Art. 18, § 1, inc. II do Código de Defesa do Consumidor - Lei 8078/90

CDC - Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências.
Art. 18. Os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com a indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.
§ 1º Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:
II - a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;

Apostila de Direito do Consumidor

de nossa Carta Magna, elaborou a Lei 8.078 de 11/09/1990 de proteção ao consumidor, criando o Código de Defesa do Consumidor... do Código de Defesa do Consumidor, em 11 de setembro de 1990. …

Comprou um carro novo que apresentou defeito? Saiba quais são os seus direitos

, com a devolução do veículo e do que foi pago (artigo 18, § 1º, I e II, do Código de Defesa do Consumidor). Para fazer..., pois o prazo máximo para fazer isso é de 90 dias, segundo o artigo 26, II, …
Lara Maranhao, Advogado
há 2 anos

Produtos essenciais à luz do Código de Defesa do Consumidor e os efeitos desse status nas relações consumeristas

Resumo: O presente estudo aborda a sistemática de definição de um produto dito “essencial“ para a vida em sociedade. Demonstra uma análise sobre o Código de Defesa do Consumidor , realçando os…
Bruna Assaf, Advogado
há 2 anos

Considerações sobre o Direito Consumerista

1. Responsabilidade Civil O acidente de consumo pode ocorrer ainda que realizada a prevenção. Às vezes, o produto ou serviço tem um vício que não chega a desencadear um acidente (ex: ventilador na…

A troca imediata de produtos

Apesar de ter sido intitulada como Código de Proteção e Defesa do Consumidor, a Lei 8.078/1990 não surgiu no mundo jurídico para desprestigiar o fornecedor. Ao contrário do que possa parecer, um dos…

Adulteração de quilometragem em veículo configura crime punível com detenção e reparação de dano

Apesar de ser considerada pela justiça uma prática criminosa, sem prejuízo das questões morais e éticas, muitas empresas e particulares continuam usando da prática para obter vantagem sobre o valor…

Direito à reparação dos danos no Código de Defesa do Consumidor

Alexandre Dias Maciel, Advogado. Mestrando em Direito Difusos e Coletivos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP Resumo: O presente artigo tem como objetivo analisar os…
Murilo Maturana, Estudante
há 4 anos

Acordo e Dano Moral

Olá colegas advogados e estudantes, quero dividir com os ilustres senhores um caso prático. Ainda quando universitário patrocinei uma causa em favor de meu pai, o caso, em síntese: Fora comprado um…
Carlos Oliveira, Advogado
há 4 anos

Direito do Consumidor

A garantia é um instituto que surgiu no século VI antes de Cristo na Sicília, onde um amigo oferece a própria vida para garantir o cumprimento de uma promessa. Diante desse contexto histórico o…

O direito do consumidor e alguns mitos

Os consumidores em geral possuem muitas dúvidas a respeito de produto adquiridos em lojas físicas e compras pela internet quando estes produtos apresentam vícios ou defeitos, vamos a algumas dicas:…