Artigo 544 da Lei nº 5.869 de 11 de Janeiro de 1973

CPC - Lei nº 5.869 de 11 de Janeiro de 1973

Institui o Código de Processo Civil.
Art. 544. Não admitido o recurso extraordinário ou o recurso especial, caberá agravo nos próprios autos, no prazo de 10 (dez) dias. (Redação dada pela Lei nº 12.322, de 2010)
§ 1o O agravante deverá interpor um agravo para cada recurso não admitido. (Redação dada pela Lei nº 12.322, de 2010)
§ 2º Distribuído e processado o agravo na forma regimental, o relator proferirá decisão. (Incluído pela Lei nº 8.950, de 1994)
(Revogado)
§ 2o A petição de agravo será dirigida à presidência do tribunal de origem, não dependendo do pagamento de custas e despesas postais. O agravado será intimado, de imediato, para no prazo de 10 (dez) dias oferecer resposta, podendo instruí-la com cópias das peças que entender conveniente. Em seguida, subirá o agravo ao tribunal superior, onde será processado na forma regimental. (Redação dada pela Lei nº 10.352, de 2001)
§ 3º Na hipótese de provimento do agravo, se o instrumento contiver os elementos necessários ao julgamento do mérito do recurso especial, o relator determinará sua conversão, observando-se, daí em diante, o procedimento relativo a esse recurso. (Incluído pela Lei nº 8.950, de 1994)
(Revogado)
§ 3o Poderá o relator, se o acórdão recorrido estiver em confronto com a súmula ou jurisprudência dominante do Superior Tribunal de Justiça, conhecer do agravo para dar provimento ao próprio recurso especial; poderá ainda, se o instrumento contiver os elementos necessários ao julgamento do mérito, determinar sua conversão, observando-se, daí em diante, o procedimento relativo ao recurso especial. (Redação dada pela Lei nº 9.756, de 1998)
(Revogado)
§ 4o O disposto no parágrafo anterior aplica-se também ao agravo de instrumento contra denegação de recurso extraordinário, salvo quando, na mesma causa, houver recurso especial admitido e que deva ser julgado em primeiro lugar. (Incluído pela Lei nº 8.950, de 13.12.1994)
(Revogado)
§ 3o O agravado será intimado, de imediato, para no prazo de 10 (dez) dias oferecer resposta. Em seguida, os autos serão remetidos à superior instância, observando-se o disposto no art. 543 deste Código e, no que couber, na Lei no 11.672, de 8 de maio de 2008. (Redação dada pela Lei nº 12.322, de 2010)
§ 4o No Supremo Tribunal Federal e no Superior Tribunal de Justiça, o julgamento do agravo obedecerá ao disposto no respectivo regimento interno, podendo o relator: (Redação dada pela Lei nº 12.322, de 2010)
I - não conhecer do agravo manifestamente inadmissível ou que não tenha atacado especificamente os fundamentos da decisão agravada; (incluído pela Lei nº 12.322, de 2010)
II - conhecer do agravo para: (incluído pela Lei nº 12.322, de 2010)
a) negar-lhe provimento, se correta a decisão que não admitiu o recurso; (incluído pela Lei nº 12.322, de 2010)
b) negar seguimento ao recurso manifestamente inadmissível, prejudicado ou em confronto com súmula ou jurisprudência dominante no tribunal; (incluído pela Lei nº 12.322, de 2010)
c) dar provimento ao recurso, se o acórdão recorrido estiver em confronto com súmula ou jurisprudência dominante no tribunal. (incluído pela Lei nº 12.322, de 2010)

Dano Temporal: avanços rumo à autonomia reparatória pela perda do tempo útil - Revista Jurídica Brasileira – Vol. 1, nº 4, 2023

Dano temporal: avanços rumo à autonomia reparatória pela perda do tempo útil Temporal damage: advances towards reparatory autonomy by the loss of useful time André Furtado de Oliveira Mestrando em…
0
0

8. Agravo em Recurso Especial e em Recurso Extraordinário - Parte VIII – Recursos em Espécie - Curso de Processo Civil Completo

a)Decisões denegatórias. O art. 1.042 , do CPC , dispõe que: Art. 1.042. Cabe agravo contra decisão do presidente ou do vice-presidente do tribunal recorrido que inadmitir recurso extraordinário ou…
0
0

4.1.Cabimento - 4. Embargos de Declaração - Curso de Processo Civil Completo

Sumário: 4.1.Cabimento 4.2.Interposição e processamento 4.3.Julgamento 4.4.Embargos de declaração e recurso subsequente precipitado pelo adversário 4.5.Prequestionamento 4.6.Efeitos dos embargos de…
0
0

17. Recurso Extraordinário e Recurso Especial - Parte II - Recursos em Espécie - Manual dos Recursos Penais

Sumário: 17.1. Noções gerais 17.2. Regime jurídico do recurso extraordinário e do recurso especial no processo penal 17.3. Requisitos de admissibilidade dos recursos 17.3.1. Cabimento 17.3.1.1. O…
0
0

18. Agravo Contra Decisão Denegatória de Recursos Especial e Extraordinário - Parte II - Recursos em Espécie - Manual dos Recursos Penais

Sumário: 18.1. Noções gerais 18.2. O CPC e a unificação do regime do agravo em recurso especial e extraordinário 18.3. Requisitos de admissibilidade 18.3.1. Cabimento 18.3.1.1.Não cabimento do…
0
0

Capítulo 16. Recursos e Ações Autônomas Impugnativas - Curso de Processo Penal

16.1. Noções gerais, natureza jurídica e o tema da execução provisória A irresignação é da natureza humana. Não se conformar com determinada decisão é natural da alma humana. Bem por isso foram…
0
0

Art. 104 - Seção III. Do Superior Tribunal de Justiça - Constituição Federal Comentada

Seção III Do Superior Tribunal de Justiça Art. 104. O Superior Tribunal de Justiça compõe-se de, no mínimo, trinta e três Ministros. Parágrafo único. Os Ministros do Superior Tribunal de Justiça…
0
0

17. Tese é Inviável o Agravo do Art. 545 do Cpc que Deixa de Atacar Especificamente os Fundamentos da Decisão Agravada. (Súmula XXXXX/Stj) - I - Recurso Especial - Admissibilidade

Autor: WILLIAM PUGLIESE Doutor e Mestre em Direito pelo PPGD-UFPR. Gastforscher no Max-Planck-Institut für ausländisches öffentliches Recht und Völkerrecht. Coordenador da Especialização em Direito…
0
0

1. Tese - É Legítimo o Ato da Administração que Promove o Desconto dos Dias Não Trabalhados Pelos Servidores Públicos Participantes de Movimento Grevista - Servidor Público II

Servidor Público II Autor: MARCIA WALQUIRIA BATISTA DOS SANTOS Doutora em Direito do Estado pela Faculdade de Direito da USP. Professora Titular do Programa de Mestrado da Escola Paulista de Direito…
0
0

1. Tese - Admite-Se a Condenação Simultânea e Cumulativa das Obrigações de Fazer, de Não Fazer e de Indenizar na Reparação Integral do Meio Ambiente

Autores: ANNELISE MONTEIRO STEIGLEDER Doutoranda em Planejamento Urbano e Regional na Universidade Federal do Rio do Grande do Sul. Mestre em Direito pela Universidade Federal do Paraná. Promotora de…
0
0