Art. 62 da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Subseção III
Das Leis
Art. 62. Em caso de relevância e urgência, o Presidente da República poderá adotar medidas provisórias, com força de lei, devendo submetê-las de imediato ao Congresso Nacional. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 1º É vedada a edição de medidas provisórias sobre matéria: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
I - relativa a: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
a) nacionalidade, cidadania, direitos políticos, partidos políticos e direito eleitoral; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
b) direito penal, processual penal e processual civil; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
c) organização do Poder Judiciário e do Ministério Público, a carreira e a garantia de seus membros; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
d) planos plurianuais, diretrizes orçamentárias, orçamento e créditos adicionais e suplementares, ressalvado o previsto no art. 167, § 3º; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
II - que vise a detenção ou seqüestro de bens, de poupança popular ou qualquer outro ativo financeiro; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
III - reservada a lei complementar; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
IV - já disciplinada em projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional e pendente de sanção ou veto do Presidente da República. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 2º Medida provisória que implique instituição ou majoração de impostos, exceto os previstos nos arts. 153, I, II, IV, V, e 154, II, só produzirá efeitos no exercício financeiro seguinte se houver sido convertida em lei até o último dia daquele em que foi editada. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 3º As medidas provisórias, ressalvado o disposto nos §§ 11 e 12 perderão eficácia, desde a edição, se não forem convertidas em lei no prazo de sessenta dias, prorrogável, nos termos do § 7º, uma vez por igual período, devendo o Congresso Nacional disciplinar, por decreto legislativo, as relações jurídicas delas decorrentes. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 4º O prazo a que se refere o § 3º contar-se-á da publicação da medida provisória, suspendendo-se durante os períodos de recesso do Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 5º A deliberação de cada uma das Casas do Congresso Nacional sobre o mérito das medidas provisórias dependerá de juízo prévio sobre o atendimento de seus pressupostos constitucionais. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 6º Se a medida provisória não for apreciada em até quarenta e cinco dias contados de sua publicação, entrará em regime de urgência, subseqüentemente, em cada uma das Casas do Congresso Nacional, ficando sobrestadas, até que se ultime a votação, todas as demais deliberações legislativas da Casa em que estiver tramitando. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 7º Prorrogar-se-á uma única vez por igual período a vigência de medida provisória que, no prazo de sessenta dias, contado de sua publicação, não tiver a sua votação encerrada nas duas Casas do Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 8º As medidas provisórias terão sua votação iniciada na Câmara dos Deputados. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 9º Caberá à comissão mista de Deputados e Senadores examinar as medidas provisórias e sobre elas emitir parecer, antes de serem apreciadas, em sessão separada, pelo plenário de cada uma das Casas do Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 10. É vedada a reedição, na mesma sessão legislativa, de medida provisória que tenha sido rejeitada ou que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 11. Não editado o decreto legislativo a que se refere o § 3º até sessenta dias após a rejeição ou perda de eficácia de medida provisória, as relações jurídicas constituídas e decorrentes de atos praticados durante sua vigência conservar-se-ão por ela regidas. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 12. Aprovado projeto de lei de conversão alterando o texto original da medida provisória, esta manter-se-á integralmente em vigor até que seja sancionado ou vetado o projeto. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)

Redução dos Direitos Previdenciários (Aposentadoria)

Autoras: Fábia Rita de Cássia de Souza Dias Ascêncio Maria Auxiliadora Marinho Lima Orientadora: Bianca Cavichioni de Oliveira Resumo O artigo detalha e expõe as atuais mudanças nos benefícios de...

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA : RR 164755120135160019

A C Ó R D A O (6ª Turma) GMACC/nfa/imar/mrl RECURSO DE REVISTA SOB A ÉGIDE DA LEI 13.015/2014. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. SERVIDOR PÚBLICO. NATUREZA JURÍDICA DO VÍNCULO. CONTRATO NULO -...

Tribunal Superior do Trabalho TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA : Ag-AIRR 8181220155020012

A C Ó R D A O 1ª Turma GMHCS/vrs/oef AGRAVO. AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. TOMADOR DOS SERVIÇOS. ENTE PÚBLICO. ADC 16. AUSÊNCIA DE FISCALIZAÇAO. CULPA IN...

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 10000190400598001 MG

EMENTA: APELAÇÕES CÍVEIS - AÇAO REVISIONAL DE CONTRATO -CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO - CDC - JUROS REMUNERATÓRIOS - INEXISTÊNCIA DE ABUSIVIDADE DA TAXA CONTRATADA - CAPITALIZAÇAO MENSAL - POSSIBILIDADE...

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 10000190370866001 MG

EMENTA: APELAÇAO CÍVEL - AÇAO REVISIONAL DE CONTRATO - CAPITALIZAÇAO MENSAL DE JUROS - POSSIBILIDADE - PREVISAO EXPRESSA NO CONTRATO - INTELIGÊNCIA DA SÚMULA Nº 541, DO COL. SUPERIOR TRIBUNAL DE...

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO : ARE 1126579 PB - PARAÍBA

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. TRIBUTÁRIO. PIS-REPIQUE. LEI COMPLEMENTAR 7/1970. LEIS 9.715/1998, 9.718/1998 E 10.637/2002 (CONVERSAO DA MP 66/2002). O DISPOSTO NO ARTIGO 239 DA CONSTITUIÇAO NA...

Andamento do Processo n. 5000699-72.2018.4.03.6104 - Apelação Cível - 23/08/2019 do TRF-3

APELAÇÃO CÍVEL(198) Nº 5000699-72.2018.4.03.6104 RELATOR:Gab. 06 - DES. FED. SOUZA RIBEIRO APELANTE:CAIXA SEGURADORA S/A, CAIXA ECONOMICA FEDERAL Advogados do(a)APELANTE:ANDRE LUIZ DO REGO MONTEIRO...

Andamento do Processo n. 0007770-77.2008.403.6100 - 23/08/2019 do TRF-3

0007770-77.2008.403.6100(2008.61.00.007770-7) - CAIXAECONOMICAFEDERAL(SP166349 - GIZAHELENACOELHO) X REMO ARTES GRAFICAS LTDA(SP141484 - HELIO VICENTE DOS SANTOS) X MAURICIO ATILIO RUFFINELLI X MAURO...

Andamento do Processo n. 1.126.579 - Recurso Extraordinário / Agravo - 23/08/2019 do STF

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 1.126.579 (907) ORIGEM : 200482000029522 - TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIA PROCED. : PARAÍBA RELATOR :MIN. LUIZ FUX RECTE.(S) : ECOCLINICA LTDA ADV.(A/S) :...

Andamento do Processo n. 0707070-91.2019.8.07.0001 - Embargos à Execução - 23/08/2019 do TJDF

N. 0707070-91.2019.8.07.0001 - EMBARGOS À EXECUÇÃO - A: JORGE ANTONIO LOPES DOS SANTOS. Adv(s).: DF0013558A - JACQUES MAURICIO FERREIRA VELOSO DE MELO. R: COOPERATIVA DE ECONOMIA E CREDITO MUTUO DOS...