Processo Nº 0374071.93.2014.8.13.0672

O processo possui 2 publicações no Diário de Justiça do Estado de Minas Gerais. Tem como partes envolvidas Adriana Aparecida Antonio, Celiane dos Santos Silva, Danielle Cristina Alves Cordeiro, Jusselma Maria Saturnino, Laura Beatriz Pereira Almeida Lage, Município de Sete Lagoas À Autora.

Andamento processual

Assine para desbloquear todos os andamentos desse processo
09/11/2020há 2 meses

Comarca de Sete

3ª Vara Cível

Expediente de 09/11/2020

JUIZ(A) TITULAR:

Wstânia Barbosa Gonçalves

JUIZ(A) SUBSTITUTO LEGAL:

Carlos Alberto de Faria

Roberto das Graças Silva

JUIZ(A) COOPERADOR(A):

Geraldo David Camargo

Joaquim Morais Junior

Lílian Maciel Santos

Marcelo Rodrigues Fioravante

Vaneska de Araujo Leite

JUIZ(A) PLANTONISTA:

Daniel Dourado Pacheco

Elise Silveira dos Santos

Wenderson de Souza Lima

PROMOTOR(A) :

Ângelo Alexandre Marzano

Ernane Geraldo de Araújo

Guiomar Soares Oliveira Neta

Luiz Gustavo Carvalho Soares

Maicson Borges Pereira Inocêncio de Paula

Marcelo Augusto Vieira

Paulo Cezar Ferreira da Silva

Pedro Andrade Perillo

Rodrigo Alberto Azevedo Couto

Simone Maria Bellezzia

Valeria Fernandes Andrade

ESCRIVÃO(Ã) :

Betânia Tavares Rocha

Patrícia Gonçalves de Souza Ferrão da Matta

Procedimento Ordinário

00274 - 0374071-93.2014.8.13.0672

Autor: Celiane dos Santos Silva; Réu: Município de Sete Lagoas Ficam as partes intimadas do inteiro teor da sentença,nos seguintes termos:"Trata-se de Ação de Indenização por danos materiais ajuizada por C.S.S,em face de Munícipio de Sete Lagoas...Ante o exposto,com base no art.487,I,do CPC,julgo improcedentes os pedidos da autora com resolução do mérito,nos termos da inicial...PRI".Ciente que a presente sentença foi proferida por juiz cooperador,através do projeto pontualidade,cujo arquivo não foi disponibilizado via sistema RUPE.Havendo interesse no recebimento do referido arquivo,gentileza enviar

solicitação através do

email"slafazenda@tjmg.jus.br". Adv - Adriana Aparecida Antonio, Jusselma Maria Saturnino, Laura Beatriz Pereira Almeida Lage, Danielle Cristina Alves Cordeiro.

13/09/2017há 3 anos

2ª Família Sucessões

JUIZ (A) TITULAR:

Antônio Carneiro da Silva

JUIZ (A) COOPERADOR (A):

Carlos Alberto de Faria

Lílian Maciel Santos

Marcelo Rodrigues Fioravante

JUIZ (A) PLANTONISTA:

Wenderson de Souza Lima

PROMOTOR (A) :

Alexandre Libero Baroni

Carlos Eduardo Dutra Pires

Luiz Gustavo Carvalho Soares

Marcelo Augusto Vieira

Paulo Cezar Ferreira da Silva

Simone Maria Bellezzia

ESCRIVÃO (Ã) :

Francis Deborah Brant Silva

Procedimento Ordinário

00103 - 0374071.93.2014.8.13.0672

Autor: Celiane dos Santos Silva; Réu: Município de Sete Lagoas À autora, sobre despacho de fls. 38. Cumpre esclarecer que,o réu trata-se de Município de Sete Lagoas/MG, ou seja, pessoa jurídica de direito público,logo, contra ele a revelia não opera efeitos.Visando ao saneamento e encaminhamento da instrução do feito, em atendimento ao disposto nos arts. 9ºe 10º do NCPC,às partes para: a) especificarem as provas que pretendem produzir, estabelecendo relação clara e direta entre a prova pretendida e a questão de fato exposta na lide e com a prova pretende atestar, de modo a justificar a sua adequação e pertinência. Quanto às questões de fato, deverão indicar a matéria que consideram incontroversa, bem como aquela que entendem já provada pela prova trazida, enumerando nos autos os documentos que servem de suporte para cada alegação. O silêncio ou o protesto genérico por produção de provas serão interpretados como anuência ao julgamento antecipado, indeferindo-se ainda, os requerimentos de diligências inúteis ou meramente protelatórias. ...Continuação...b) caso a prova pretendida pela parte não possa por ela mesma ser produzida, articularem coerente e juridicamente o motivo da impossibilidade, bem assim a razão pela qual deve a parte adversa produzir a prova, de forma a convencer o juízo pela necessidade de inversão do ônus; c) após cotejo da inicial, contestação, réplica e elementos documentais até então acostados ao feito, indicarem que questões de direito entendem ainda controvertidas e relevantes para influenciar a decisão de mérito. Por fim, para que não se alegue prejuízo, deverão, desde logo, se manifestar sobre a matéria cognoscível de ofício pelo juízo.Prazo: 15 (quinze) dias. Adv - Adriana Aparecida Antonio, Jusselma Maria Saturnino, Laura Beatriz Pereira Almeida Lage, Danielle Cristina Alves Cordeiro.

Detalhes do processo
Poder Judiciário
Justiça dos Estados e do Distrito Federal e Territórios
Tribunal de Origem
TJMG · Comarca · Sete Lagoas, MG
Início do Processo
2014