74) - - (114,74) jun/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/07/2019 2.706,19 27,03 1,293370 34,96 0,54 2,68 38,19 jul/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/08/2019 2.706,19 27,03 1,302094 35,20 0,54 2,55 38,28

ago/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/09/2019 9.999,90 (7.266,68) 1,302225 (9.462,85) - - (9.462,85) set/19 3.088,02 354,80 2.733,22 07/10/2019 2.870,08 (136,86) 1,293429 (177,02) - - (177,02)

ANDRÉ KAUFMANN

SAT001B1

Data do Depósito Judicial: 20/02/2021 Correção Monetária IGPM Juros Moratórios: 0,50% Multa: 2,00%

Valor Data do Valor Fator de Valor

Mês Aluguel IR Diferença Multa Juros Total

Líquido Depósito Depositado Correção Corrigido

nov/16 2.847,56 354,80 2.492,76 05/12/2016 2.698,52 (205,76) 1,450209 (298,39) - - (298,39) dez/16 2.847,56 354,80 2.492,76 05/01/2017 2.698,52 (205,76) 1,440987 (296,50) - - (296,50) jan/17 2.847,56 354,80 2.492,76 06/02/2017 3.187,99 (695,23) 1,439835 (1.001,02) - - (1.001,02) fev/17 2.847,56 354,80 2.492,76 06/03/2017 3.187,99 (695,23) 1,439691 (1.000,92) - - (1.000,92) mar/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/04/2017 2.698,52 (205,76) 1,455704 (299,53) - - (299,53) abr/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/05/2017 2.698,52 (205,76) 1,469369 (302,34) - - (302,34) mai/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/06/2017 2.698,52 (205,76) 1,479280 (304,38) - - (304,38) jun/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/07/2017 2.698,52 (205,76) 1,490008 (306,58) - - (306,58) jul/17 2.847,56 354,80 2.492,76 07/08/2017 2.761,40 (268,64) 1,488519 (399,88) - - (399,88)

ago/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/09/2017 2.761,40 (268,64) 1,481556 (398,01) - - (398,01) set/17 2.847,56 354,80 2.492,76 05/10/2017 2.761,40 (268,64) 1,478599 (397,21) - - (397,21) out/17 2.806,27 354,80 2.451,47 06/11/2017 2.761,40 (309,93) 1,470950 (455,89) - - (455,89) nov/17 2.806,27 354,80 2.451,47 05/12/2017 2.761,40 (309,93) 1,457974 (451,87) - - (451,87) dez/17 2.806,27 354,80 2.451,47 05/01/2018 2.761,40 (309,93) 1,446977 (448,46) - - (448,46) jan/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/02/2018 2.761,40 (309,93) 1,445965 (448,15) - - (448,15) fev/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/03/2018 2.761,40 (309,93) 1,436769 (445,30) - - (445,30) mar/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/04/2018 2.761,40 (309,93) 1,428626 (442,77) - - (442,77) abr/18 2.806,27 354,80 2.451,47 08/05/2018 2.761,40 (309,93) 1,409180 (436,75) - - (436,75) mai/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/06/2018 2.761,40 (309,93) 1,383312 (428,73) - - (428,73) jun/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/07/2018 2.761,40 (309,93) 1,376293 (426,55) - - (426,55) jul/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/08/2018 2.821,58 (370,11) 1,366725 (505,84) - - (505,84)

ago/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/09/2018 2.821,58 (370,11) 1,346262 (498,27) - - (498,27) set/18 2.806,27 354,80 2.451,47 05/10/2018 2.821,58 (370,11) 1,334386 (493,87) - - (493,87) out/18 3.088,02 354,80 2.733,22 05/11/2018 2.821,58 (88,36) 1,340957 (118,49) - - (118,49) nov/18 3.088,02 354,80 2.733,22 05/12/2018 2.821,58 (88,36) 1,355597 (119,78) - - (119,78) dez/18 3.088,02 354,80 2.733,22 08/01/2019 2.821,58 (88,36) 1,355462 (119,77) - - (119,77) jan/19 3.088,02 354,80 2.733,22 06/02/2019 2.821,58 (88,36) 1,343638 (118,72) - - (118,72) fev/19 3.088,02 354,80 2.733,22 06/03/2019 2.821,58 (88,36) 1,326919 (117,25) - - (117,25) mar/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/04/2019 2.706,19 27,03 1,314822 35,54 0,54 3,09 39,18 abr/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/05/2019 2.821,58 (88,36) 1,308932 (115,66) - - (115,66) mai/19 3.088,02 354,80 2.733,22 05/06/2019 2.821,58 (88,36) 1,298544 (114,74) - - (114,74)