Artigo 38 do Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

CPP - Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941

Art. 38. Salvo disposição em contrário, o ofendido, ou seu representante legal, decairá no direito de queixa ou de representação, se não o exercer dentro do prazo de seis meses, contado do dia em que vier a saber quem é o autor do crime, ou, no caso do art. 29, do dia em que se esgotar o prazo para o oferecimento da denúncia.
Parágrafo único. Verificar-se-á a decadência do direito de queixa ou representação, dentro do mesmo prazo, nos casos dos arts. 24, parágrafo único, e 31.

Capítulo XIII. Nulidades - Manual de processo penal - Ed. 2013

Capítulo XIII Nulidades 1. Conceito. Natureza Jurídica O estado assumiu a função de pacificar as relações dos indivíduos, visando à paz social. Aplica o direito penal à justaposição do direito de…

Capítulo III. Ação penal - Manual de processo penal - Ed. 2013

Capítulo III Ação Penal 1. Conceito. Processo e procedimento. Objeto Ação penal é o direito público subjetivo de invocar a manifestação jurisdicional do Estado diante da causa penal, que é a…

XXII - Defraudação Penal Da Garantia Do Crédito - 6.ª Parte - Fraude À Execução Penal - Fraudes Contra Credores - Ed. 2013

XXII Defraudação penal da garantia do crédito Sumário: 1. Proteção penal do crédito – 2. Disposição de coisa alheia como própria – 3. Alienação ou oneração fraudulenta de coisa própria – 4.

Capítulo III - Da Ação Penal - Comentários à Lei de Abuso de Autoridade - Ed. 2020

GUSTAVO BADARÓ Art. 3º Os crimes previstos nesta Lei são de ação penal pública incondicionada. § 1º Será admitida ação privada se a ação penal pública não for intentada no prazo legal, cabendo ao…

Capítulo 5 – Crimes Contra a Propriedade Industrial - II - Direito Penal Econômico em Espécie - 1ªparte - Direito Penal Econômico - Ed. 2019

Regina Cirino Alves Ferreira de Souza 5.1.Tracejado histórico dos crimes contra a propriedade industrial O direito penal econômico reúne os tipos penais que têm como objeto de proteção bens jurídicos…

Capítulo 30. Ação Penal - Parte III - As Consequências Jurídicas do Delito - Direito Penal - Ed. 2021

30.1.Considerações iniciais O Estado avoca para si o poder-dever punitivo como forma de contenção da violência social, o que possui desdobramentos. Primeiramente, isso significa a necessidade de…

Título XV. A Ação Penal - Curso de Direito Penal - Parte Geral - Ed 2020

CAPÍTULO I – INTRODUÇÃO 1.O tratamento do tema no CP O Código Criminal do Império (1830) não regulava a matéria atinente à ação penal. Alguns raros dispositivos da Parte II (que tratava dos crimes e…

5. A Regra da Identidade do Objeto do Processo no Ordenamento Jurídico Brasileiro - Correlação Entre Acusação e Sentença - Ed. 2019

Sumário: 5.1 Da “diversa definição jurídica do fato”: 5.1.1 Diversa definição jurídica dos fatos e contraditório sobre as questões de direito; 5.1.2 Segue: alteração da natureza da ação penal; 5.1.3…

Capítulo 13. Dos Procedimentos: Procedimento Ordinário, Sumário, Sumaríssimo e Procedimentos Especiais - Processo Penal - Ed. 2020

13.1.Noções preliminares O procedimento não se confunde com o processo. Segundo a posição tradicional, processo é procedimento mais relação jurídica processual ou, como prefere a doutrina mais…

Capítulo 11. Sentença e Coisa Julgada - Processo Penal - Ed. 2020

11.1.Sentença 11.1.1.Conceito Sentença é o ato que extingue o processo com ou sem julgamento do mérito. A sentença de mérito é o destino natural do processo. A pretensão é formulada perante o Poder…