Parágrafo 5 Artigo 212 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 212. A União aplicará, anualmente, nunca menos de dezoito, e os Estados, o Distrito Federal e os Municípios vinte e cinco por cento, no mínimo, da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino.
§ 5º A educação básica pública terá como fonte adicional de financiamento a contribuição social do salário-educação, recolhida pelas empresas na forma da lei. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006) (Vide Decreto nº 6.003, de 2006)

Produtor rural sem CNPJ, não precisa pagar salário-educação e pode ter valores a receber.

O salário-educação, recolhido pelo produtor rural, é destinado ao financiamento de ações voltadas ao desenvolvimento do ensino. Sendo que, sobre o salário dos funcionários do produtor rural é…
Vinícius Pina, Estudante de Direito
há 9 meses

Do indevido alargamento da base de cálculo da contribuição previdenciária patronal e das contribuições destinadas a terceiros e fundos

A Receita Federal tem exigido a contribuição previdenciária patronal e as contribuições destinadas a terceiros e fundos sobre a folha de salários bruta dos contribuintes, olvidando-se que…

Salário-educação

SALÁRIO – EDUCAÇÃO Rogério Tadeu Romano I – A DISCUSSÃO SOBRE A CONSTITUCIONALIDADE DA EXAÇÃO A contribuição para o salário-educação foi instituída pela Lei nº 4.440/64, com a finalidade de…
Edson Almeida, Advogado
há 11 meses

Reforma Tributária

RESUMO Neste artigo nosso objetivo é mostrar ao leitor as proposituras da PEC nº 45/2019, da Câmara dos Deputados e da PEC nº 110/2019, do Senado Federal, bem como, às propostas do Governo Federal,…

Salário Educação

O que é? O Salário-Educação é uma contribuição social destinada ao financiamento de programas, projetos e ações voltados para a educação básica pública, conforme previsto no § 5º do art. 212 da…
Diego Gomes, Estudante de Direito
há 2 anos

Análise Constitucional do procedimento de impeachment do Presidente da República no Brasil.

s UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO Autor: Diego Gomes da Silva Análise Constitucional do procedimento de impeachment do Presidente da República no Brasil. RESUMO O presente artigo…

Fiscalidade outros olhares (resenha jurídica)

FISCALIDADE-OUTROS OLHARES 1. FISCALIDADE SOBRE FENÔMENO SOCIAL TOTAL Na introdução do texto o autor discorre sobre o fenômeno social que envolve o simples ato do cotidiano de tomar café e os seus…

Entendimento da Legalidade ou ilegalidade da tese dos 20 Salários Mínimos no que se refere às contribuições para o Sistema S?

INTRODUÇÃO A Constituição federal de 1988 disciplina a criação e o regime das contribuições especiais, que são tributos finalísticos qualificados pela destinação. Assim, o elemento que confere…
Camila Moreira, Pedagogo
há 3 anos

Aplicação do salário-educação

Em decorrência das verbas destinadas à educação terem rubricas diferentes, são comuns os questionamentos acerca do que pode e do que não pode ser custeado com certos recursos. Um deles é o salário…
Magno Anjos, Advogado
há 3 anos

(in)Constitucionalidade do art. 131, § 2° da lei 9.503/1997 (CTB), frente ao princípio constitucional do não confisco

RESUMO Diante das fiscalizações realizadas por meio das blitz de trânsito conforme previsto no Código de trânsito Brasileiro (CTB), foram constatadas várias ocorrências de apreensões de veículos…