Inciso VI do Artigo 29 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 29. O Município reger-se-á por lei orgânica, votada em dois turnos, com o interstício mínimo de dez dias, e aprovada por dois terços dos membros da Câmara Municipal, que a promulgará, atendidos os princípios estabelecidos nesta Constituição, na Constituição do respectivo Estado e os seguintes preceitos:
VI - o subsídio dos Vereadores será fixado pelas respectivas Câmaras Municipais em cada legislatura para a subseqüente, observado o que dispõe esta Constituição, observados os critérios estabelecidos na respectiva Lei Orgânica e os seguintes limites máximos: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
a) em Municípios de até dez mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a vinte por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
b) em Municípios de dez mil e um a cinqüenta mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a trinta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
c) em Municípios de cinqüenta mil e um a cem mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a quarenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
d) em Municípios de cem mil e um a trezentos mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a cinqüenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
e) em Municípios de trezentos mil e um a quinhentos mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a sessenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
f) em Municípios de mais de quinhentos mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a setenta e cinco por cento do subsídio dos Deputados Estaduais; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 25, de 2000)
Nilo Lopes, Advogado
há 4 meses

A crise causada pelo corona vírus e a doação de subsídios dos vereadores.

do período da mesma legislatura, para dar cumprimento ao preceito estabelecido no artigo 29 – A, §3º, da Constituição... em Direito Eleitoral. [email protected] [1] Art. 29 VI da CF - o subsídio …
Mauro Apoitia, Advogado
ano passado

Subsídio de vereador é fixado por lei?

A resposta que nos parece óbvia (exigência de lei sim!), está incorreta, pois não é necessário lei em sentido estrito. Da leitura do texto constitucional, notamos que: Constituição Federal, artigo…

Qual é o papel de um vereador?

Quem é o vereador? O vereador é um agente político, eleito pelo voto direto e secreto da população. Ele trabalha no Poder Legislativo da esfera Municipal, sendo assim, tem um papel equivalente ao que…

Análise do controle de constitucionalidade de normas municipais pelos Tribunais de Contas

Analysis of the constitutional control of municipal laws made by the audit office¹ Saratíeli Rodrigues Carvalho² Alisson Barbalho Marangôni Correia³ 1 Artigo Científico apresentado à banca…

Nota Curitibana: Incentivo à Devolução de Tributos Municipais e Combate a Sonegação Fiscal.

Nota Curitibana: Incentivo à Devolução de Tributos Municipais e Combate a Sonegação Fiscal. Curitiba, 07 de junho de 2018, quinta-feira, 16h07. Graças a DEUS por mais um dia. Aleluia JESUS Amado.
Lucas Ribeiro, Advogado
há 3 anos

O porquê da legalidade do 13º salário e 1/3 de férias dos Prefeitos, Vereadores e Secretários Municipais e a necessidade de normatização pelo município

1. A ATUAL “DEMONIZAÇÃO” DA POLÍTICA Vivemos num período em que termos inerentes ao processo político, administrativo e eleitoral do país soam, indevidamente, na cabeça da população em geral, como…
Cesar Assis, Advogado
há 3 anos

Os agentes políticos e os direitos sociais

O Plenário do Supremo Tribunal Federal concluiu o julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 650898, com repercussão geral reconhecida que:” Se todos os trabalhadores têm direito a um terço de férias…
Vitor Morelli, Advogado
há 4 anos

Vereadores e Prefeitos

Em virtude de a política em nosso país ser algo tão complicado e, muitas das vezes simplesmente acabamos por escolher nossos representantes simplesmente por simpatia, achei prudente trazer esse texto…

Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural

1. INTRODUÇÃO O Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (“ITR”) trata-se de tributo de competência da União, puramente extrafiscal, que tem finalidade política e econômica de combater a…

Entenda a PEC 443/2009

Por Ricardo Marques de Almeida e Lilian Chaves Bezerra A Proposta de Emenda à Constituição 443, de 2009 [1] traz uma singela mudança na Lei Maior, ao estabelecer um parâmetro mínimo para a…