Processo nº 0009463-69.2015.8.26.0606

José Benedito Gare x Cerâmica Gyotoku LTDA

TJSP · Foro de Suzano, SP
Cível · Habilitação de Crédito
O processo teve origem no Tribunal de Justiça de São Paulo, no Foro de Suzano, em 08 de outubro de 2015. Tem como partes envolvidas Jorge Wagner Cubaechi Saad, José Benedito Gare, Cerâmica Gyotoku LTDA, Joao Boyadjian e outros.
Processo inativo
Informações sincronizadas há 6 meses com tribunais e Diários Oficiais.
Sincronizar

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
19/02/2018há 4 anos
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
23/10/2017há 4 anos
Movimentação visível apenas para assinantes.
20/10/2017há 4 anos
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
17/10/2017há 4 anos
Remetido ao DJE Relação: 1048/2017 Teor do ato: Vistos.JOSÉ BENEDITO GARE requer habilitação de crédito nos autos de falência de CERÂMICA GYOTOKU LTDA, invocando sua natureza trabalhista.Os autos foram instruídos com documentos.Manifestação da Administradora Judicial às fls. 47/49, da falida à fl. 45 e do Ministério Público à fl. 51.É O BREVE RELATÓRIO.FUNDAMENTO E DECIDO.Os documentos que instruem a inicial comprovam a existência do crédito, decorrente de reclamação trabalhista, logo, de natureza preferencial.A Administradora Judicial opinou pela procedência, conforme incluso parecer do I. Perito, seguindo o mesmo sentido a manifestação do Ministério Público.Posto isso, JULGO PROCEDENTE a habilitação para o fim de deferir a inclusão do crédito em nome de JOSÉ BENEDITO GARE, no importe de R$ 53.461,24 (cinquenta e três mil, quatrocentos e sessenta e um reais e vinte e quatro centavos), no Quadro Geral de Credores, na categoria dos créditos extraconcursais trabalhistas, nos termos dos artigos 84, inciso V, e 83, inciso I, ambos da Lei 11.101/05. Não há condenação em verba honorária em razão da natureza do incidente.Dê-se ciência à Administradora Judicial para as providências cabíveis.Com o trânsito em julgado, arquivem-se os autos. P.I.C. Advogados(s): Luis Augusto Roux Azevedo (OAB 120528/SP), Joao Boyadjian (OAB 22734/SP), Jorge Wagner Cubaechi Saad (OAB 77908/SP), Oreste Nestor de Souza Laspro (OAB 98628/SP)
06/09/2017há 4 anos
Serventuário
Recebidos os Autos do Ministério Público Tipo de local de destino: Cartório Especificação do local de destino: Cartório da 4ª. Vara Cível
04/09/2017há 4 anos
Remetidos os Autos para o Ministério Público com Vista Tipo de local de destino: Ministério Público Especificação do local de destino: Ministério PúblicoVencimento: 13/09/2017
29/08/2017há 4 anos
Julgada Procedente a Ação Vistos.JOSÉ BENEDITO GARE requer habilitação de crédito nos autos de falência de CERÂMICA GYOTOKU LTDA, invocando sua natureza trabalhista.Os autos foram instruídos com documentos.Manifestação da Administradora Judicial às fls. 47/49, da falida à fl. 45 e do Ministério Público à fl. 51.É O BREVE RELATÓRIO.FUNDAMENTO E DECIDO.Os documentos que instruem a inicial comprovam a existência do crédito, decorrente de reclamação trabalhista, logo, de natureza preferencial.A Administradora Judicial opinou pela procedência, conforme incluso parecer do I. Perito, seguindo o mesmo sentido a manifestação do Ministério Público.Posto isso, JULGO PROCEDENTE a habilitação para o fim de deferir a inclusão do crédito em nome de JOSÉ BENEDITO GARE, no importe de R$ 53.461,24 (cinquenta e três mil, quatrocentos e sessenta e um reais e vinte e quatro centavos), no Quadro Geral de Credores, na categoria dos créditos extraconcursais trabalhistas, nos termos dos artigos 84, inciso V, e 83, inciso I, ambos da Lei 11.101/05. Não há condenação em verba honorária em razão da natureza do incidente.Dê-se ciência à Administradora Judicial para as providências cabíveis.Com o trânsito em julgado, arquivem-se os autos. P.I.C.
Fontes de informações
Todas as informações exibidas nesta página são públicas e foram coletadas nos Sistemas dos Tribunais e Diários Oficiais.
SABER MAIS