Parágrafo 1 Artigo 225 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá- lo para as presentes e futuras gerações.
§ 1º Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público:
I - preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais e prover o manejo ecológico das espécies e ecossistemas; (Regulamento)
II - preservar a diversidade e a integridade do patrimônio genético do País e fiscalizar as entidades dedicadas à pesquisa e manipulação de material genético; (Regulamento) (Regulamento) (Regulamento) (Regulamento)
III - definir, em todas as unidades da Federação, espaços territoriais e seus componentes a serem especialmente protegidos, sendo a alteração e a supressão permitidas somente através de lei, vedada qualquer utilização que comprometa a integridade dos atributos que justifiquem sua proteção; (Regulamento)
IV - exigir, na forma da lei, para instalação de obra ou atividade potencialmente causadora de significativa degradação do meio ambiente, estudo prévio de impacto ambiental, a que se dará publicidade; (Regulamento)
V - controlar a produção, a comercialização e o emprego de técnicas, métodos e substâncias que comportem risco para a vida, a qualidade de vida e o meio ambiente; (Regulamento)
VI - promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente;
VII - proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade. (Regulamento)
VIII - manter regime fiscal favorecido para os biocombustíveis destinados ao consumo final, na forma de lei complementar, a fim de assegurar-lhes tributação inferior à incidente sobre os combustíveis fósseis, capaz de garantir diferencial competitivo em relação a estes, especialmente em relação às contribuições de que tratam a alínea "b" do inciso I e o inciso IV do caput do art. 195 e o art. 239 e ao imposto a que se refere o inciso II do caput do art. 155 desta Constituição. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 123, de 2022)
(Revogado)
VIII - manter regime fiscal favorecido para os biocombustíveis e para o hidrogênio de baixa emissão de carbono, na forma de lei complementar, a fim de assegurar-lhes tributação inferior à incidente sobre os combustíveis fósseis, capaz de garantir diferencial competitivo em relação a estes, especialmente em relação às contribuições de que tratam o art. 195, I, "b", IV e V, e o art. 239 e aos impostos a que se referem os arts. 155, II, e 156-A. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 132, de 2023)

4.3.1.Introdução - 4.3.Reconvenção - Curso de Processo Civil Completo

Sumário: 4.1 Da defesa do réu: aspectos gerais 4.1.1.Bilateralidade do processo 4.1.2.Classificação da defesa 4.1.3.Modalidades de resposta do réu 4.1.4.Início do prazo e efeitos da litispendência…
0
0

12.1.Partes - 12. Sujeitos Processuais - Curso de Processo Civil Completo

Sumário: 12.1.Partes 12.1.1.Conceito 12.1.2.Capacidade de ser parte 12.1.3.Capacidade de estar em juízo ou capacidade processual 12.1.4.Capacidade postulatória 12.2.Sucessão processual…
1
0

170.A Utilidade Prática da Atividade dos Animais para a Vida Econômica, Pessoal e Patrimonial de Seus Donos - 170.1.A Comunicação Animal e a Proteção Global da Vida

Sumário: 170.A utilidade prática da atividade dos animais para a vida econômica, pessoal e patrimonial de seus donos 170.1.A comunicação animal e a proteção global da vida 171.Danos reflexos por…
0
0

142.Essencialidade da Vida Humana (Primum Vivere) - Capítulo XXI. Objeto de Direito de Humanidade. Essência da Humanidade: Vida

Sumário: 142.Essencialidade da vida humana (primum vivere) 143.Proteção civil da vida de quem ainda não é 144.Vida, saúde e integridade física 144.1.Integridade física que se permite violada…
0
0

Acórdãos - Jurisprudência - Teses Jurídicas dos Tribunais Superiores: Direito Administrativo II

Desapropriação I Autor: EDSON RICARDO SALEME Doutor em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo. Professor do Curso de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito Ambiental Internacional da…
0
0

Art. 225 - Capítulo VI. Do Meio Ambiente - Constituição Federal Comentada

Capítulo VI Do Meio Ambiente Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à…
0
0

Art. 5º - Capítulo I. Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos - Constituição Federal Comentada

Título II Dos Direitos e Garantias Fundamentais Capítulo I Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos V. arts. 1.º, III, 3.º, I, e 5.º, CF; Dec. 678/1992 (Promulga a Convenção Americana sobre…
0
0

6. Tese - Há Responsabilidade Civil do Estado nas Hipóteses em que a Omissão de Seu Dever de Fiscalizar For Determinante para a Concretização ou o Agravamento de Danos Ambientais

Autor: VANESSA DE CASTRO ROSA Doutoranda em Direito Político e Econômico (Mackenzie). Mestra em Direitos Humanos Fundamentais (Fieo). Especialista em Direito Ambiental (UGF). Professora de Direito…
0
0

8. Tese - Em Matéria de Proteção Ambiental, Há Responsabilidade Civil do Estado Quando a Omissão de Cumprimento Adequado do Seu Dever de Fiscalizar For Determinante para a Concretização ou o Agravamento do Dano Causado

Autores: MARCELO GOMES SODRÉ Doutor em Direitos Difusos pela PUC-SP. Professor de Direito Ambiental e Direto das Relações de Consumo da PUC-SP. Procurador do Estado de São Paulo aposentado. Advogado.
0
0