Processo nº 0635712-16.2020.8.04.0001

Condominio Residencial Eliza Miranda - Alagoas x Ana Virgnia Sales da Rocha Oliveira

TJAM · Fórum Henoch Reis da Comarca de Manaus, AM
Cível · Procedimento do Juizado Especial Cível
Valor da causa:
R$ X.XXX,XX
O processo teve origem no Tribunal de Justiça do Amazonas, no Capital - Fórum de Manaus, em 16 de março de 2020. Tem como partes envolvidas Condominio Residencial Eliza Miranda - Alagoas, Ana Virgnia Sales da Rocha Oliveira, Rocklane Barbosa de Oliveira, Eric Pires Benigno e outros.
Processo em andamento
Informações sincronizadas há 3 meses com tribunais e Diários Oficiais.

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
09/09/2021mês passado
Movimentação visível apenas para assinantes.
07/07/2021há 3 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
06/07/2021há 4 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
05/07/2021há 4 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
02/07/2021há 4 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
25/06/2021há 4 meses
Juntada de AR - Negativo Em 25 de junho de 2021 é juntado a estes autos do envelope e respectivo aviso de recebimento (AR250769397TJ - Não procurado), referente ao ofício n. 0635712-16.2020.8.04.0001-000010, emitido para Ana Virgnia Sales da Rocha Oliveira. Usuário:
06/05/2021há 6 meses
Provimento de correição Processo em ordem
06/04/2021há 7 meses
Prazo alterado pelo ajuste na tabela de feriados Prazo referente à intimação foi alterado para 01/12/2020 devido à alteração da tabela de feriados Prazo referente ao usuário foi alterado para 18/11/2020 devido à alteração da tabela de feriados Prazo referente à intimação foi alterado para 08/03/2021 devido à alteração da tabela de feriados
19/03/2021há 7 meses
Carta Expedida JEC_Intimação de Ato Ordinatório
18/03/2021há 7 meses
Vista à parte De ordem, INTIME-SE a(s) parte(s) Executada(s) para, no prazo de 15 (quinze) dias, cumprir a sentença e efetuar o pagamento da quantia devida e atualizada por servidor judicial no valor de R$ 7.842,49(Sete mil, oitocentos e quarenta e dois reais e quarenta e nove centavos), nos termos do art. 523, NCPC. Advertência: na hipótese de não pagamento no prazo, será acrescida multa de 10% sobre o montante apurado, totalizando assim o valor de R$ 8.626,73(Oito mil,seiscentos e vinte e seis reais e setenta e três centavos) prosseguindo-se automaticamente os atos de expropriação.
Fontes de informações
Todas as informações exibidas nesta página são públicas e foram coletadas nos Sistemas dos Tribunais e Diários Oficiais.
SABER MAIS