jusbrasil.com.br
25 de Janeiro de 2022

Peça extraída do processo n°XXXXXXX-XX.2018.5.09.0071

Petição - Ação Indenizaçao por Dano Moral

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

EXMO (A). SR(A). DR(A). JUIZ(A) PRESIDENTE DA VARA DO TRABALHO DE CASCAVEL /PR

O MUNICÍPIO, pessoa jurídica de direito público interno (art. 41, I, CC), já devidamente autos com número de tombo em epígrafe vem, por intermédio de seu advogado signatário, à digníssima presença de Vossa Excelência para esclarecer e requerer o que segue.

O Município foi intimado a comparecer à audiência de conciliação designada.

No entanto, a matéria em debate não comporta acordo por parte da Município de Cascavel-PR, conforme argumentos que serão apresentados em contestação. Tal fato torna desnecessária sua participação na audiência inaugural.

Importante ressaltar que a Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho, editou a Nome 02/2013, na qual dispensa o Município de comparecer nas audiências inaugurais. In vervis :

Nome 02/2013

O CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA DO TRABALHO , no uso das atribuições que lhe são conferidas pelos arts. 6°, XII, do Regimento Interno da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho, e 39 do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho,

Considerando que é missão do juiz buscar a solução rápida do processo, dando cumprimento ao princípio constitucional da economia e celeridade processual (CF, art. 5°, LXVIII), adotando as medidas necessárias para consegui-lo, inclusive com o descarte dos atos processuais inúteis ou desprovidos de conteúdo prático (CPC, art .130);

Considerando que a lei (CLT, arts. 849, 852-C e 852-H; CPC, art 331, §3°), bem como a doutrina e a jurisprudência trabalhista admitem a possibilidade de a audiência ser adiada ou fracionada, seja em inicial, conciliação, instrução, prosseguimento ou julgamento;

Considerando a sobrecarga de trabalho dos juízes de 1° grau em face do considerável aumento da demanda processual, como constatado pela Corregedoria-Geral em inspeções e correições ordinárias realizadas no corrente ano;

Considerando igualmente as dificuldades enfrentadas pela advocacia pública para fazer frente a elevado número de audiências iniciais, por não contar com quadro de pessoal suficiente, bem como a ausência de comprometimento à defesa dos entes incluídos na definição legal de Fazenda Pública com a supressão da audiência inaugural;

Considerando o desperdício de tempo, recursos humanos e materiais com a realização de audiências iniciais em que o ente público apenas comparece para registrar que não há

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

possibilidade de acordo, inclusive pela audiência de um dos reclamados, nos casos de terceirização de serviços, marcando-se a audiência de instrução.

Considerando que os próprios entes públicos se mostraram favoráveis à adoção de recomendação de recomendação no sentido da não realização de audiência inaugural para recebimento da defesa, como verificado no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 4a Região, medida que não acarreta prejuízo às partes :

RESOLVE:

Art. 1°. Recomendar que nos processos em que são partes os entes incluídos na definição legal da Fazenda Pública:

I - não seja designada audiência inicial, exceto quando, a requerimento de quaisquer partes, haja interesse na celebração de acordo;

II - o(s) Reclamado(s) seja(m) citado(s) para, no prazo de 20 (vinte) dias, apresentar(em) defesa escrita na Secretaria da Vara do Trabalho ou no Processo Judicial Eletrônico (PJe-JT), acompanhada dos documentos que a instruem, sob pena de revelia e confissão em relação à matéria de fato.

Art. 2°. O ente definido como Fazenda Pública que tiver interesse na realização da audiência inicial, com vistas à conciliação, deverá protocolar manifestação em tal sentido, perante a Corregedoria Regional e a Direção do Foro de sua competência territorial.

Art. 3°. Caso o(s) Reclamado(s) opte(m) pela designação de audiência, este(s) apresentará(ão) defesa nessa ocasião, na forma dos arts. 845 e 847 da CLT.

Art. 4°

. Esta recomendação entrará em vigor na data de sua publicação.

Publique-se.

Dê-se ciência ao Ministro Presidente do Tribunal Superior do Trabalho e aos Desembargadores Presidentes e Corregedores Regionais dos Tribunais Regionais do Trabalho, mediante ofício, do inteiro teor desta Recomendação.

Brasília, 23 de julho de 2013.

De outro lado, caso a parte autora pretende produzir prova testemunhal terá de ser designada audiência de instrução.

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.

Diante da ausência de prejuízos para a parte autora, posto que o Município não tem proposta de acordo, requer a dispensa de comparecimento na audiência de conciliação.

São os termos em que pede deferimento.

Cascavel/PR, datado eletronicamente.

Imagem não disponível

Baixe a peça original para visualizar a imagem.