Artigo 18 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 18. A organização político-administrativa da República Federativa do Brasil compreende a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, todos autônomos, nos termos desta Constituição .
§ 1º Brasília é a Capital Federal.
§ 2º Os Territórios Federais integram a União, e sua criação, transformação em Estado ou reintegração ao Estado de origem serão reguladas em lei complementar.
§ 3º Os Estados podem incorporar-se entre si, subdividir-se ou desmembrar-se para se anexarem a outros, ou formarem novos Estados ou Territórios Federais, mediante aprovação da população diretamente interessada, através de plebiscito, e do Congresso Nacional, por lei complementar.
§ 4º A criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios preservarão a continuidade e a unidade histórico-cultural do ambiente urbano, far-se-ão por lei estadual, obedecidos os requisitos previstos em Lei Complementar estadual, e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações diretamente interessadas.
(Revogado)
§ 4º A criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios, far-se-ão por lei estadual, dentro do período determinado por Lei Complementar Federal, e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações dos Municípios envolvidos, após divulgação dos Estudos de Viabilidade Municipal, apresentados e publicados na forma da lei. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 15, de 1996) Vide art. 96 - ADCT

6-3 As audiências públicas na Lei de responsabilidade Fiscal - Audiências Públicas

6.3 As audiências públicas na Lei de Responsabilidade Fiscal Na Lei de responsabilidade Fiscal – LRF (LC 101/2000) existe a previsão de duas audiências públicas: uma com o mesmo objetivo da do SUS e…

1-3 Os instrumentos políticos e administrativos da democracia participativa e as suas diferenças qualitativas (vontade geral versus vontade do grupo) - Audiências Públicas

1.3 Os instrumentos políticos e administrativos da democracia participativa e as suas diferenças qualitativas (vontade geral versus vontade do grupo) Os instrumentos da democracia participativa foram…

VII. Constituição Financeira e o Federalismo Financeiro Cooperativo Equilibrado - Parte III. Constituição Financeira e Federalismo

VII. CONSTITUIÇÃOFINANCEIRA EOFEDERALISMOFINANCEIROCOOPERATIVOEQUILIBRADO Sumário: 1. Metodologia da Constituição Financeira cooperativa e a Constituição PolíticoFederativa – considerações iniciais –…

VIII. Normas Gerais de Direito Financeiro e Lei Complementar na Constituição Financeira - Parte III. Constituição Financeira e Federalismo

VIII. NORMASGERAISDEDIREITOFINANCEIROELEICOMPLEMENTARNACONSTITUIÇÃOFINANCEIRA Sumário: 1. Fontes normativas do Federalismo: lei complementar e normas gerais de direito financeiro – Introdução – 2.

Precedente jurisprudencial - Capítulo 14 - Servidor público - Direito de greve

PRECEDENTE JURISPRUDENCIAL MI 712-8 – Pará. Pleno Relator: Min. Eros Grau. Impetrante: S. dos T. P. J. do E. do P. Advogados: E. S. S. e outros Impetrado: Congresso Nacional Data de julgamento:…

11. Ação declaratória de constitucionalidade (ADC), ação de inconstitucionalidade por omissão (ADIPO) e arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF): as inovações no sistema de controle de constitucionalidade concentrado brasileiro pós-1988

11 Ação declaratória de constitucionalidade (ADC), ação de inconstitucionalidade por omissão (ADIPO) e arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF): as inovações no sistema de controle…

9. O modelo de justiça constitucional no brasil pós-1988: o controle difuso de constitucionalidade - Jurisdição Constitucional e Decisão Jurídica - Ed. 2014

9 O modelo de justiça constitucional no Brasil pós-1988: O controle difuso de constitucionalidade 9.1 A manutenção da forma mista de controle de constitucionalidade Os problemas relacionados à…

1. Constituição, constitucionalismo e jurisdição constitucional – o problema da (in)efetividade dos direitos: estão exauridas as conquistas do Estado Democrático de Direito?

1 Constituição, constitucionalismo e jurisdição constitucional – o problema da (in)efetividade dos direitos: estão exauridas as conquistas do Estado Democrático de Direito? 1.1 A revolução…

2. Conteúdo do plano diretor - Direito urbanístico: plano diretor e direito de propriedade - Ed. 2014

2. Conteúdo do Plano Diretor Sumário: 1. Os planos pré-constitucionais – 2. O plano diretor na Constituinte – 3. O plano diretor na Constituição – 4. Modelos pós-constitucionais de plano diretor – 5.

Capítulo I. A hipótese desta obra - A tutela coletiva de interesses individuais: para além da proteção dos interesses individuais homogêneos - Ed. 2015

Capítulo I A HIPÓTESE DESTA OBRA Os problemas da tutela processual não são novos, e tanto doutrina como jurisprudência sublinham diariamente essas dificuldades. Como forma de solucionar tais…