Artigo 62 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Subseção III
Das Leis
Art. 62. Em caso de relevância e urgência, o Presidente da República poderá adotar medidas provisórias, com força de lei, devendo submetê-las de imediato ao Congresso Nacional. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 1º É vedada a edição de medidas provisórias sobre matéria: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
I - relativa a: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
a) nacionalidade, cidadania, direitos políticos, partidos políticos e direito eleitoral; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
b) direito penal, processual penal e processual civil; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
c) organização do Poder Judiciário e do Ministério Público, a carreira e a garantia de seus membros; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
d) planos plurianuais, diretrizes orçamentárias, orçamento e créditos adicionais e suplementares, ressalvado o previsto no art. 167, § 3º; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
II - que vise a detenção ou seqüestro de bens, de poupança popular ou qualquer outro ativo financeiro; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
III - reservada a lei complementar; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
IV - já disciplinada em projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional e pendente de sanção ou veto do Presidente da República. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 2º Medida provisória que implique instituição ou majoração de impostos, exceto os previstos nos arts. 153, I, II, IV, V, e 154, II, só produzirá efeitos no exercício financeiro seguinte se houver sido convertida em lei até o último dia daquele em que foi editada. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 3º As medidas provisórias, ressalvado o disposto nos §§ 11 e 12 perderão eficácia, desde a edição, se não forem convertidas em lei no prazo de sessenta dias, prorrogável, nos termos do § 7º, uma vez por igual período, devendo o Congresso Nacional disciplinar, por decreto legislativo, as relações jurídicas delas decorrentes. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 4º O prazo a que se refere o § 3º contar-se-á da publicação da medida provisória, suspendendo-se durante os períodos de recesso do Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 5º A deliberação de cada uma das Casas do Congresso Nacional sobre o mérito das medidas provisórias dependerá de juízo prévio sobre o atendimento de seus pressupostos constitucionais. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 6º Se a medida provisória não for apreciada em até quarenta e cinco dias contados de sua publicação, entrará em regime de urgência, subseqüentemente, em cada uma das Casas do Congresso Nacional, ficando sobrestadas, até que se ultime a votação, todas as demais deliberações legislativas da Casa em que estiver tramitando. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 7º Prorrogar-se-á uma única vez por igual período a vigência de medida provisória que, no prazo de sessenta dias, contado de sua publicação, não tiver a sua votação encerrada nas duas Casas do Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 8º As medidas provisórias terão sua votação iniciada na Câmara dos Deputados. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 9º Caberá à comissão mista de Deputados e Senadores examinar as medidas provisórias e sobre elas emitir parecer, antes de serem apreciadas, em sessão separada, pelo plenário de cada uma das Casas do Congresso Nacional. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 10. É vedada a reedição, na mesma sessão legislativa, de medida provisória que tenha sido rejeitada ou que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 11. Não editado o decreto legislativo a que se refere o § 3º até sessenta dias após a rejeição ou perda de eficácia de medida provisória, as relações jurídicas constituídas e decorrentes de atos praticados durante sua vigência conservar-se-ão por ela regidas. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)
§ 12. Aprovado projeto de lei de conversão alterando o texto original da medida provisória, esta manter-se-á integralmente em vigor até que seja sancionado ou vetado o projeto. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)

É inconstitucional a Medida Provisória que altera os direitos de transmissão de partidas de futebol

consoante seu discurso. Observe a previsão do art. 62 da CF/88: “Em caso de relevância e urgência, o Presidente da República... ditas pelo Presidente, como: “A Constituição será cumprida ‘a …

Cancelamento de voo na pandemia do Corona Vírus – COVID-19

que: O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição , adota a seguinte Medida Provisória... em razão da pandemia da covid-19. Art. 2º Nos contratos de …
Willian Lombardi, Advogado
há 18 dias

PNEE: Educação especial para quem?

(precisamente, nos arts. 62 e 84 , inc. VI , da Constituição Federal (CF/88)). Isso não é novidade pra ninguém. Apenas..., raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação” (art. …
Rogério Alves, Advogado
mês passado

A Vigência Enigmática da Lei de Proteção de Dados

dia 18.09.2020. Isso ocorre devido ao seguinte texto do art. 62, § 12 da Constituição Federal: “Art. 62 (...) § 12... Provisória nº 869/2018, dando nova redação ao art. 65 estabelecendo o início da …

Direito Eleitoral

eleitoral e/ou partidário (Art. 62 , I, a, da CF ). Vigora no Direito Eleitoral o Princípio da Anualidade da Lei Eleitoral... e ser votado (Art. 1º do Código Eleitoral - Lei nº 4.737 /65). Em …

O fim da estabilidade no serviço público: Tragédia ou solução?

. Tal afirmação, do ponto de vista jurídico, não possui nenhum fundamento.   A Constituição Federal, em seu artigo 41... de seu cargo público nas hipóteses previstas na Constituição Federal. Assim, …

MP 927/2020: Brasil, o país da (in) segurança jurídica?

jurídica vivenciada dia após dia seja sanada. [1] BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Art. 62... do Congresso Nacional, isto é, da Câmara e do Senado, onde serão …

Lei Geral de Proteção de Dados: (In)segurança na Era da Informação

prorrogável por mais 60, conforme art. 62 da CF), que “atropelou” as casas legislativas e acarretou reflexos nocivos à..., para garantir a vigência plena à lei (nos termos do art. 62, parágrafo 12, …
Murilo Coelho, Estudante de Direito
há 2 meses

O Controle de Constitucionalidade e Convencionalidade

de delegação legislativa, nos termos do art. 49, V da Constituição Federal, ou quando o Congresso Nacional aprecia... brasileiro invariavelmente em algum momento verificar-se-á se a mesma adéqua-se …
Renata Castro, Advogado
há 2 meses

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD. Afinal, quando entra em vigor?

entrará em vigor imediatamente, devido ao que está disposto no § 12 do art. 62 da Constituição Federal , que determina.... Após a aprovação da Medida Provisória na Câmara dos Deputados, o Senado Fed…