Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
18 de outubro de 2017
Artigo 18 da Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Art. 18 do Código de Defesa do Consumidor - Lei 8078/90

CDC - Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências.

Art. 18. Os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com a indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.

§ 1º Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:

I - a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;

II - a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;

III - o abatimento proporcional do preço.

§ 2º Poderão as partes convencionar a redução ou ampliação do prazo previsto no parágrafo anterior, não podendo ser inferior a sete nem superior a cento e oitenta dias. Nos contratos de adesão, a cláusula de prazo deverá ser convencionada em separado, por meio de manifestação expressa do consumidor.

§ 3º O consumidor poderá fazer uso imediato das alternativas do § 1º deste artigo sempre que, em razão da extensão do vício, a substituição das partes viciadas puder comprometer a qualidade ou características do produto, diminuir-lhe o valor ou se tratar de produto essencial.

§ 4º Tendo o consumidor optado pela alternativa do inciso I do § 1º deste artigo, e não sendo possível a substituição do bem, poderá haver substituição por outro de espécie, marca ou modelo diversos, mediante complementação ou restituição de eventual diferença de preço, sem prejuízo do disposto nos incisos II e III do § 1º deste artigo.

§ 5º No caso de fornecimento de produtos in natura, será responsável perante o consumidor o fornecedor imediato, exceto quando identificado claramente seu produtor.

§ 6º São impróprios ao uso e consumo:

I - os produtos cujos prazos de validade estejam vencidos;

II - os produtos deteriorados, alterados, adulterados, avariados, falsificados, corrompidos, fraudados, nocivos à vida ou à saúde, perigosos ou, ainda, aqueles em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação;

III - os produtos que, por qualquer motivo, se revelem inadequados ao fim a que se destinam.

Andamento do Processo n. 0002782-94.2017.8.26.0127 - Procedimento do Juizado Especial Cível - 18/10/2017 do TJSP

Processo 0002782-94.2017.8.26.0127 - Procedimento do Juizado Especial Cível - Substituição do Produto - AMELIA PEREIRA DE LEMOS - ZURICH MINAS BRASIL SEGUROS S.A. - Na sala de Audiências da Vara do

Pg. 451. Seção I. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

VÍCIO NO PRODUTO (ART. 18 DO CDC). ÔNUS DA PROVA. INVERSÃO 'OPE JUDICIS' (ART. 6º, VIII, DO CDC). MOMENTO DA INVERSÃO. PREFEREN CIALMENTE NA FASE DE SANEAMENTO DO PROCESSO. A inversão do ônus da

Pg. 2627. Suplemento - Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

Por sua vez, o eminente jurista Humberto Theodoro Júnior, em sua festejada obra: Curso de Direito Processual Civil, 9a. ed., vol. I, ensina que as condições da ação são verdadeiras questões

Pg. 2628. Suplemento - Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

Como ocorrente no caso dos autos, não se evidencia inepta a petição inicial quando se descortina coerência entre os argumentos deduzidos como causa de pedir e a pretensão finalmente formulada,

Pg. 3351. Suplemento - Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

ESTADO DE GOIÁS PODER JUDICIARIO COMARCA DE CAIAPÔNIA Caiapônia - Juizado Especial Cível DECISÃO (Saneadora) Analisando os autos autos, verifico que, em audiência de conciliação, as partes

Pg. 4176. Suplemento - Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

cancelado pelo Banco Sicredi, e o valor foi restituído ao autor, que não voltou a realizar o pagamento da dívia. Assim, na fatura seguinte foram lançados os juros e encargos de forma devida. Dessa

Pg. 4187. Suplemento - Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

que a autora celebrou contrato com a empresa ré em 04 de setembro de 2005, ao aderir cartão de n° 0511511313. Ocorre que, após reclamação da autora junto ao SAC, não reconhecendo uma compra realizada

Pg. 8469. Suplemento - Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 18/10/2017

Poder Judiciário Turma Recursal Cível e Criminal 9ª Região Recursais ou de Tribunal Superior, cabendo recurso interno para a Turma Recursal, no prazo de cinco dias (XIX Encontro – Aracaju/SE). De

Pg. 372. II - Judicial - 2ª Instância. Diário de Justiça do Rio de Janeiro DJRJ de 18/10/2017

APELAÇÃO DA 2ª RÉ SUSCITANDO ILEGITIMIDADE ATIVA. INAPLICABILIDADE. PRECEDENTES DO STJ. DANO MORAL CONFIGURADO IN RE IPSA, QUE NÃO PODERIA PRESCINDIR DE REPARAÇÃO. PRECEDENTES DESTA CORTE DE JUSTIÇA.

Pg. 705. Diário de Justiça do Estado do Maranhão DJMA de 18/10/2017

16-22.O autor não declinou se tinha interesse na designação de audiência de conciliação. Determinei, de logo, a citação do requerido para responder aos termos da ação.O Requerido apresentou

×