Processo Nº 1108557-94.2019.8.26.0100

O processo possui 7 publicações no Diário de Justiça do Estado de São Paulo. Tem como partes envolvidas Raquel Jaen D'Agazio, Ruth Noemi Avilez Ramirez, André Leopoldo Biagi, Daniel Augusto Pereira de Queiroz, Fernando Madarás.

Andamento processual

27/05/2020há 2 meses

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

Upj 31ª a 35ª Varas Cíveis

JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO ADILSON APARECIDO RODRIGUES CRUZ

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL GERSON DA MATTA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0171/2020

Processo 1108557-94.2019.8.26.0100 - Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral - Ruth Noemi Avilez Ramirez - Fernando Madarás - Vistos. Na inviabilidade da audiência à conciliação, requerida por ambas as partes, aguardese por 30 dias ou o retorno ao trabalho forense presencial, o que primeiro ocorrer. Observo que nada impede a conciliação extrajudicial, com a participação de interessados e advogados, por seus próprios meios e, no que couber, a homologação judicial posterior, requerendo nos autos em momento oportuno. Decorridos, manifestem-se ambas as partes o que entenderem de direito. Intime-se. - ADV: ANDRÉ LEOPOLDO BIAGI (OAB 197317/SP), DANIEL AUGUSTO PEREIRA DE QUEIROZ (OAB 263601/SP), RAQUEL JAEN D’AGAZIO (OAB 262288/SP)

23/03/2020há 5 meses

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

Upj 31ª a 35ª Varas Cíveis

JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO ADILSON APARECIDO RODRIGUES CRUZ

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL GERSON DA MATTA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0135/2020

Processo 1108557-94.2019.8.26.0100 - Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral - Ruth Noemi Avilez Ramirez - Fernando Madarás - Vistos. Manifestem-se ambas as partes acerca da possibilidade de tentativa de conciliação, em 15 dias. Int. - ADV: RAQUEL JAEN D’AGAZIO (OAB 262288/SP), ANDRÉ LEOPOLDO BIAGI (OAB 197317/SP), DANIEL AUGUSTO PEREIRA DE QUEIROZ (OAB 263601/SP)

06/02/2020há 6 meses

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

Upj 31ª a 35ª Varas Cíveis

JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO ADILSON APARECIDO RODRIGUES CRUZ

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL GERSON DA MATTA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0063/2020

Processo 1108557-94.2019.8.26.0100 - Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral - Ruth Noemi Avilez Ramirez - Fernando Madarás - Vistos. Preservada a possibilidade do julgamento do processo no estado em que se encontra, digam as partes, justificadamente, a pertinência de outras provas, eventual decisão parcial do mérito e, no que couber, e se pertinente, a colaboração ao saneamento e organização do processo. Intime-se. - ADV: DANIEL AUGUSTO PEREIRA DE QUEIROZ (OAB 263601/SP), RAQUEL JAEN D’AGAZIO (OAB 262288/SP), ANDRÉ LEOPOLDO BIAGI (OAB 197317/SP)

14/01/2020há 7 meses
Certidão de Publicação Expedida Relação :0013/2020 Data da Disponibilização: 14/01/2020 Data da Publicação: 15/01/2020 Número do Diário: 2963 Página: 154/167

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

Upj 31ª a 35ª Varas Cíveis

JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO ADILSON APARECIDO RODRIGUES CRUZ

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL GERSON DA MATTA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0013/2020

Processo 1108557-94.2019.8.26.0100 - Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral - Ruth Noemi Avilez

Ramirez - Fernando Madarás - Vistos. 1.À parte autora para que no prazo de 15 (quinze) dias (219, CPC) apresente manifestação, oportunidade em que: - havendo revelia, deverá informar se quer produzir outras provas ou se deseja o julgamento antecipado; - havendo contestação, deverá se manifestar em réplica, inclusive com contrariedade e apresentação de provas relacionadas a eventuais questões incidentais; - em sendo formulada reconvenção com a contestação ou em seu prazo, deverá a parte autora apresentar resposta a reconvenção; - em havendo possibilidade de autocomposição deverá manifestar-se sobre esta circunstância especificadamente. 2.Decorrido o prazo, tornem conclusos. Int. - ADV: ANDRÉ LEOPOLDO BIAGI (OAB 197317/ SP), DANIEL AUGUSTO PEREIRA DE QUEIROZ (OAB 263601/SP), RAQUEL JAEN D’AGAZIO (OAB 262288/SP)

13/01/2020há 7 meses
Remetido ao DJE Relação: 0013/2020 Teor do ato: Vistos. 1.À parte autora para que no prazo de 15 (quinze) dias (219, CPC) apresente manifestação, oportunidade em que: - havendo revelia, deverá informar se quer produzir outras provas ou se deseja o julgamento antecipado; - havendo contestação, deverá se manifestar em réplica, inclusive com contrariedade e apresentação de provas relacionadas a eventuais questões incidentais; - em sendo formulada reconvenção com a contestação ou em seu prazo, deverá a parte autora apresentar resposta a reconvenção; - em havendo possibilidade de autocomposição deverá manifestar-se sobre esta circunstância especificadamente. 2.Decorrido o prazo, tornem conclusos. Int. Advogados(s): André Leopoldo Biagi (OAB 197317/SP), Daniel Augusto Pereira de Queiroz (OAB 263601/SP), Raquel Jaen D'agazio (OAB 262288/SP)
10/01/2020há 7 meses
Determinada a Manifestação do Requerente/Exequente Vistos. 1.À parte autora para que no prazo de 15 (quinze) dias (219, CPC) apresente manifestação, oportunidade em que: - havendo revelia, deverá informar se quer produzir outras provas ou se deseja o julgamento antecipado; - havendo contestação, deverá se manifestar em réplica, inclusive com contrariedade e apresentação de provas relacionadas a eventuais questões incidentais; - em sendo formulada reconvenção com a contestação ou em seu prazo, deverá a parte autora apresentar resposta a reconvenção; - em havendo possibilidade de autocomposição deverá manifestar-se sobre esta circunstância especificadamente. 2.Decorrido o prazo, tornem conclusos. Int.
09/01/2020há 7 meses
Conclusos para Despacho
19/12/2019há 8 meses
Contestação Juntada Nº Protocolo: WJMJ.19.41997706-4 Tipo da Petição: Contestação Data: 19/12/2019 16:27
01/12/2019há 8 meses

Seção III

Subseção III - Processos Distribuídos

Distribuição Originários Direito Privado 3

PROCESSOS DISTRIBUÍDOS EM 28/11/2019

2267070-55.2019.8.26.0000; Processo Digital. Petições para juntada devem ser apresentadas exclusivamente por meio eletrônico, nos termos do artigo 7º da Res. 551/2011; Agravo de Instrumento; 27ª Câmara de Direito Privado; CARLOS DIAS MOTTA; Foro Central Cível; 34ª Vara Cível; Procedimento Comum Cível; 1108557-94.2019.8.26.0100; Direito de Vizinhança; Agravante: RUTH NOEMY AVILEZ RAMIREZ; Advogada: Raquel Jaen D’agazio (OAB: 262288/SP); Agravado: FERNANDO DE

MOURA MADARÁS; Ficam as partes intimadas para manifestarem-se acerca de eventual oposição ao julgamento virtual, nos termos do art. 1º da Resolução 549/2011, com redação estabelecida pela Resolução 772/2017, ambas do Órgão Especial deste Tribunal.

28/11/2019há 8 meses
AR Positivo Juntado Juntada de AR : AR095304557TJ Situação : Cumprido Modelo : Processo Digital - Carta - Citação - Rito Comum - Sem Audiência - Cível - NOVO CPC Destinatário : Fernando Madarás Diligência : 22/11/2019
17/11/2019há 9 meses

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

Distribuidor Cível

RELAÇÃO DOS FEITOS CÍVEIS DISTRIBUÍDOS ÀS VARAS DO FORO CENTRAL CÍVEL EM 29/10/2019

PROCESSO :1108557-94.2019.8.26.0100

CLASSE :PROCEDIMENTO COMUM CÍVEL

REQTE : Ruth Noemi Avilez Ramirez

ADVOGADO : 262288/SP - Raquel Jaen D’agazio

REQDO : Fernando Madarás

VARA:34ª VARA CÍVEL

13/11/2019há 9 meses
Carta Expedida Processo Digital - Carta - Citação - Rito Comum - Sem Audiência - Cível - NOVO CPC
01/11/2019há 9 meses
Certidão de Publicação Expedida Relação :0427/2019 Data da Disponibilização: 01/11/2019 Data da Publicação: 04/11/2019 Número do Diário: 2925 Página: 664/683

Fóruns Centrais

Fórum João Mendes Júnior

Upj 31ª a 35ª Varas Cíveis

JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL

JUIZ(A) DE DIREITO ADILSON APARECIDO RODRIGUES CRUZ

ESCRIVÃ(O) JUDICIAL GERSON DA MATTA

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0427/2019

Processo 1108557-94.2019.8.26.0100 - Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral - Ruth Noemi Avilez Ramirez - Vistos. Para melhor prestigiar o princípio da celeridade e eficácia do processo; atenta à remansosa jurisprudência do Egrégio Superior Tribunal de Justiça, que já assentou o entendimento de que não importa nulidade do processo a não realização de audiência de conciliação; posponho a tentativa de conciliar as partes. Inequivocamente, a determinação não acarreta prejuízo, pois a conciliação poderá ser feita a qualquer momento e a tentativa será realizada por ocasião da audiência de instrução e julgamento, se o caso. Feitas estas considerações preliminares, passo a decidir o pedido de antecipação de tutela A hipótese não é de alegação à tutela de evidência ou, se permitida esta, da possibilidade de liminar (311, II e III, parágrafo único, CPC). E, de outro lado, às demais espécies de tutela provisória não há urgência apta a liminares. Ocorre que a eventual procedência não se confunde com a antecipação e, muito relevante, a efetividade da jurisdição não importa em transferir ou deslocar o risco de uma parte para a outra; é incabível o “periculum in mora inversum” ou, em outros termos, ausentes concretamente fatos supervenientes e relevantes, a demora processual não é por si só elemento à tutela provisória, sob pena de desatender a obediência aos demais atos e fases processuais, que devem servir ao rito adequado e ao tempo oportuno. Com efeito, não há demonstração inequívoca do alegado pela parte autora e, as fotografias acostadas à inicial não são suficientes para tanto. Inexiste, também, qualquer outra comprovação ou documentos que comprovem a impossibilidade de utilização do imóvel pela autora decorrente dos atos do réu. Nestes aspectos e alcance, são controvertidos os fatos e fundamentos de direito trazidos à inicial os quais somente poderão ser analisados de forma adequada após o contraditório prévio e pleno. Indefiro, pois, a tutela provisória. Cite-se a parte ré para integrar a relação jurídico-processual (CPC, artigo 238) e oferecer contestação, por petição, no prazo de 15 (quinze) dias úteis (CPC, artigos 219 e 335), sob pena de revelia e presunção de veracidade das alegações de fato aduzidas pelo autor (CPC, artigo 344), cujo termo inicial será a data prevista no artigo 231 do CPC, de acordo com o modo como foi feita a citação (CPC, artigo 335, III). Na contestação, poderá o citando apresentar proposta de autocomposição, ou se o caso, esta será certificada por oficial de justiça (art. 154, VI, CPC). A presente citação é acompanhada de senha para acesso ao processo digital, que contém a íntegra da petição inicial e dos documentos. Tratando-se de processo eletrônico, em prestígio às regras fundamentais dos artigos e do CPC fica vedado o exercício da faculdade prevista no artigo 340 do CPC. Intimese. - ADV: RAQUEL JAEN D’AGAZIO (OAB 262288/SP)

31/10/2019há 9 meses
Remetido ao DJE Relação: 0427/2019 Teor do ato: Vistos. Para melhor prestigiar o princípio da celeridade e eficácia do processo; atenta à remansosa jurisprudência do Egrégio Superior Tribunal de Justiça, que já assentou o entendimento de que não importa nulidade do processo a não realização de audiência de conciliação; posponho a tentativa de conciliar as partes. Inequivocamente, a determinação não acarreta prejuízo, pois a conciliação poderá ser feita a qualquer momento e a tentativa será realizada por ocasião da audiência de instrução e julgamento, se o caso. Feitas estas considerações preliminares, passo a decidir o pedido de antecipação de tutela A hipótese não é de alegação à tutela de evidência ou, se permitida esta, da possibilidade de liminar (311, II e III, parágrafo único, CPC). E, de outro lado, às demais espécies de tutela provisória não há urgência apta a liminares. Ocorre que a eventual procedência não se confunde com a antecipação e, muito relevante, a efetividade da jurisdição não importa em transferir ou deslocar o risco de uma parte para a outra; é incabível o "periculum in mora inversum" ou, em outros termos, ausentes concretamente fatos supervenientes e relevantes, a demora processual não é por si só elemento à tutela provisória, sob pena de desatender a obediência aos demais atos e fases processuais, que devem servir ao rito adequado e ao tempo oportuno. Com efeito, não há demonstração inequívoca do alegado pela parte autora e, as fotografias acostadas à inicial não são suficientes para tanto. Inexiste, também, qualquer outra comprovação ou documentos que comprovem a impossibilidade de utilização do imóvel pela autora decorrente dos atos do réu. Nestes aspectos e alcance, são controvertidos os fatos e fundamentos de direito trazidos à inicial os quais somente poderão ser analisados de forma adequada após o contraditório prévio e pleno. Indefiro, pois, a tutela provisória. Cite-se a parte ré para integrar a relação jurídico-processual (CPC, artigo 238) e oferecer contestação, por petição, no prazo de 15 (quinze) dias úteis (CPC, artigos 219 e 335), sob pena de revelia e presunção de veracidade das alegações de fato aduzidas pelo autor (CPC, artigo 344), cujo termo inicial será a data prevista no artigo 231 do CPC, de acordo com o modo como foi feita a citação (CPC, artigo 335, III). Na contestação, poderá o citando apresentar proposta de autocomposição, ou se o caso, esta será certificada por oficial de justiça (art. 154, VI, CPC). A presente citação é acompanhada de senha para acesso ao processo digital, que contém a íntegra da petição inicial e dos documentos. Tratando-se de processo eletrônico, em prestígio às regras fundamentais dos artigos 4º e 6º do CPC fica vedado o exercício da faculdade prevista no artigo 340 do CPC. Intime-se. Advogados(s): Raquel Jaen D'agazio (OAB 262288/SP)
30/10/2019há 9 meses
Conclusos para Decisão
Não Concedida a Antecipação de tutela Vistos. Para melhor prestigiar o princípio da celeridade e eficácia do processo; atenta à remansosa jurisprudência do Egrégio Superior Tribunal de Justiça, que já assentou o entendimento de que não importa nulidade do processo a não realização de audiência de conciliação; posponho a tentativa de conciliar as partes. Inequivocamente, a determinação não acarreta prejuízo, pois a conciliação poderá ser feita a qualquer momento e a tentativa será realizada por ocasião da audiência de instrução e julgamento, se o caso. Feitas estas considerações preliminares, passo a decidir o pedido de antecipação de tutela A hipótese não é de alegação à tutela de evidência ou, se permitida esta, da possibilidade de liminar (311, II e III, parágrafo único, CPC). E, de outro lado, às demais espécies de tutela provisória não há urgência apta a liminares. Ocorre que a eventual procedência não se confunde com a antecipação e, muito relevante, a efetividade da jurisdição não importa em transferir ou deslocar o risco de uma parte para a outra; é incabível o "periculum in mora inversum" ou, em outros termos, ausentes concretamente fatos supervenientes e relevantes, a demora processual não é por si só elemento à tutela provisória, sob pena de desatender a obediência aos demais atos e fases processuais, que devem servir ao rito adequado e ao tempo oportuno. Com efeito, não há demonstração inequívoca do alegado pela parte autora e, as fotografias acostadas à inicial não são suficientes para tanto. Inexiste, também, qualquer outra comprovação ou documentos que comprovem a impossibilidade de utilização do imóvel pela autora decorrente dos atos do réu. Nestes aspectos e alcance, são controvertidos os fatos e fundamentos de direito trazidos à inicial os quais somente poderão ser analisados de forma adequada após o contraditório prévio e pleno. Indefiro, pois, a tutela provisória. Cite-se a parte ré para integrar a relação jurídico-processual (CPC, artigo 238) e oferecer contestação, por petição, no prazo de 15 (quinze) dias úteis (CPC, artigos 219 e 335), sob pena de revelia e presunção de veracidade das alegações de fato aduzidas pelo autor (CPC, artigo 344), cujo termo inicial será a data prevista no artigo 231 do CPC, de acordo com o modo como foi feita a citação (CPC, artigo 335, III). Na contestação, poderá o citando apresentar proposta de autocomposição, ou se o caso, esta será certificada por oficial de justiça (art. 154, VI, CPC). A presente citação é acompanhada de senha para acesso ao processo digital, que contém a íntegra da petição inicial e dos documentos. Tratando-se de processo eletrônico, em prestígio às regras fundamentais dos artigos 4º e 6º do CPC fica vedado o exercício da faculdade prevista no artigo 340 do CPC. Intime-se.
29/10/2019há 9 meses
Distribuído Livremente (por Sorteio) (movimentação exclusiva do distribuidor)
Detalhes do processo
Poder Judiciário
Justiça dos Estados e do Distrito Federal e Territórios
Tribunal de Origem
TJSP · Foro · Foro Central Cível da Comarca de São Paulo, SP
Data de tramitação
29/10/2019 a 27/05/2020
Natureza
Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral
Assunto
Indenização por Dano Moral
Juiz
Adilson Aparecido Rodrigues Cruz
Início do Processo
2019
Partes envolvidas
Parte autora
Raquel Jaen D'Agazio
Advogado envolvido
Parte ré
André Leopoldo Biagi
Advogado envolvido