Processo nº 0000258-97.2013.5.05.0031

Jonas Salomao da Silva x R Carvalho Construcoes e Empreendimentos LTDA

TRT5 · 31ª Vara do Trabalho de Salvador
Ação Trabalhista - Rito Ordinário
O processo teve origem no TRT da 5ª Região, em 13 de março de 2013. Tem como partes envolvidas Aristoteles da Costa Leal Neto, Isabela Athayde da Costa Leal, Jonas Salomao da Silva, José Roberto Cajado de Menezes e outros.
Processo em andamento
Informações sincronizadas há 7 meses com tribunais e Diários Oficiais.
Sincronizar

Andamento processual

Assine para desbloquear todas as movimentações desse processo
Data visível apenas para assinantes
Movimentação visível apenas para assinantes.
Data visível apenas para assinantes
Movimentação visível apenas para assinantes.
Data visível apenas para assinantes
Movimentação visível apenas para assinantes.
Data visível apenas para assinantes
Movimentação visível apenas para assinantes.
Movimentação visível apenas para assinantes.
RECEBIDOS OS AUTOS #2
VOLUME(S) FÍSICO(S) ENCAMINHADO(S)
17/05/2017há 5 anos
AUTOS PARA CUMPRIMENTO PELA SECRETARIA
03/05/2017há 5 anos
PUBLICADO NOTIFICAÇÃO EM 03/05/2017.
02/05/2017há 5 anos

31ª. Vara do Trabalho de Salvador

Notificação DJ

Rua Miguel Calmon,285,8o Andar Comércio, Ed.Góes Calmon

Relação emitida em 27/04/2017 16:41:05

Ficam os Senhores Advogados abaixo mencionados notificados dos ATOS praticados nos processos aos quais estão vinculados:

Processo Nº RTOrd-0000258-97.2013.5.05.0031

Reclamante Jonas Salomao da Silva

Advogado (a) ARISTOTELES DA COSTA LEAL NETO (OAB: 12774BA)

Advogado (a) ISABELA ATHAYDE DA COSTA LEAL (OAB: 24274BA)

Reclamado R Carvalho Construcoes e Empreendimentos Ltda. - em Recuperação Judicial

Advogado (a) JOSÉ ROBERTO CAJADO DE MENEZES (OAB: 11332BA)

Tomar ciência que foi liberado crédito para Jonas Salomao da Silva, representado (s) por ARISTOTELES DA COSTA LEAL NETO, que deverá comparecer diretamente a agência 1509, 0061, 0062, 0991,

1517, 2022, 2211, 3183, 3248, 3413, 0640 ou 3790 (SALVADOR) da Caixa Econômica para receber, sendo, portanto, desnecessário comparecer na Secretaria da Vara para esse fim. Tomar ciência, ainda, que o beneficiário dispõe do prazo de 10 (dez) dias para reportar ao Juízo qualquer problema relacionado ao levantamento do seu crédito, após o que a unidade dará prosseguimento ao feito, podendo, inclusive, liberar eventuais valores remanescentes para parte contrária, se for o caso.

Bloqueio de timeline
Crie uma conta para visualizar informações mais antigas

Já tem conta? Entrar

Fontes de informações
Todas as informações exibidas nesta página são públicas e foram coletadas nos Sistemas dos Tribunais e Diários Oficiais.
SABER MAIS