Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
20 de junho de 2018
Artigo 387 do Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

Art. 387 do Código Processo Penal - Decreto Lei 3689/41

CPP - Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

Art. 387. O juiz, ao proferir sentença condenatória: (Vide Lei nº 11.719, de 2008)

I - mencionará as circunstâncias agravantes ou atenuantes definidas no Código Penal, e cuja existência reconhecer;

II - mencionará as outras circunstâncias apuradas e tudo o mais que deva ser levado em conta na aplicação da pena, de acordo com o disposto nos arts. 59 e 60 do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal; (Redação dada pela Lei nº 11.719, de 2008).

III - aplicará as penas de acordo com essas conclusões; (Redação dada pela Lei nº 11.719, de 2008).

IV - fixará valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração, considerando os prejuízos sofridos pelo ofendido; (Redação dada pela Lei nº 11.719, de 2008).

V - atenderá, quanto à aplicação provisória de interdições de direitos e medidas de segurança, ao disposto no Título Xl deste Livro;

VI - determinará se a sentença deverá ser publicada na íntegra ou em resumo e designará o jornal em que será feita a publicação (art. 73, § 1o, do Código Penal).

§ 1o O juiz decidirá, fundamentadamente, sobre a manutenção ou, se for o caso, a imposição de prisão preventiva ou de outra medida cautelar, sem prejuízo do conhecimento de apelação que vier a ser interposta. (Incluído pela Lei nº 12.736, de 2012)

§ 2o O tempo de prisão provisória, de prisão administrativa ou de internação, no Brasil ou no estrangeiro, será computado para fins de determinação do regime inicial de pena privativa de liberdade. (Incluído pela Lei nº 12.736, de 2012)

I - mencionará as circunstâncias agravantes ou atenuantes definidas no Código Penal, e cuja existência reconhecer;

II - mencionará as outras circunstâncias apuradas e tudo o mais que deva ser levado em conta na aplicação da pena, de acordo com o disposto nos arts. 42 e 43 do Código Penal;

II - mencionará as outras circunstâncias apuradas e tudo o mais que deva ser levado em conta na aplicação da pena, de acordo com o disposto nos arts. 59 e 60 do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal; (Redação dada pela Lei nº 11.719, de 2008).

III - imporá, de acordo com essas conclusões, as penas, fixando a quantidade das principais e a duração, se for caso, das acessórias;

III - aplicará as penas, de acordo com essas conclusões, fixando a quantidade das principais e, se for o caso, a duração das acessórias; (Redação dada pela Lei nº 6.416, de 24.5.1977)

III - aplicará as penas de acordo com essas conclusões; (Redação dada pela Lei nº 11.719, de 2008).

IV - aplicará as medidas de segurança que no caso couberem;

IV - declarará, se presente, a periculosidade real e imporá as medidas de segurança que no caso couberem; (Redação dada pela Lei nº 6.416, de 24.5.1977)

IV - fixará valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração, considerando os prejuízos sofridos pelo ofendido; (Redação dada pela Lei nº 11.719, de 2008).

V - atenderá, quanto à aplicação provisória de interdições de direitos e medidas de segurança, ao disposto no Título Xl deste Livro;

VI - determinará se a sentença deverá ser publicada na íntegra ou em resumo e designará o jornal em que será feita a publicação (art. 73, § 1o, do Código Penal).

Parágrafo único. O juiz decidirá, fundamentadamente, sobre a manutenção ou, se for o caso, imposição de prisão preventiva ou de outra medida cautelar, sem prejuízo do conhecimento da apelação que vier a ser interposta. (Incluído pela Lei nº 11.719, de 2008).

§ 1o O juiz decidirá, fundamentadamente, sobre a manutenção ou, se for o caso, a imposição de prisão preventiva ou de outra medida cautelar, sem prejuízo do conhecimento de apelação que vier a ser interposta. (Incluído pela Lei nº 12.736, de 2012)

§ 2o O tempo de prisão provisória, de prisão administrativa ou de internação, no Brasil ou no estrangeiro, será computado para fins de determinação do regime inicial de pena privativa de liberdade. (Incluído pela Lei nº 12.736, de 2012)

Andamento do Processo n. 270186-80.2017.8.09.0151 - Acao Penal - 20/06/2018 do TJGO

NR. PROTOCOLO : 270186-80.2017.8.09.0151 AUTOS NR. : 459 NATUREZA : ACAO PENAL ACUSADO : ADRIANO DA SILVA VITIMA : ANA MARIA DOS SANTOS BONFIM ADV ACUS : 25569 GO - KARLA RODRIGUES FLEURY DESPACHO :

Andamento do Processo n. 270898-05.2017.8.09.0011 - Acao Penal - 20/06/2018 do TJGO

NR. PROTOCOLO : 270898-05.2017.8.09.0011 AUTOS NR. : 2713 NATUREZA : ACAO PENAL ACUSADO : DOUGLAS BAIAO BARROS VITIMA : A INCOLUMIDADE PUBLICA ADV ACUS : 48729 GO - HUDSON ALVES DA SILVA DESPACHO :

Andamento do Processo n. 193367-93.2017.8.09.0154 - Acao Penal - 20/06/2018 do TJGO

NR. PROTOCOLO : 193367-93.2017.8.09.0154 AUTOS NR. : 208 NATUREZA : ACAO PENAL ACUSADO : JONATHAN RODRIGUES LEMES VITIMA : BRUNNA SANTOS PEREIRA ADV ACUS : 45697 GO - LENNON FERNANDES CARDOSO

Andamento do Processo n. 2008.72.05.000588-6 - Ação Penal - 20/06/2018 do TRF-4

AÇÃO PENAL Nº 2008.72.05.000588-6/SC AUTOR : MINISTERIO PUBLICO FEDERAL Réu : WESLEY LINDOMAR NUNES DA SILVA ADVOGADO : BRUNO BARROS MENDES

Andamento do Processo n. 2007.70.01.000099-6 - Ação Penal - 20/06/2018 do TRF-4

AÇÃO PENAL Nº 2007.70.01.000099-6/PR AUTOR : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Réu : CARLOS ROBERTO LUNARDELLI ADVOGADO : LUCELI CERQUEIRA LOPES

Andamento do Processo n. 203279-51.2017.8.09.0175 - Acao Penal - 20/06/2018 do TJGO

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE GOIÁS 285758/2018 COMARCA DE GOIANIA RUA 72 QD 15 COM QUADRA 19 S/N JARDIM GOIAS CEP - 74805480 TEL: (62) 3018-8299 - FAX : (62) 3018-8296 11A VARA CRIMINAL - 3 ANDAR -

Andamento do Processo n. 0014083-73.2015.8.19.0007 - 20/06/2018 do TJRJ

Proc. 0014083-73.2015.8.19.0007 - JUSTIÇA PÚBLICA X WALLACE BRUNO FERREIRA (Adv (s). Dr (a). CLAUDEMIR DA SILVA CRUZ (OAB/RJ-144929) Sentença: ...Desse modo, condeno o réu WALLACE BRUNO FERREIRA a 01

Pg. 1043. Seção III. Diário de Justiça do Estado de Goiás DJGO de 20/06/2018

REU. QUANTO AOS MOTIVOS, NO PRESENTE CASO, NADA VISLUMBRO DE ESPE CIAL CAPAZ DE MAJORAR A PENA. AS CIRCUNSTANCIAS DO CRIME FORAM AS NORMAIS A ESPECIE. DEIXO DE VALORAR AS CONSEQUENCIAS, UMA VEZ QU E

Pg. 2633. Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte I. Diário de Justiça do Estado de São Paulo DJSP de 20/06/2018

PABLO DONIZETI VIDAL MASSAROTO - - IGOR LIMA DA SILVA - Vistos.Ofício de página 487: atenda-se.Expeça-se nova certidão de dívida ativa com as correções necessárias.Isto feito, arquivem-se os autos

Pg. 2701. Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte I. Diário de Justiça do Estado de São Paulo DJSP de 20/06/2018

entretanto, que no decorrer do processo veio a notícia de seu falecimento. O fato foi confirmado pela certidão de óbito de fl. 110.Ante o exposto e considerando o mais que dos autos consta, JULGO

×