Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
29 de junho de 2017
Parágrafo 1 Artigo 40 da Constituição Federal de 1988

Art. 40, § 1 da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 40. Aos servidores titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, é assegurado regime de previdência de caráter contributivo e solidário, mediante contribuição do respectivo ente público, dos servidores ativos e inativos e dos pensionistas, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial e o disposto neste artigo. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003)

§ 1º Os servidores abrangidos pelo regime de previdência de que trata este artigo serão aposentados, calculados os seus proventos a partir dos valores fixados na forma dos §§ 3º e 17: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003)

I - por invalidez permanente, sendo os proventos proporcionais ao tempo de contribuição, exceto se decorrente de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável, especificadas em lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998)

I - por invalidez permanente, sendo os proventos proporcionais ao tempo de contribuição, exceto se decorrente de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável, na forma da lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003)

II - compulsoriamente, aos setenta anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998)

II - compulsoriamente, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição, aos 70 (setenta) anos de idade, ou aos 75 (setenta e cinco) anos de idade, na forma de lei complementar; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 88, de 2015)

III - voluntariamente, desde que cumprido tempo mínimo de dez anos de efetivo exercício no serviço público e cinco anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria, observadas as seguintes condições: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998)

a) sessenta anos de idade e trinta e cinco de contribuição, se homem, e cinqüenta e cinco anos de idade e trinta de contribuição, se mulher; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998) (Vide Emenda Constitucional nº 20, de 1998)

b) sessenta e cinco anos de idade, se homem, e sessenta anos de idade, se mulher, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998)

Pg. 44. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

DEPARTAMENTO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA N 2.061, DE 12 DE JUNHO DE 2017 O COORDENADOR-GERAL DE RECURSOS HUMANOS SUBSTITUTO DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA

Pg. 29. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PORTARIA Nº 58.553, DE 17 DE ABRIL DE 2017 O REITOR da Universidade Federal Fluminense, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o que consta do Processo UFF nº

Pg. 6. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES PORTARIAS DE 22 DE JUNHO DE 2017 O Diretor do INSTITUTO DE PESQUISAS ENERGÉTICAS E NUCLEARES, Unidade Administrativa de Órgão Conveniado da Diretoria de

Pg. 33. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

Nº 776 CONCEDER Pensão por morte, de natureza vitalícia, em favor de JOSEFA COELHO DA SILVA, viúva e beneficiária da pensão por morte deixada pelo servidor aposentado desta Universidade JOSE AVELINO

Portaria n. 216/2017 - 22 de junho de 2017 do TRE-TO

Portaria Presidência Nº 216/2017 PRES/DG/SGP/COPES A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS, no uso das atribuições legais e regimentais, ex vi do inciso XXIV, do artigo 20, do

Pg. 26. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

Nº 737 - 1. Nomear, em caráter efetivo, em virtude de habilitação em concurso público, JESSIKA AFONSO CASTRO para ocupar o cargo de ENFERMEIRO, Nível de Classificação E, Nível de Capacitação I,

Pg. 28. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

Nº 2.567 - Autorizar o afastamento do Professor do Magistério Superior REGNOBERTO MARQUES DE MELO JÚNIOR, de 26/06/2017 a 30/06/2017, a fim de realizar Curso de Metodologia da Comparação, em Bolonha,

Pg. 68. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO PORTARIA N 171, DE 27 DE JUNHO DE 2017 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO, no uso das atribuições regimentais e considerando o que

Pg. 41. Seção 2. Diário Oficial da União DOU de 29/06/2017

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DA 9ª REGIÃO FISCAL PORTARIAS DE 27 DE JUNHO DE 2017 O SUPERINTENDENTE DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL DA 9ª REGIÃO FISCAL, no uso da competência que lhe foi subdelegada pelo

Pg. 4099. Superior Tribunal de Justiça STJ de 29/06/2017

Em suas razões de recurso especial, sustenta a parte recorrente, além da divergência jurisprudencial, contrariedade aos arts. 106, da EC/1969, § 10, in fine, do art. 97 da CF/1969, art. 40, § 1º, II

×