Processo nº 2223284-87.2021.8.26.0000

Gagigu Empreendimentos Imobiliários e Comércio LTDA x Ortiz Bar e Restaurante EIRELI

TJSP · Foro Unificado da Comarca de São Paulo, SP
Cível · Agravo de Instrumento
Valor da causa:
R$ XXX.XXX,XX
O processo teve origem no Tribunal de Justiça de São Paulo, no Tribunal de Justiça, em 21 de setembro de 2021. Tem como partes envolvidas Christine Fischer Krauss, Gagigu Empreendimentos Imobiliários e Comércio LTDA, Morocó Participações e Comércio S/A, Mauricio Amato Filho e outros.
Processo em andamento
Informações sincronizadas há 25 dias com tribunais e Diários Oficiais.
Sincronizar

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
04/11/2021há 26 dias
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
18/10/2021mês passado
Movimentação visível apenas para assinantes.
13/10/2021há 2 meses
Movimentação visível apenas para assinantes.
Disponibilizado em 08/10/2021 Tipo de publicação: Despacho Número do Diário Eletrônico: 3378
08/10/2021há 2 meses
Certidão de Publicação de Despacho - [Digital] Expedido Certidão

Seção III

Subseção V - Intimações de Despachos

Processamento 13º Grupo (25ª Câmara Direito Privado)

Despacho

2223284-87.2021.8.26.0000 - Processo Digital. Petições para juntada devem ser apresentadas exclusivamente por meio eletrônico, nos termos do artigo 7º da Res. 551/2011 - Agravo de Instrumento - Cotia - Agravante: Morocó Participações e Comércio S/A - Agravante: Gagigu Empreendimentos Imobiliários e Comércio Ltda. - Agravado: Ortiz Bar e Restaurante Eireli -DESPACHO Agravo de Instrumento Processo nº 2223284-87.2021.8.26.0000 Agravantes: Morocó Participações e Comércio S/A e outro Agravado: Ortiz Bar e Restaurante Eireli Proc. 1004089-49.2021.8.26.0152 1ª Vara Cível Comarca de Cotia. Relator (a): ALMEIDA SAMPAIO Órgão Julgador: 25ª Câmara de Direito Privado Vistos. Autos redistribuídos a esta relatoria, devido à prevenção anotada, referente ao AI 2145613-85.2021.8.26.0000, julgado prejudicado, ante a superveniência da sentença, que julgou parcialmente procedente a ação revisional. O presente recurso versa sobre ação despejo por falta de pagamento que foi suspensa até o julgamento do mérito da ação revisional, nos termos do art. 313, V, a do CPC. As Agravantes, inconformadas, alegam a inexistência de conexão entre as ações. Noticiam, aliás, que a ação revisional já foi sentenciada, o que determina, de pronto, a retomada do andamento da ação originária, principalmente tendo em vista que o valor depositado não tem o condão de purgar a mora, e que a aludida sentença tampouco modifica esta situação. Enfim, requer o imediato prosseguimento da demanda, e, em caso de não complementação dos valores depositados a título de purgação de mora, a decretação do despejo. Não houve pedido de liminar. 2. Requisitem-se as informações e intime-se a parte agravada para apresentação de contraminuta. 3. Por fim, informem as partes sobre eventual oposição ao julgamento virtual. No silêncio, certifique o Cartório. Int. e Publ. São Paulo, 5 de outubro de 2021. ALMEIDA SAMPAIO Relator - Magistrado (a) Almeida Sampaio - Advs: Christine Fischer Krauss (OAB: 165263/SP) - Mauricio Amato Filho (OAB: 123238/SP)

07/10/2021há 2 meses
ofício solicitando informações de agravo (digital) 25ª Expedido Ofício
Mensagem Eletrônica (e-mail) Juntada
Fontes de informações
Todas as informações exibidas nesta página são públicas e foram coletadas nos Sistemas dos Tribunais e Diários Oficiais.
SABER MAIS