Artigo 226 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
§ 1º O casamento é civil e gratuita a celebração.
§ 2º O casamento religioso tem efeito civil, nos termos da lei.
§ 3º Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. (Regulamento)
§ 4º Entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes.
§ 5º Os direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher.
§ 6º O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio, após prévia separação judicial por mais de um ano nos casos expressos em lei, ou comprovada separação de fato por mais de dois anos.
(Revogado)
§ 6º O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio. (Redação dada Pela Emenda Constitucional nº 66, de 2010)
§ 7º Fundado nos princípios da dignidade da pessoa humana e da paternidade responsável, o planejamento familiar é livre decisão do casal, competindo ao Estado propiciar recursos educacionais e científicos para o exercício desse direito, vedada qualquer forma coercitiva por parte de instituições oficiais ou privadas. Regulamento
§ 8º O Estado assegurará a assistência à família na pessoa de cada um dos que a integram, criando mecanismos para coibir a violência no âmbito de suas relações.

11 Milhões de Mães Solo no Brasil:

Ao longo do tempo, as estruturas familiares vêm passando por transformações. Passou a ser cada vez mais raro encontrar formações tradicionais com um chefe da família, um cônjuge e filhos. Por outro…
1
1

A violência contra a mulher e o Princípio da Dignidade Humana: Análise sobre a Lei Maria da Penha, Lei do Minuto Seguinte e Lei Mariana Ferrer.

V iolence against women and the principle of human dignity: an analysis of the Maria da Penha law, the next minute law and the Mariana Ferrer law GARCIA, Nathanni Silva [1] ALVES, Carla Rosane da…
0
0

O surgimento da Lei Maria da Penha

Maria da Penha Fernandes é uma mulher brasileira forte e inspiradora que teve sua vida marcada pelo sofrimento e pela luta por justiça. Sua história se tornou um exemplo de resistência e superação, e…
1
0
Isabelle Mota, Advogado
anteontem

Pensão por morte no RGPS e o reconhecimento da multiparentalidade: uma análise dos efeitos sob o enfoque da (im)possibilidade de cumulação do benefício

Isabelle Morgana Mota | Graduada em Direito pela Faculdade Baiana de Direito. Pós Graduada em Direito Processual Civil e Direito e Prática Previdenciária pela Faculdade Baiana de Direito. Advogada,…
1
0

A Tipologia do Casamento na Perspectiva do Ordenamento Jurídico Brasileiro

O casamento, como instituição fundamental da sociedade, é regido por uma variedade de tipos e formas, que vão além das disposições contidas no Código Civil brasileiro de 2002. Conforme destacado por…
1
0

Amante tem direito à herança?

As relações familiares são, por sua natureza, complexas. Isto porque são sujeitos diferentes convivendo entre si, onde cada um possui as suas expectativas e desejos não apenas como indivíduos, mas…
2
0

Os Direitos das Mulheres à luz da Constituição Brasileira:

Luciane Craveiro da Silva Cunha¹ Resumo: O presente artigo aborda a importância do feminismo para sociedade, além da relação jurídica entre o princípio da igualdade e as legislações específicas para…
0
0

A Inovação do STF e à Licença-Maternidade em Uniões Homoafetivas

O veredito proferido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no Recurso Extraordinário ( RE 1211446 ) gerou intensos debates e reflexões sobre os conceitos contemporâneos de família e os direitos…
3
2
Joana Valeriano, Estudante de Direito
há 5 dias

Violência contra a mulher: os casos no período da pandemia na Paraíba.

Joana Valeriano de Almeida Aguiar e SILVA [1] Marcelo Alves Pereira EUFRÁSIO [2] Resumo: O Brasil é um dos campeões mundiais quando o assunto é violência contra a mulher, os números são sempre…
1
0

Mesmo que sem documento a união estável tem validade jurídica.

É corriqueiro que nos ambientes dos escritórios de advocacia os clientes cheguem preocupados, pois estão enfrentando momentos difíceis na relação que não é formalizada e ouvem de seus companheiros a…
1
0