Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
29 de março de 2017
Parágrafo 2 Artigo 86 da Constituição Federal de 1988

Art. 86, § 2 da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 86. Admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade.

§ 2º Se, decorrido o prazo de cento e oitenta dias, o julgamento não estiver concluído, cessará o afastamento do Presidente, sem prejuízo do regular prosseguimento do processo.

§ 2º Se, decorrido o prazo de cento e oitenta dias, o julgamento não estiver concluído, cessará o afastamento do Presidente, sem prejuízo do regular prosseguimento do processo.

Inteiro Teor. APELAÇÃO CÍVEL: AC 24253420124036119 SP

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO D.E. Publicado em 01/04/2016 AGRAVO LEGAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº 0002425-34.2012.4.03.6119/SP 2012.61.19.002425-5/SP RELATOR : Juiz Federal

Rafael Sato

Rafael Sato -

Impeachment: habilitação de Dilma Rousseff

Em primeiro lugar, devemos elucidar o conceito e o procedimento do impeachment. Trata-se de um procedimento bifásico formado por uma fase preambular, sendo esta o juízo de admissibilidade, e por uma

Inteiro Teor. AGRAVO DE INSTRUMENTO: AG 50269634920164040000 5026963-49.2016.404.0000

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 5026963-49.2016.4.04.0000/RS RELATOR : LUÍS ALBERTO D AZEVEDO AURVALLE AGRAVANTE : JOSE RENAN VASCONCELOS CALHEIROS ADVOGADO : FERNANDO CESAR DE SOUZA CUNHA AGRAVADO : KARINA

AGRAVO DE INSTRUMENTO: AG 50269634920164040000 5026963-49.2016.404.0000

Trata-se de agravo de instrumento interposto de decisão que concluiu pela competência da Justiça Federal e adequação da via eleita, proferida em ação popular movida por KARINA PICHSENMEISTER PALMA em face de DILMA VANA ROUSSEF, JOSÉ RENAN VASCONCELOS CALHEIROS, JORGE NEY VIANA MACEDO NEVES e UNIÃO, objetivando, em sínt...

Andamento do Processo n. 2100950-27.2016.8.26.0000 - Direta de Inconstitucionalidade - 24/05/2016 do TJSP

Nº 2100950-27.2016.8.26.0000 - Processo Digital. Petições para juntada devem ser apresentadas exclusivamente por meio eletrônico, nos termos do artigo 7º da Res. 551/2011 - Direta de

Pg. 1061. Judicial - 2ª Instância. Diário de Justiça do Estado de São Paulo DJSP de 24/05/2016

Justiça. São Paulo, 23 de maio de 2016. Carlos Bueno Relator - Magistrado(a) Carlos Bueno - Palácio da Justiça - Sala 309 Nº 2100950-27.2016.8.26.0000 - Processo Digital. Petições para juntada devem

Todos os atos praticados por Michel Temer serão anulados.

Ricardo Lodi Ribeiro e Nina Pencak. No início do dia 12 de maio de 2016, com base no artigo 86 da Constituição , sacramentou-se, com mais de dois terços dos integrantes do Congresso, a abertura do

Inteiro Teor. APELAÇÃO CIVEL: AC 50219368720144047200 SC 5021936-87.2014.404.7200

APELAÇÃO CÍVEL Nº 5021936-87.2014.4.04.7200/SC RELATOR : LUÍS ALBERTO D AZEVEDO AURVALLE APELANTE : ERNA WIGGERS MEDEIROS ADVOGADO : GREICE MILANESE SÔNEGO OSORIO APELANTE : UNIVERSIDADE FEDERAL DE

O papel do vice-presidente durante o processo de impeachment

No início do dia 12 de maio de 2016, com base no artigo 86 da Constituição, sacramentou-se, com mais de dois terços dos integrantes do Congresso, a abertura do processo de impeachment da presidente

MANDADO DE SEGURANÇA: MS 34196 DF - DISTRITO FEDERAL 4000510-94.2016.1.00.0000

Ementa: DIREITO CONSTITUCIONAL. MANDADO DE SEGURANÇA. VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA. FUNÇÕES EXERCIDAS DURANTE A SUBSTITUIÇÃO TEMPORÁRIA DA PRESIDENTE. 1. É, no mínimo, discutível o cabimento de mandado de segurança coletivo impetrado por partido político para a tutela de direitos difusos. De toda forma, é induvidosa a ...

×