Processo nº 0000237-51.2005.8.17.1120

Banco do Nordeste do Brasil S/A x Arteziano LTDA

TJPE
Apelação Cível
Processo em andamento
Informações sincronizadas ano passado com tribunais e Diários Oficiais.

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
02/03/2020há 2 anos
Movimentação visível apenas para assinantes.
03/01/2020há 2 anos
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
02/01/2020há 2 anos
Movimentação visível apenas para assinantes.
Publicação Publicação de Decisão
21/11/2019há 2 anos
Recebimento
Despacho/Acórdão D E C I S Ã O T E R M I N A T I V A Trata-se de Recurso Especial (fls. 162/172) interposto em face de acórdão proferido em Embargos de Declaração (fl. 136) em Apelação (fl. 114). O presente recurso não merece prosperar, haja vista a flagrante deserção. Isso porque, após intimada (fls. 176/177) para pagar em dobro as custas do TJPE e comprovar o efetivo pagamento das do STJ, com fundamento no artigo 1.007, §4º, do CPC/20151, a Recorrente não se desincumbiu de seu ônus. Isso porque, com relação as do TJPE, acostou guias ilegíveis (fls. 182 e 184) e, no tocante as do STJ, não comprovou o recolhimento das custas propriamente ditas, trazendo demonstrativo desnecessário referente ao porte de remessa e retorno. Destarte, sendo o preparo um dos pressupostos objetivos da admissibilidade recursal, NEGO SEGUIMENTO ao Recurso Especial. Publique-se. Intime-se. Recife, 18 de novembro de 2019. Des. Bartolomeu Bueno 1º Vice-Presidente em exercício 1 § 4o O recorrente que não comprovar, no ato de interposição do recurso, o recolhimento do preparo, inclusive porte de remessa e de retorno, será intimado, na pessoa de seu advogado, para realizar o recolhimento em dobro, sob pena de deserção. --------------- ------------------------------------------------------------ --------------- ------------------------------------------------------------
Remessa dos Autos
Recurso Especial Decisão Interlocutória D E C I S Ã O T E R M I N A T I V A Trata-se de Recurso Especial (fls. 162/172) interposto em face de acórdão proferido em Embargos de Declaração (fl. 136) em Apelação (fl. 114). O presente recurso não merece prosperar, haja vista a flagrante deserção. Isso porque, após intimada (fls. 176/177) para pagar em dobro as custas do TJPE e comprovar o efetivo pagamento das do STJ, com fundamento no artigo 1.007, §4º, do CPC/20151, a Recorrente não se desincumbiu de seu ônus. Isso porque, com relação as do TJPE, acostou guias ilegíveis (fls. 182 e 184) e, no tocante as do STJ, não comprovou o recolhimento das custas propriamente ditas, trazendo demonstrativo desnecessário referente ao porte de remessa e retorno. Destarte, sendo o preparo um dos pressupostos objetivos da admissibilidade recursal, NEGO SEGUIMENTO ao Recurso Especial. Publique-se. Intime-se. Recife, 18 de novembro de 2019. Des. Bartolomeu Bueno 1º Vice-Presidente em exercício 1 § 4o O recorrente que não comprovar, no ato de interposição do recurso, o recolhimento do preparo, inclusive porte de remessa e de retorno, será intimado, na pessoa de seu advogado, para realizar o recolhimento em dobro, sob pena de deserção. --------------- ------------------------------------------------------------ --------------- ------------------------------------------------------------
Detalhes do processo
Poder Judiciário
Justiça dos Estados e do Distrito Federal e Territórios
Tribunal de Origem
TJPE
Data de tramitação
21/12/2018 a 02/03/2020
Natureza
Apelação Cível
Assunto
Cédula de Crédito Comercial
Início do Processo
2005