Artigo 487 do Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho.
Art. 487 - Não havendo prazo estipulado, a parte que, sem justo motivo, quiser rescindir o contrato deverá avisar a outra da sua resolução com a antecedência mínima de:
I - 3 dias, se o empregado receber, diariamente, o seu salário;
(Revogado)
I - oito dias, se o pagamento for efetuado por semana ou tempo inferior; (Redação dada pela Lei nº 1.530, de 26.12.1951)
II - 8 dias, se o pagamento for efetuado por semana ou tempo inferior;
(Revogado)
II - trinta dias aos que perceberem por quinzena ou mês, ou que tenham mais de 12 (doze) meses de serviço na empresa. (Redação dada pela Lei nº 1.530, de 26.12.1951)
§ 1º - A falta do aviso prévio por parte do empregador dá ao empregado o direito aos salários correspondentes ao prazo do aviso, garantida sempre a integração desse período no seu tempo de serviço.
§ 2º - A falta de aviso prévio por parte do empregado dá ao empregador o direito de descontar os salários correspondentes ao prazo respectivo.
§ 3º - Em se tratando de salário pago na base de tarefa, o cálculo, para os efeitos dos parágrafos anteriores, será feito de acordo com a média dos últimos 12 (doze) meses de serviço.
§ 4º - É devido o aviso prévio na despedida indireta. (Parágrafo incluído pela Lei nº 7.108, de 5.7.1983)
§ 5o O valor das horas extraordinárias habituais integra o aviso prévio indenizado. (Parágrafo incluído pela Lei nº 10.218, de 11.4.2001)
§ 6o O reajustamento salarial coletivo, determinado no curso do aviso prévio, beneficia o empregado pré-avisado da despedida, mesmo que tenha recebido antecipadamente os salários correspondentes ao período do aviso, que integra seu tempo de serviço para todos os efeitos legais. (Parágrafo incluído pela Lei nº 10.218, de 11.4.2001)

Saiu do emprego? Saiba quais verbas rescisórias irá receber!

Quando se encerra o contrato de trabalho, as verbas rescisórias podem ser um ponto de incerteza para o trabalhador. O que deve ou não ser pago pela empresa e até quando deve ser pago, são apenas…
1
0

Você conhece seus direitos em caso de demissão sem justa causa?

A rescisão sem justa causa é o fim do contrato de trabalho sem uma motivação, uma vez que advém do poder potestativo do empregador. Esta modalidade dá direito ao empregado a todos os direitos, quais…
1
0

Posso escolher se vou cumprir o aviso prévio indenizado ou trabalhado?

Introdução O aviso prévio é uma fase importante na rescisão do contrato de trabalho, pois garante uma transição mais tranquila para ambas as partes envolvidas: empregado e empregador. Uma dúvida…
2
0
Beatriz Sales, Advogado
há 20 dias

Cálculo Trabalhista: entenda como é feito!

Como fazer cálculo trabalhista? Depois de compreender como funcionam as diferentes modalidades de demissão, vamos explicar como são calculadas as principais verbas trabalhistas, incluindo tanto as…
1
0

Direitos trabalhistas na demissão

A Legislação Brasileira estabelece uma série de direitos fundamentais para o trabalhador no momento da sua demissão, visando assegurar a proteção e a dignidade do empregado. Conforme disposto na…
1
0
Deivid Araujo, Advogado
há 2 meses

10 Direitos Que Todo Trabalhador Precisa Saber

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) é o pilar das relações laborais no Brasil. Porém, muitos trabalhadores desconhecem direitos cruciais nela estabelecidos. Neste artigo, vamos explorar 10…
1
0
Bianca Murta, Advogado
há 4 meses

Entendendo os Direitos Trabalhistas ao Pedir Demissão

O pedido de demissão do trabalhador no Brasil é tratado no artigo 487 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Quando um funcionário decide pedir demissão de seu emprego, é importante compreender…
1
0
João Rampaso, Advogado
há 4 meses

Desvendando os Direitos do Trabalhador Demitido Sem Justa Causa: Conheça seus 5 Escudos Legais

Introdução: A demissão sem justa causa é uma situação delicada que pode impactar significativamente a vida do trabalhador. No entanto, é fundamental que ele esteja ciente dos seus direitos…
1
0

Horas Extras: vamos falar um pouco sobre elas?

Uma questão rápida: você sabe por que algumas empresas pagam horas extras em mãos, “por fora” do salário? Os valores recebidos de horas extras trabalhadas incidem reflexos em diversas outras verbas,…
1
0

Foi Demitido do Emprego? Quais os Meus Direitos?

Amigo Trabalhador, sei que após demissão, bate a tristeza, mas é a hora de você lutar e receber seus direitos. Procure um advogado e faça uma consulta jurídica sobre seus direitos. Foi demitido sem…
1
0