Artigo 100 da Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990

ECA - Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990

Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.
Art. 100. Na aplicação das medidas levar-se-ão em conta as necessidades pedagógicas, preferindo-se aquelas que visem ao fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários.
Parágrafo único. São também princípios que regem a aplicação das medidas: (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
I - condição da criança e do adolescente como sujeitos de direitos: crianças e adolescentes são os titulares dos direitos previstos nesta e em outras Leis, bem como na Constituição Federal; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
II - proteção integral e prioritária: a interpretação e aplicação de toda e qualquer norma contida nesta Lei deve ser voltada à proteção integral e prioritária dos direitos de que crianças e adolescentes são titulares; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
III - responsabilidade primária e solidária do poder público: a plena efetivação dos direitos assegurados a crianças e a adolescentes por esta Lei e pela Constituição Federal, salvo nos casos por esta expressamente ressalvados, é de responsabilidade primária e solidária das 3 (três) esferas de governo, sem prejuízo da municipalização do atendimento e da possibilidade da execução de programas por entidades não governamentais; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
IV - interesse superior da criança e do adolescente: a intervenção deve atender prioritariamente aos interesses e direitos da criança e do adolescente, sem prejuízo da consideração que for devida a outros interesses legítimos no âmbito da pluralidade dos interesses presentes no caso concreto; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
V - privacidade: a promoção dos direitos e proteção da criança e do adolescente deve ser efetuada no respeito pela intimidade, direito à imagem e reserva da sua vida privada; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
VI - intervenção precoce: a intervenção das autoridades competentes deve ser efetuada logo que a situação de perigo seja conhecida; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
VII - intervenção mínima: a intervenção deve ser exercida exclusivamente pelas autoridades e instituições cuja ação seja indispensável à efetiva promoção dos direitos e à proteção da criança e do adolescente; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
VIII - proporcionalidade e atualidade: a intervenção deve ser a necessária e adequada à situação de perigo em que a criança ou o adolescente se encontram no momento em que a decisão é tomada; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
IX - responsabilidade parental: a intervenção deve ser efetuada de modo que os pais assumam os seus deveres para com a criança e o adolescente; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
X - prevalência da família: na promoção de direitos e na proteção da criança e do adolescente deve ser dada prevalência às medidas que os mantenham ou reintegrem na sua família natural ou extensa ou, se isto não for possível, que promovam a sua integração em família substituta;
(Revogado)
(Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
(Revogado)
X - prevalência da família: na promoção de direitos e na proteção da criança e do adolescente deve ser dada prevalência às medidas que os mantenham ou reintegrem na sua família natural ou extensa ou, se isso não for possível, que promovam a sua integração em família adotiva; (Redação dada pela Lei nº 13.509, de 2017)
XI - obrigatoriedade da informação: a criança e o adolescente, respeitado seu estágio de desenvolvimento e capacidade de compreensão, seus pais ou responsável devem ser informados dos seus direitos, dos motivos que determinaram a intervenção e da forma como esta se processa; (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência
XII - oitiva obrigatória e participação: a criança e o adolescente, em separado ou na companhia dos pais, de responsável ou de pessoa por si indicada, bem como os seus pais ou responsável, têm direito a ser ouvidos e a participar nos atos e na definição da medida de promoção dos direitos e de proteção, sendo sua opinião devidamente considerada pela autoridade judiciária competente, observado o disposto nos §§ 1 o e 2 o do art. 28 desta Lei. (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência

Andamento do Processo n. 1500386-25.2021.8.26.0323 - Processo de Apuração de Ato Infracional - 23/05/2022 do TJSP

Processo 1500386-25.2021.8.26.0323 - Processo de Apuração de Ato Infracional - Tráfico de Drogas e Condutas Afins -T.E.P. - Vistos. T.E.P., Solteiro, RG 57615816, mãe DORALICE PINTO, Nascido/Nascida…

Andamento do Processo n. 8000581-84.2021.8.05.0208 - Procedimento Comum Cível - 23/05/2022 do TJBA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA V DOS FEITOS DE REL DE CONS CIV E COMERCIAIS DE REMANSO INTIMAÇÃO 8000581-84.2021.8.05.0208 Procedimento Comum Cível Jurisdição: Remanso Autor:…

Andamento do Processo n. 0000125-51.2019.8.05.0045 - Boletim de Ocorrência Circunstanciada - 23/05/2022 do TJBA

INTIMAÇÃO 0000125-51.2019.8.05.0045 Boletim De Ocorrência Circunstanciada Jurisdição: Candido Sales Autoridade: Autoridade Policial De Candido Sales-ba Autor Do Fato: Ezequiel Sousa Santos Terceiro…

Página 1868 da Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte II do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 23 de Maio de 2022

- ADV: DIEGO REIS CAMPOS (OAB 282546/SP), JEAN HENRIQUE DA SILVA BENTO (OAB 420949/SP), TELMO MAURO (OAB 421102/SP) Processo 1500386-25.2021.8.26.0323 - Processo de Apuração de Ato Infracional -…

Página 241 da Caderno 4 - Entrância Inicial do Diário de Justiça do Estado da Bahia (DJBA) de 23 de Maio de 2022

As partes, por meio de seus procuradores, poderão se manifestar, por escrito, no prazo preclusivo de 30 dias, a contar da publicação deste Ato Ordinatório, acerca de eventual desconformidade na…

Página 1626 da Caderno 3 - Entrância Intermediária do Diário de Justiça do Estado da Bahia (DJBA) de 23 de Maio de 2022

Autor: Fernando Silva De Souza Advogado: Juliano Rocha Braga (OAB:BA20716) Reu: Ivia Wilma Ferreira Dos Santos Advogado: Cleverson Ferreira De Andrade (OAB:BA54940) Intimação: PODER JUDICIÁRIO…

Intimação - Processo De Apuração De Ato Infracional - 0801908-50.2021.8.10.0105 - Disponibilizado em 23/05/2022 - TJMA

NÚMERO ÚNICO: 0801908-50.2021.8.10.0105 POLO PASSIVO VICTOR GABRIEL DE ARAUJO SILVA Processo: 0801908-50.2021.8.10.0105 Ação: PROCESSO DE APURAÇÃO DE ATO INFRACIONAL (1464) Requerente: M. P. D. E. D.

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal: APR 0175414-58.2018.8.13.0223 Divinópolis

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AOS DELITOS PREVISTOS NOS ART. 309 E 311 DO CTB E 330 DO CÓDIGO PENAL - RECURSO DEFENSIVO - EFEITO…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal: APR 1921226-75.2021.8.13.0024 Belo Horizonte

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - EFEITO SUSPENSIVO - NAO ATRIBUIÇAO - ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AO CRIME DE TRÁFICO DE DROGAS - MATERIALIDADE E AUTORIA - COMPROVAÇAO -…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal: APR 1922059-93.2021.8.13.0024 Belo Horizonte

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AO DELITO DE ROUBO MAJORADO (ART. 157, § 2°, II, E § 2°-A, DO CÓDIGO PENAL) - RECURSO DEFENSIVO -…