Art. 71 da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 71. O controle externo, a cargo do Congresso Nacional, será exercido com o auxílio do Tribunal de Contas da União, ao qual compete:
I - apreciar as contas prestadas anualmente pelo Presidente da República, mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em sessenta dias a contar de seu recebimento;
II - julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos da administração direta e indireta, incluídas as fundações e sociedades instituídas e mantidas pelo Poder Público federal, e as contas daqueles que derem causa a perda, extravio ou outra irregularidade de que resulte prejuízo ao erário público;
III - apreciar, para fins de registro, a legalidade dos atos de admissão de pessoal, a qualquer título, na administração direta e indireta, incluídas as fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público, excetuadas as nomeações para cargo de provimento em comissão, bem como a das concessões de aposentadorias, reformas e pensões, ressalvadas as melhorias posteriores que não alterem o fundamento legal do ato concessório;
IV - realizar, por iniciativa própria, da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, de Comissão técnica ou de inquérito, inspeções e auditorias de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial, nas unidades administrativas dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, e demais entidades referidas no inciso II;
V - fiscalizar as contas nacionais das empresas supranacionais de cujo capital social a União participe, de forma direta ou indireta, nos termos do tratado constitutivo;
VI - fiscalizar a aplicação de quaisquer recursos repassados pela União mediante convênio, acordo, ajuste ou outros instrumentos congêneres, a Estado, ao Distrito Federal ou a Município;
VII - prestar as informações solicitadas pelo Congresso Nacional, por qualquer de suas Casas, ou por qualquer das respectivas Comissões, sobre a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial e sobre resultados de auditorias e inspeções realizadas;
VIII - aplicar aos responsáveis, em caso de ilegalidade de despesa ou irregularidade de contas, as sanções previstas em lei, que estabelecerá, entre outras cominações, multa proporcional ao dano causado ao erário;
IX - assinar prazo para que o órgão ou entidade adote as providências necessárias ao exato cumprimento da lei, se verificada ilegalidade;
X - sustar, se não atendido, a execução do ato impugnado, comunicando a decisão à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal;
XI - representar ao Poder competente sobre irregularidades ou abusos apurados.
§ 1º No caso de contrato, o ato de sustação será adotado diretamente pelo Congresso Nacional, que solicitará, de imediato, ao Poder Executivo as medidas cabíveis.
§ 2º Se o Congresso Nacional ou o Poder Executivo, no prazo de noventa dias, não efetivar as medidas previstas no parágrafo anterior, o Tribunal decidirá a respeito.
§ 3º As decisões do Tribunal de que resulte imputação de débito ou multa terão eficácia de título executivo.
§ 4º O Tribunal encaminhará ao Congresso Nacional, trimestral e anualmente, relatório de suas atividades.
Flavio Toledo, Economista
há 4 horas

Os cargos em comissão na jurisprudência do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP).

Flavio Corrêa de Toledo Junior Professor de orçamento e responsabilidade fiscal. Ex-Assessor Técnico do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Consultor da Fiorilli Software. 1- Apresentação Em...

Página 2 do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC) de 22 de Agosto de 2019

ACORDAM os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, reunidos em Sessão Plenária, diante das razões apresentadas pelo Relator e com fulcro nos art. 59 da Constituição Estadual e...

Página 12 da Diário Eletrônico - Normal do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS) de 22 de Agosto de 2019

Data da disponibilização: quinta-feira, 22 de agosto de 2019 - Ano XIII - nº 216 BOLETIM N° 1363 / 2019 - SEÇÃO I O Tribunal de Contas do Estado, no exercício de suas competências constitucionais e...

Página 7 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

Relatório e Voto como partes integrantes deste: ACORDA o TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS, pelos votos dos integrantes da Segunda Câmara, presumindo a veracidade e a legitimidade da documentação...

Página 8 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

que foi concedida a MARIA DO CARMO GONÇALVES DIAS, aposentadoria no cargo de Educador Social, Classe “C”, Padrão III, do Grupo Ocupacional Assistente Técnico-Social, do Quadro Permanente dos...

Página 9 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

19/2019. Processo julgado em: 20/08/2019. Processo - 201610319003613/204-01 Acórdão 2213/2019 PROCESSO Nº: 201610319003613 ÓRGÃO: SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL INTERESSADO: JULIETA OLIVEIRA...

Página 10 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

da Constituição Federal/88, art.26, inciso III, da Constituição Estadual, art.1º, inciso IV e art.104, inciso III, da Lei n.º 16.168, de 11 de dezembro de 2007 (Lei Orgânica do TCEGO), e art.2º,...

Página 11 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

Coronel, do Quadro de Pessoal da Secretaria de Segurança Pública e Justiça -Polícia Militar, cabendo ao ex-cônjuge com direitos a alimentos cota de PENSÃO fixada no valor mensal de R$1.244,00 (mil,...

Página 12 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

Processo - 201611129008252/205-01 Acórdão 2218/2019 PROCESSO Nº: 201611129008252 ÓRGÃO: GOIAS PREVIDENCIA INTERESSADO: JOÃO DOMICIANO DA SILVA ASSUNTO: PENSÃO-CONCESSÃO RELATOR: CONSELHEIRO SEBASTIÃO...

Página 21 do Tribunal de Contas do Estado de Goias (TCE-GO) de 22 de Agosto de 2019

1. Processo nº 201711129004652 - Trata de ato de Concessão de Pensão a LEONARDO NAJAR GONZALES COSTAS, na condição de viúvo de Liliane de Oliveira Machado Gonzales, ex-servidora aposentada no cargo...