Parágrafo 1 Artigo 46 do Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

CPP - Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

Art. 46. O prazo para oferecimento da denúncia, estando o réu preso, será de 5 dias, contado da data em que o órgão do Ministério Público receber os autos do inquérito policial, e de 15 dias, se o réu estiver solto ou afiançado. No último caso, se houver devolução do inquérito à autoridade policial (art. 16), contar-se-á o prazo da data em que o órgão do Ministério Público receber novamente os autos.
§ 1o Quando o Ministério Público dispensar o inquérito policial, o prazo para o oferecimento da denúncia contar-se-á da data em que tiver recebido as peças de informações ou a representação
Pierre Reis, Estudante de Direito
há 4 meses

Direito Processual Penal: conheça as características do Inquérito Policial.

O inquérito policial, desempenha um papel crucial na investigação de crimes e na busca pela verdade dos fatos. Suas características únicas delineiam não apenas a sua função, mas também o seu lugar…
2
0

Cabe ao Ministério Público a palavra final sobre o ajuizamento de ação penal pública

CABE AO MINISTÉRIO PÚBLICO A PALAVRA FINAL SOBRE O AJUIZAMENTO DA AÇÃO PENAL PÚBLICA Rogério Tadeu Romano O artigo 28 do CPP está assim disposto; Art. 28. Ordenado o arquivamento do inquérito…
3
0

A Investigação Penal e o Ministério Público

RESUMO: Neste artigo buscou-se realizar uma análise sobre o que é a investigação penal, apresentando as principais características do inquérito policial, por se tratar da forma mais comum de busca de…
2
0

O inquérito policial e suas características divergentes entre a antiga e a moderna doutrina.

Inicialmente, antes de adentrarmos no tema propriamente proposto devemos fazer uma observação quanto a etimologia da palavra característica. Quando queremos definir alguma coisa ou pessoa acabamos…
7
1

A (in)constitucionalidade do Inquérito 4781 do Supremo Tribunal Federal

A (IN)CONSTITUCIONALIDADE DO INQUÉRITO 4781 DO STF O sistema penal brasileiro, apesar de alguns autores classificarem como misto, é majoritariamente considerado como acusatório, especialmente pela…
2
2
Karine Ramos, Advogado
há 4 anos

Noções Gerais sobre o Inquérito Policial

A persecução penal é subdividida em duas fases, a pré processual que é baseada na investigação criminal e a segunda fase é o procedimento pelo qual aquele indivíduo inicialmente investigado irá…
2
0

A investigação criminal e o Ministério Público

O tema em epígrafe diz respeito a uma das mais importantes atribuições do Ministério Público e, muitas das vezes, de fundamental importância para a persecução criminal: a investigação de infrações…
2
0

Inquérito Policial

1. INQUÉRITO POLICIAL 1.1 Principais Aspectos do Inquérito Policial Com os elevados índices de violência, exige-se do Estado democrático de direito uma atuação mais rígida dos órgãos de investigação…
1
0

9 Julgados do STJ sobre a excepcionalidade do trancamento de Ação Penal via Habeas Corpus

O Superior Tribunal de Justiça é rígido no sentido de que o trancamento da ação penal pela via do habeas corpu s é medida excepcional , admissível apenas quando demonstrada a falta de justa causa…
10
4

A necessidade de Justa Causa para a admissão Acusatória no Processo Penal

A justa causa no processo penal brasileiro é de necessidade inescusável para para admissão de peças acusatórias, quer seja denúncia, quer queixa-crime. O artigo 395 do Código de Processo Penal…
3
0