Parágrafo 18 Artigo 40 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 40. O regime próprio de previdência social dos servidores titulares de cargos efetivos terá caráter contributivo e solidário, mediante contribuição do respectivo ente federativo, de servidores ativos, de aposentados e de pensionistas, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 103, de 2019)
§ 18. Incidirá contribuição sobre os proventos de aposentadorias e pensões concedidas pelo regime de que trata este artigo que superem o limite máximo estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social de que trata o art. 201, com percentual igual ao estabelecido para os servidores titulares de cargos efetivos. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) (Vide ADIN 3133) (Vide ADIN 3143) (Vide ADIN 3184)

Recurso - Ação Especial

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 2a Região Ação Trabalhista - Rito Ordinário Processo Judicial Eletrônico Data da Autuação: 13/09/2013 Valor da causa: Partes:…

Página 30 da Seção 2 do Diário Oficial da União (DOU) de 18 de Junho de 2021

PORTARIA Nº 513, DE 17 DE JUNHO DE 2021 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, considerando o Memorando Eletrônico nº 30/2021-FCSA, de 16/6/2021,…

Página 63 da Seção 2 do Diário Oficial da União (DOU) de 18 de Junho de 2021

PORTARIA GM/MS Nº 1.256, DE 17 DE JUNHO DE 2021 O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições legais e considerando o disposto no artigo 93 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, com…

Petição - Ação Sistema Remuneratório e Benefícios

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DOS JUIZADOS ESPECIAIS FAZENDÁRIO DA COMARCA DA CAPITAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Processo no. SEI-140001/084239/2020 O FUNDO ÚNICO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO ESTADO DO…

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 5023867-81.2012.4.04.7108 RS 5023867-81.2012.4.04.7108

Supremo Tribunal Federal EmentaeAcórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 44 17/05/2021 PLENÁRIO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 852.796 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI RECTE.(S) : UNIAO…

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 5045643-25.2016.8.13.0024 MG 5045643-25.2016.8.13.0024

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 1.275.543 MINAS GERAIS RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO RECTE.(S) : ESTADO DE MINAS GERAIS PROC.(A/S)(ES) : ADVOGADO-GERAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS…

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Recurso Inominado Cível : RI 1057906-05.2019.8.26.0053 SP 1057906-05.2019.8.26.0053

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO Colégio Recursal Central da Capital Fórum João Mendes Júnior - 17º Andar, sala 1721, Centro - CEP 01501-900, Fone: 2171-6315, São Paulo-SP Processo nº:…

Tribunal de Justiça de Alagoas TJ-AL - Apelação Cível : AC 0725079-76.2018.8.02.0001 AL 0725079-76.2018.8.02.0001

Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Alcides Gusmão da Silva Apelação Cível n. 0725079-76.2018.8.02.0001 Contribuições Previdenciárias 3ª Câmara Cível Relator: Des. Alcides Gusmão da Silva Apelante :…

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 5045643-25.2016.8.13.0024 MG 5045643-25.2016.8.13.0024

DECISAO RECURSO EXTRAORDINÁRIO – MATÉRIA LEGAL – INVIABILIDADE – SEGUIMENTO – NEGATIVA. 1. Eis a síntese do acórdão recorrido: APELAÇAO CÍVEL - DIREITO PREVIDENCIÁRIO – ADVENTO DA EC 41/03 – …

Página 3270 da Judicial - 2ª Instância do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 17 de Junho de 2021

DE DIRIGIR. TESE DE NULIDADE DO PROCESSO ADMINISTRATIVA, EM QUE ALEGADAMENTE NÃO SE ANALISOU A INDICAÇÃO DO REAL CONDUTOR DO VEÍCULO. DENEGAÇÃO DA SEGURANÇA, AO FUNDAMENTO DE AUSÊNCIA DE DIREITO…