Artigo 458 do Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho.
Art. 458 - Além do pagamento em dinheiro, compreende-se no salário, para todos os efeitos legais, a alimentação, habitação, vestuário ou outras prestações "in natura" que a empresa, por fôrça do contrato ou do costume, fornecer habitualmente ao empregado. Em caso algum será permitido o pagamento com bebidas alcoólicas ou drogas nocivas. (Redação dada pelo Decreto-lei nº 229, de 28.2.1967)
§ 1º Os valôres atribuídos às prestações "in natura" deverão ser justos e razoáveis, não podendo exceder, em cada caso, os dos percentuais das parcelas componentes do salário-mínimo (arts. 81 e 82).(Incluído pelo Decreto-lei nº 229, de 28.2.1967)
§ 2º Não serão considerados como salário, para os efeitos previstos neste artigo, os vestuários, equipamentos e outros acessórios fornecidos ao empregado e utilizados no local de trabalho, para a prestação dos respectivos serviços. (Parágrafo único renumerado pelo Decreto-lei nº 229, de 28.2.1967)
(Revogado)
§ 2o Para os efeitos previstos neste artigo, não serão consideradas como salário as seguintes utilidades concedidas pelo empregador: (Redação dada pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
I – vestuários, equipamentos e outros acessórios fornecidos aos empregados e utilizados no local de trabalho, para a prestação do serviço; (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
II – educação, em estabelecimento de ensino próprio ou de terceiros, compreendendo os valores relativos a matrícula, mensalidade, anuidade, livros e material didático; (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
III – transporte destinado ao deslocamento para o trabalho e retorno, em percurso servido ou não por transporte público; (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
IV – assistência médica, hospitalar e odontológica, prestada diretamente ou mediante seguro-saúde; (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
V – seguros de vida e de acidentes pessoais; (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
VI – previdência privada; (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
VII – (VETADO) (Incluído pela Lei nº 10.243, de 19.6.2001)
VIII - o valor correspondente ao vale-cultura. (Incluído pela Lei nº 12.761, de 2012)
§ 3º - A habitação e a alimentação fornecidas como salário-utilidade deverão atender aos fins a que se destinam e não poderão exceder, respectivamente, a 25% (vinte e cinco por cento) e 20% (vinte por cento) do salário-contratual. (Incluído pela Lei nº 8.860, de 24.3.1994)
§ 4º - Tratando-se de habitação coletiva, o valor do salário-utilidade a ela correspondente será obtido mediante a divisão do justo valor da habitação pelo número de co-habitantes, vedada, em qualquer hipótese, a utilização da mesma unidade residencial por mais de uma família. (Incluído pela Lei nº 8.860, de 24.3.1994)
§ 5o O valor relativo à assistência prestada por serviço médico ou odontológico, próprio ou não, inclusive o reembolso de despesas com medicamentos, óculos, aparelhos ortopédicos, próteses, órteses, despesas médico-hospitalares e outras similares, mesmo quando concedido em diferentes modalidades de planos e coberturas, não integram o salário do empregado para qualquer efeito nem o salário de contribuição, para efeitos do previsto na alínea q do § 9o do art. 28 da Lei no 8.212, de 24 de julho de 1991. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)
Gameiro Advogados, Advogado
mês passado

Plano Saúde integralmente custeado pelo empregado

Recentemente, nossa equipe recebeu curiosa questão para oferecimento de um parecer jurídico: a possibilidade de um empregador contratar plano de saúde empresarial aos empregados, com o custeio…
0
0

Você sofreu desconto do Vale-Alimentação por falta mesmo com atestado médico justificado? Veja o que você precisa saber!

O vale-alimentação é um benefício previsto em lei que visa garantir a alimentação digna dos trabalhadores durante a jornada de trabalho. No entanto, surge a dúvida: a empresa pode descontar o…
2
0
Lillian Ferreira, Advogado
há 2 meses

Ausência de depósitos do FGTS e a indenização por danos morais.

O presente artigo aborda as consequências jurídicas caso a empresa não faça os depósitos de FGTS que são devidos aos seus funcionários. O FGTS, instituído pela Lei 5.107/1966 e regido pela Lei…
1
0
Lillian, Advogado
há 2 meses

Ausência de Depósitos do FGTS e Pedido de Indenização por Danos Morais

O FGTS, instituído pela Lei 5.107/1966 e regido pela Lei 8.036/1990, impõe ao empregador o dever de efetuar o depósito mensal correspondente a 8% da remuneração paga ou devida ao trabalhador. Nesse…
1
0

O fornecimento de habitação e alimentação para empregados rurais: um problema que poucos sabem.

Você que é um empregado rural e que, devido ao serviço, tem que morar na fazenda devido a impossibilidade de realizar o trajeto da cidade para o local todos os dias. O fornecimento de habitação e…
4
0

O Recolhimento do FGTS durante o Auxílio por Incapacidade Temporária decorrente de Acidente de Trabalho ou Doença Ocupacional (Código B-91)

I. Introdução   O recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é uma obrigação legal imposta aos empregadores, visando assegurar direitos fundamentais aos trabalhadores. Contudo,…
1
0

Quando a empresa é obrigada a fornecer almoço?

Frequentemente a dúvida sobre se o empregador é obrigado a fornecer almoço ou não é levantado em lives ou em consultas pessoais. Antes de mais nada informo que o fornecimento de vale alimentação será…
4
0

Teletrabalho: alterações regime do regime de teletrabalho e aquisição de equipamentos e infraestrutura necessária para o labor

Em Regra, prevalece no direito do trabalho o princípio da inalterabilidade contratual lesiva, construída no sentido de proteger os trabalhadores da arbitrariedade dos empregados. Portanto, o contrato…
1
0

O que acontece se não recolher FGTS?

Não recolher FGTS é um sinal de crise financeira em uma empresa. A saber, algumas empresas também não recolhem por pura irresponsabilidade. Saiba mais: O empregador pode pagar o FGTS por fora? Qual o…
4
0

Princípio da primazia da realidade

RESUMO O presente trabalho tem o intuito de discorrer sobre a história do direito do trabalho. Mostrando seu contexto, suas fontes, seus princípios e iremos avaliar uma case, vendo qual principio…
1
0