Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
21 de outubro de 2017
Artigo 1228 da Lei nº 10.406 de 10 de Janeiro de 2002

Art. 1228 do Código Civil - Lei 10406/02

CC - Lei nº 10.406 de 10 de Janeiro de 2002

Institui o Código Civil.

Art. 1.228. O proprietário tem a faculdade de usar, gozar e dispor da coisa, e o direito de reavê-la do poder de quem quer que injustamente a possua ou detenha.

§ 1o O direito de propriedade deve ser exercido em consonância com as suas finalidades econômicas e sociais e de modo que sejam preservados, de conformidade com o estabelecido em lei especial, a flora, a fauna, as belezas naturais, o equilíbrio ecológico e o patrimônio histórico e artístico, bem como evitada a poluição do ar e das águas.

§ 2o São defesos os atos que não trazem ao proprietário qualquer comodidade, ou utilidade, e sejam animados pela intenção de prejudicar outrem.

§ 3o O proprietário pode ser privado da coisa, nos casos de desapropriação, por necessidade ou utilidade pública ou interesse social, bem como no de requisição, em caso de perigo público iminente.

§ 4o O proprietário também pode ser privado da coisa se o imóvel reivindicado consistir em extensa área, na posse ininterrupta e de boa-fé, por mais de cinco anos, de considerável número de pessoas, e estas nela houverem realizado, em conjunto ou separadamente, obras e serviços considerados pelo juiz de interesse social e econômico relevante.

§ 5o No caso do parágrafo antecedente, o juiz fixará a justa indenização devida ao proprietário; pago o preço, valerá a sentença como título para o registro do imóvel em nome dos possuidores.

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 814298 RS 2015/0289855-0

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 814.298 - RS (2015/0289855-0) RELATOR : MINISTRO MARCO BUZZI AGRAVANTE : AUGUSTO SANDI AGRAVANTE : CLAUDIA BELTRAME SANDI ADVOGADO : HENRIQUE FIGUEIRÓ RAMBOR E OUTRO(S) - RS070259 AGRAVADO : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ADVOGADO : KARINE VOLPATO GALVANI E OUTRO(S) - RS057824B DECISAO Cuida-se d...

RECURSO ESPECIAL: REsp 1539047 MG 2015/0144538-1

RECURSO ESPECIAL Nº 1.539.047 - MG (2015/0144538-1) RELATOR : MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO RECORRENTE : MARIA LUCIMAR NASCIMENTO DA SILVA RECORRENTE : SERGIO DE OLIVEIRA NEVES ADVOGADO : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS RECORRIDO : MAIRA RODRIGUES DA SILVA RECORRIDO : EDSON RODRIGUES DA SILVA ADVOGAD...

APELAÇÃO: APL 395000420158190209 RIO DE JANEIRO BARRA DA TIJUCA REGIONAL 7 VARA CIVEL

RECURSO DE APELAÇÃO. ARBITRAMENTO DE ALUGUEIS. POSSE EXCLUSIVA DO BEM IMÓVEL POR UM DOS CÔNJUGES. PENDÊNCIA DE DIVÓRCIO E DE PARTILHA. MANUTENÇÃO DA SENTENÇA. O direito subjetivo de propriedade é o mais sólido e amplo dos direitos subjetivos patrimoniais. É o direito real por excelência, em torno do qual gravita o dire...

RECURSO ESPECIAL: REsp 1321044 SP 2012/0053186-2

RECURSO ESPECIAL Nº 1.321.044 - SP (2012/0053186-2) RELATOR : MINISTRO OG FERNANDES RECORRENTE : JORGE SIDNEY COLI - ESPÓLIO REPR. POR : RODRIGO COLI - INVENTARIANTE ADVOGADO : GUSTAVO DE LIMA PIRES E OUTRO(S) - SP139246 RECORRIDO : CONFEDERAÇAO NACIONAL DA AGRICULTURA - CNA ADVOGADO : LUIZ ANTÔNIO MUNIZ MACHADO E OUTR...

RECURSO ESPECIAL: REsp 1700275 PE 2017/0244253-2

RECURSO ESPECIAL Nº 1.700.275 - PE (2017/0244253-2) RELATORA : MINISTRA REGINA HELENA COSTA RECORRENTE : AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES - ANTT RECORRIDO : JOSE MONTEIRO DA SILVA ADVOGADO : SEM REPRESENTAÇAO NOS AUTOS - SE000000M DECISAO Vistos. Trata-se de Recurso Especial interposto pela AGÊNCIA NACIONAL D...

RECURSO ESPECIAL: REsp 1637572 SP 2016/0295444-5

RECURSO ESPECIAL Nº 1.637.572 - SP (2016/0295444-5) RELATORA : MINISTRA REGINA HELENA COSTA RECORRENTE : MUNICÍPIO DE JUNDIAI ADVOGADOS : RENATO BERNARDES CAMPOS - SP184472 JOSÉ BAZÍLIO TEIXEIRA MARÇAL - SP235319 RECORRIDO : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ADVOGADOS : MARIO SERGIO TOGNOLO - SP119411B CLAUDIO YOSHIHITO NAKAMOTO...

APELAÇÃO: APL 57644120148190205 RIO DE JANEIRO CAMPO GRANDE REGIONAL 2 VARA CIVEL

APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO DE VIZINHANÇA. OBRIGAÇÃO DE FAZER C/C RESPONSABILIDADE CIVIL. PODA DE ÁRVORES QUE INVADIRAM A PROPRIEDADE DO AUTOR COLOCANDO EM RISCO A REDE ELÉTRICA. SENTENÇA DE PROCEDÊNCIA. RECURSO DA PARTE RÉ PRETENDENDO AFASTAR A SUA CONDENAÇÃO NO PAGAMENTO DE DANOS MORAIS. IMPOSSIBILIDADE. É DE CONHECIMEN...

Pg. 84. Diário de Justiça do Estado do Amapá DJAP de 20/10/2017

tendo sido concedido o prazo de 30 (trinta) dias, que transcorreu sem que a parte tenha regularizado a representação processual e apresentado contestação. A parte autora requereu o prosseguimento da

Inteiro Teor. : 10110082520168260477 SP 1011008-25.2016.8.26.0477

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SAO PAULO SEÇAO DE DIREITO PRIVADO 26ª CÂMARA 1 Registro: 2017.0000799124 ACÓRDAO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº

RECURSO ESPECIAL: REsp 1624684 PR 2016/0235995-4

RECURSO ESPECIAL Nº 1.624.684 - PR (2016/0235995-4) RELATOR : MINISTRO LÁZARO GUIMARAES (DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TRF 5ª REGIAO) RECORRENTE : MD COMERCIAL DE PARAFUSOS E FERRAGENS LTDA - ME - MICROEMPRESA ADVOGADOS : SIMONE SARAIVA - PR028626 KATIA RAQUEL S CASTILHO - PR028353 RECORRIDO : HSBC BANK BRASIL S.A. - BANC...

×