Artigo 226 do Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

CPP - Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

Art. 226. Quando houver necessidade de fazer-se o reconhecimento de pessoa, proceder-se-á pela seguinte forma:
I - a pessoa que tiver de fazer o reconhecimento será convidada a descrever a pessoa que deva ser reconhecida;
Il - a pessoa, cujo reconhecimento se pretender, será colocada, se possível, ao lado de outras que com ela tiverem qualquer semelhança, convidando-se quem tiver de fazer o reconhecimento a apontá-la;
III - se houver razão para recear que a pessoa chamada para o reconhecimento, por efeito de intimidação ou outra influência, não diga a verdade em face da pessoa que deve ser reconhecida, a autoridade providenciará para que esta não veja aquela;
IV - do ato de reconhecimento lavrar-se-á auto pormenorizado, subscrito pela autoridade, pela pessoa chamada para proceder ao reconhecimento e por duas testemunhas presenciais.
Parágrafo único. O disposto no no III deste artigo não terá aplicação na fase da instrução criminal ou em plenário de julgamento.

Das provas em espécies

Introdução A presença do contraditório e ampla defesa garante o direito à prova, sendo em decorrência deles que a prova se manifesta, ou seja, trata-se de um direito subjetivo público das partes…
Daniele Augusto, Advogado
há 7 horas

STJ: Quinta Turma invalida reconhecimento que não seguiu procedimentos previstos no CPP

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), alinhando-se ao entendimento firmado pela Sexta Turma no RHC 598.886 , decidiu que o reconhecimento fotográfico ou presencial feito pela vítima…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0013035-12.2015.8.13.0439 Muriaé

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - ROUBO - PRELIMINAR - NULIDADE DO RECONHECIMENTO POR INOBSERVÂNCIA DO ARTIGO 226 DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - REJEIÇAO - EVENTUAL DESCUMPRIMENTO DAS FORMALIDADES QUE NAO…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0088329-72.2010.8.13.0301 Igarapé

EMENTA: ROUBO MAJORADO - PROVAS FRÁGEIS - CONDENAÇAO - IMPOSSIBILIDADE. A prolação de sentença condenatória pressupõe produção de prova firme e robusta, sem a qual se impõe a manutenção da absolvição…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0158635-83.2017.8.13.0313 Ipatinga

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - RECURSO DEFENSIVO - ROUBOS MAJORADOS E CORRUPÇAO DE MENORES - MULTIPLICIDADE DE CRIMES - CONCURSO FORMAL - ART. 157, § 2º, INCISOS I E II, DO CÓDIGO PENAL E ART. 244-B DO…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0187001-47.2007.8.13.0778 Arinos

EMENTA: ROUBO CIRCUNSTANCIADO - RECONHECIMENTO DOS AGENTES POR AMOSTRAGEM FOTOGRÁFICA - VALOR PROBATÓRIO DA PROVA SUBMETIDO AO PODER DE CONVENCIMENTO DO MAGISTRADO - EMPREGO DE ARMA DE FOGO NOTICIADO…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0431429-44.2019.8.13.0024 Belo Horizonte

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - ROUBO MAJORADO - NULIDADE PROCESSUAL - INOCORRÊNCIA - PRELIMINAR REJEITADA - MATERIALIDADE E AUTORIA DEVIDAMENTE COMPROVADAS - MAJORANTE DO EMPREGO DE ARMA DE FOGO…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0591356-80.2018.8.13.0024 Belo Horizonte

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL - ROUBO MAJORADO - CONDENAÇAO - IMPOSSIBILIDADE - PROVAS INSUFICIENTES. A prolação de sentença condenatória pressupõe produção de prova firme e robusta, sem a qual deve ser…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Habeas Corpus Criminal : HC 0577227-40.2021.8.13.0000 MG

EMENTA: HABEAS CORPUS - ROUBO MAJORADO E POSSE DE DROGAS PARA USO PESSOAL - REVISAO DA CUSTÓDIA EM RAZAO DA PANDEMIA - PLEITO NAO APRECIADO PELA AUTORIDADE APONTADA COMO COATORA - SUPRESSAO DE…

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal : APR 0658986-30.2016.8.13.0702 Uberlândia

EMENTA: APELAÇAO CRIMINAL. ROUBO MAJORADO. RECONHECIMENTO DO RÉU. JUÍZO CONDENATÓRIO LASTREADO EM OUTROS ELEMENTOS. INDÍCIOS CONSTANTES DA FASE DE INQUÉRITO CONFORTADOS PELOS ELEMENTOS PRODUZIDOS SOB…